Como utilizar Logevent.exe para eventos de registo de um ficheiro batch

Traduções de Artigos Traduções de Artigos
Artigo: 131008 - Ver produtos para os quais este artigo se aplica.
Expandir tudo | Reduzir tudo

Nesta página

Sumário

Logevent.exe, um utilitário de linha de comandos, pode ser utilizado para registar um ID de evento fornecido pelo utilizador no registo de eventos de aplicações. Isto permite ao utilizador registar erros e informativos dados de ficheiros batch, scripts de início de sessão e monitor de desempenho. Em seguida, pode ser visualizado e manipulado com as ferramentas padrão utilizadas para lidar com registos de eventos no registo de eventos da aplicação.

No Windows NT 4.0, LOGEVENT também pode ser utilizado para criar entradas para registo de eventos do Windows NT num computador local ou remoto. É particularmente útil para armazenar informações no histórico da execução de programas batch executados a partir de scripts de início de sessão ou o comando AT. A capacidade de armazenar entradas no registo de eventos de outros computadores permite estes dados para serem recolhidos centralmente, se necessário.

Mais Informação

Windows NT 3.51

Instale Logevent.exe copiando-o para o directório %systemroot%\System32.

LOGEVENT requer que o registo ser modificados com uma chave adicional. Executar LOGEVENT sem quaisquer parâmetros para criar a chave necessária no registo. Será criada na seguinte chave:
   \HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\EventLog
   \Application\CommandLog
				

e irá criar os seguintes valores abaixo desta chave:
   EventMessageFile
   TypesSupported
				

Todos os eventos registados pelo LOGEVENT mostrará CommandLog como a origem do evento quando são visualizadas no Visualizador de eventos.

A sintaxe do comando Logevent.exe é:
LOGEVENT xxxxx cadeia1 cadeia2 cadeia3 string4 string5

em que xxxxx é a ID de evento que deseja registar (em decimal) e cadeia1 através de string5 é cadeias de inserção de 1 a 5

Se LOGEVENT é executado sem quaisquer parâmetros-irá criar a chave necessária no registo (tal como descrito acima). Se for executado sem parâmetros e a chave de registo já existe a seguinte utilização será dada:
 [e:\ntbin]logevent
   Usage: LogEvent xxxx string1 string2 string3 string4 string5
   Where xxxx = numeric ID and stringX is "multiple word string" | single_word
				

Só são permitidas cadeias de inserção 5, mas deverá ser suficiente para a maioria das aplicações porque o dobre proposta carácter ('') pode ser utilizado para transmitir apenas as informações conforme necessário numa única cadeia. O caso em que as cadeias adicionais são úteis é onde variáveis de ambiente serão passadas como parâmetros a partir de um ficheiro batch. O ID do evento tem sempre de ser fornecido caso contrário, o utilitário fornecerá a utilização do comando e irá sair sem registo nada no registo.

Por exemplo, LOGEVENT pode ser utilizado a partir de um ficheiro batch para comunicar a execução de um comando com êxito e iniciar o registo de eventos de aplicações com os seguintes comandos de exemplo:
   LOGEVENT 9876 "program failure in batch file" %0
      (to report failure of program execution from a batch file)
				

   LOGEVENT 1234 "Program CAPTURE.EXE" "ran successfully to completion"
      (from the batch file after successful execution of the program)
				

   LOGEVENT 2222 "Program failed for user" %USERNAME% "with a path of" %PATH%
      (from a batch file showing use of environment variables)
				

Outro exemplo é a utilização de LOGEVENT do Monitor de desempenho. Se PerfMon foi configurado para gerar alertas, é possível efectuar estes alertas registadas no registo de eventos. No entanto, a versão actual do desempenho regista todos os eventos gerados por um alerta, o mesmo ID de evento no registo de eventos do aplicativo. Se vários alertas a ser monitorizado o evento que ID no registo não pode ser utilizado para distinguir a alerta causou o evento (apesar dos detalhes do evento irão mostrar esta informação).

Se a funcionalidade NVAlert do SNA servidor estiver a ser utilizada para passar estes alertas para NetView (um mainframe) é necessário conseguir utilizar o ID de eventos para distinguir a alerta gerado o evento no registo. Ao utilizar LOGEVENT é possível efectuar este procedimento. Por exemplo, a partir do desempenho, deverá configurar o alerta que pretende monitorizar e, em seguida, coloque o seguinte comando a ser executado quando o alerta é accionado:
   LOGEVENT 2001 "Alert generated from Perfmon" "disk usage on D: exceeded 70%%"
				

Quando visualiza o registo de eventos para a este exemplo, verá o seguinte:
   Date:      4/13/95      Event ID:  2001
   Time:      9:16:40 AM   Source:    CommandLog
   User:      N/A          Type:      Information
   Computer:  SPYMASTER    Category:  None
				

   Description:
   The description for Event ID ( 2001 ) in Source ( CommandLog ) could not
   be found. It contains the following insertion string(s): Alert generated
   from  Perfmon, disk usage on D: exceeded 70%.
				

As cadeias fornecidas serão transmitidas pela primeira vez e, em seguida, os parâmetros fornecidos por PerfMon serão transmitidos. Os parâmetros transmitidos a partir do desempenho, na realidade, são iguais a informação registada para PerfMon propriamente dito. Se todos os parâmetros passados de PerfMon devem ser registados para a utilização do registo de eventos a mesma linha acima mas colocar a, "(vírgula e aspas) ou, (vírgula) na extremidade da linha (para NT 3.5 e 3.51 NT respectivamente). Neste caso apenas cadeias de inserção de 1 a 4 devem ser passadas juntamente com o, "ou, no fim. Por exemplo:
   LOGEVENT 2001 "Alert generated from Perfmon" "disk usage on D: exceeded 70%%"
				

passará as 2 stings fornecidas para LOGEVENT e, em seguida, passará todas as informações de Perfmon como cadeia de inserção 3 º. Tenha em atenção a vírgula (,) no fim da linha de (isto é para NT 3.51). Para NT 3.1 ou NT 3.5 utilize, "caracteres.

Tal como o registo de eventos, será comunicado que não foi possível encontrar a descrição para este ID de evento. Isto é porque não existe nenhum ficheiro que contém as cadeias de descrição para Logevent.exe porque não existe nenhuma forma de saber qual o ID de evento o utilizador vai ser colocando o registo de eventos. EventMessageFile no registo irá apontar para o próprio programa Logevent.exe. No entanto, esta é apenas uma entrada de marcador de posição no registo como Logevent.exe não contém quaisquer cadeias de descrição.

O ID de evento registada será realmente só tem significado para o utilizador ou aplicação que irá monitorizar o registo de eventos (como NV alerta). Além disso, neste exemplo a %% é necessário para a percentagem de aparecem no registo de eventos (isto é devido a um significado especial do carácter % o processamento de cadeia de caracteres de inserção).

Além disso, porque estes eventos são gerados pelo utilizador, foi feltro que é suficiente para colocar estes no registo como apenas o tipo de informações de mensagens. Existe actualmente não forma (ou necessário) para registar eventos de tipo de aviso ou erro de utilização deste utilitário.

Windows NT 4.0

Para permitir que o Visualizador de registo de eventos apresentar correctamente a entrada, a aplicação deverá ser instalada no computador utilizado para visualizar o registo de eventos. Instalação é executada automaticamente quando o programa LOGEVENT é utilizado pela primeira vez.

A sintaxe para Logevent.exe é:
   LOGEVENT [-m \\MACHINENAME] [-s SIWEF] [-c CategoryNumber] "Event Text"
   