Problemas ao Acessar Unidades FAT16 Maiores do que 2 GB

Traduções deste artigo Traduções deste artigo
Fechar Fechar
ID do artigo: 127851 - Exibir os produtos aos quais esse artigo se aplica.
Expandir tudo | Recolher tudo

Sumário

O Microsoft Windows NT suporta a criação de partições primárias e unidades lógicas de até 4 gigabytes (GB) usando o sistema de Tabela de Alocação de Arquivos 16 (FAT16), mas o Windows 95/98 e o MS-DOS não suportam essas unidades. O limite de tamanho para unidades lógicas que usam o sistema de arquivo FAT16 no Windows 95/98 e o MS-DOS é de 2 GB.

NOTA: O Windows 95 OEM Service Release 2 e posterior suporta unidades maiores do que 2 GB usando o sistema de arquivo FAT32. Para obter mais informaçõessobre o FAT32, consulte o seguinte artigo na Base de Dados de Conhecimento da Microsoft:
ARTIGO: 154997
Description of the FAT32 File System
O Windows NT 4.0 não suporta o FAT32, mas o suporte ao FAT32 foi adicionado ao Windows 2000.

Mais Informações

A Microsoft não recomenda o uso do MS-DOS ou Windows 95/98 com uma unidade FAT16 de 4 GB criada no Windows NT. Se você usar o recurso de inicialização dupla do Windows NT para inicializar o MS-DOS ou Windows 95/98, é possível acessar a unidade, mas talvez ocorra um comportamento inesperado. Em especial, alguns programas e utilitários podem informar incorretamente que não há espaço livre em disco (0 bytes) na unidade.



Além disso, você não pode executar a Instalação do Windows 95/98 se o seu computador possuir uma unidade FAT16 criada pelo Windows NT.

Por exemplo, durante a Instalação do Windows 98, você recebe a seguinte mensagem de erro se o seu sistema possuir uma unidade FAT16 maior do que 2 GB:
A Instalação detectou que o seu disco rígido tem uma partição FAT do cluster de 64K. Pelo fato de o ScanDisk não funcionar em discos com esse tamanho de cluster, a Instalação não pode continuar. Para concluir a Instalação, você deve fazer novamente a partição de seu disco rígido, formatar a partição com um sistema de arquivo FAT que possua um cluster de 32K ou menos e então reiniciar a Instalação.


Outros problemas ao acessar unidades FAT16 com mais de 2 GB no Windows 95/98 podem incluir o seguinte:

  • Executar a ferramenta Defrag na unidade resulta em uma mensagem de erro "Divide by zero", ou a ferramenta pára de responder.

  • O ScanDisk para o MS-DOS pára de responder ou resulta em uma mensagem de erro "Out of memory".







  • A ferramenta Chkdsk pode relatar vários "erros de alocação" na unidade.


O ScanDisk para o Windows geralmente é executado sem erro nas unidades FAT16 do cluster de 64k e mostra unidades de cluster/alocação de 64K na caixa de diálogo Summary.

O MS-DOS e o lançamento comercial do Windows 95 usam um FAT de 16 bits para unidades lógicas maiores do que 15 megabytes (MB). O número máximo de clusters para uma unidade FAT de 16 bits é de 64K. Além disso, o tamanho máximo do cluster para uma unidade FAT16 no MS-DOS ou no Windows 95 é de 32K. Portanto, o tamanho máximo da unidade lógica para o FAT16 é calculado da seguinte maneira:
   32K x 64K = 2048 MB = 2 GB
				
O tamanho máximo do cluster para uma unidade FAT16 no Windows 98 é de 32K ou 32.768 bytes. Portanto, o tamanho máximo da unidade lógica para o FAT16 é calculado da seguinte maneira:
   32K x 64K = 2048 MB = 2 GB
				
O Windows NT usa um tamanho máximo do cluster de 64K para permitir unidades maiores do que 2 GB usando o FAT16. O tamanho máximo da unidade lógica FAT16 no Windows NT é calculado da seguinte maneira:
   64K x 64K = 4096 MB = 4 GB
				


NOTA: Em uma unidade FAT, o espaço é alocado por clusters. Ou seja, um arquivo que é menor do que o tamanho do cluster da unidade ainda está alocado em um cluster completo, gastando, assim, o espaço adicional no cluster. Da mesma maneira, um arquivo que é grande o suficiente para preencher clusters de 3-1/2 está alocado em quatro clusters completos. O uso de um tamanho menor do cluster geralmente resulta em menos perda de espaço na unidade.

O tamanho do cluster para uma unidade FAT é determinado quando a unidade estiver formatada e varia dependendo do tamanho da unidade lógica. Para obter mais informações sobre tamanhos de cluster e de unidade lógica no MS-DOS, favor consultar o seguinte artigo na Base de Dados de Conhecimento da Microsoft:
ARTIGO: Q67321 67321
FAT Type and Cluster Size Depends on Logical Drive Size

O Windows 95 e o MS-DOS usam o utilitário FDISK para fazer a partição de um disco. Ao acessar um disco rígido, o FDISK usa a interface AT ROM BIOS INT13h do sistema, que possui no máximo 1024 cilindros, 255 cabeçotes e 63 setores por trilha. O FDISK pode acessar qualquer unidade dentro dos limites impostos pelo AT ROM BIOS, o que significa que o FDISK pode acessar unidades de até 8 GB, calculadas da seguinte maneira:
   1024 cilindros x 255 cabeçotes x 63 setores por trilha x 512 bytes por 
   setor = 8.422.686.720 bytes ou aproximadamente 8 GB
				

A interface de hardware IDE original está limitada 16 cabeçotes, o que reduz o tamanho máximo da unidade para 504 MB. A tecnologia IDE (ATAPI) mais recente, no entanto, usa um esquema de conversão chamado Logical Block Addressing (LBA) para exceder o limite de 504 MB, conforme imposto pelo AT ROM BIOS do sistema e pela especificação IDE. Os controladores de disco rígido SCSI e ESDI usam métodos de conversão semelhantes que são geralmente criados no BIOS ROM da placa do controlador para exceder o limite de 504 MB de tamanho. Para obter mais informações sobre o uso de discos rígidos grandes com o MS-DOS e o Windows 95/98, favor consultar o seguinte artigo na Base de Dados de Conhecimento da Microsoft:
ARTIGO: 126855
Windows Support for Large IDE Hard Disks


O utilitário FDISK no MS-DOS e o lançamento comercial do Windows 95 podem criar uma partição estendida maior do que 2 GB. O FDISK pode criar várias unidades formatadas de até 2 GB nessa partição estendida de acordo com as restrições do AT ROM BIOS mencionadas anteriormente. No entanto, o FDISK não permite a criação de uma partição FAT16 primária ou unidades FAT16 lógicas em uma partição estendida que seja maior do que 2 GB. Note também que, conforme mencionado anteriormente, as unidades lógicas maiores do que 504 MB não podem ser acessadas usando o MS-DOS ou o Windows 95 a menos seja usado o LBA ou a conversão de cálculo.

No Windows NT, você pode criar unidades FAT16 de 4 GB, como uma partição primária ou uma unidade lógica em uma partição estendida. Pelo fato de o MS-DOS e o Windows 95/98 possuírem um tamanho máximo de unidade FAT lógica de 2 GB, as unidades FAT16 maiores do que 2 GB criadas usando o Windows NT não podem ser acessadas de maneira confiável usando o MS-DOS ou o Windows 95/98.

Propriedades

ID do artigo: 127851 - Última revisão: quinta-feira, 30 de dezembro de 2004 - Revisão: 2.2
A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft Windows 98 Standard Edition
  • Microsoft Windows 95
  • Microsoft MS-DOS 6.22 Standard Edition
  • Microsoft Windows NT Workstation 3.5
  • Microsoft Windows NT Workstation 3.51
  • Microsoft Windows NT Workstation 4.0 Developer Edition
  • Microsoft Windows NT Server 3.5
  • Microsoft Windows NT Server 3.51
  • Microsoft Windows NT Server 4.0 Standard Edition
  • Microsoft Windows Millennium Edition
Palavras-chave: 
kbinfo kbinterop kbsetup kbdiskmemory KB127851

Submeter comentários

 

Contact us for more help

Contact us for more help
Connect with Answer Desk for expert help.
Get more support from smallbusiness.support.microsoft.com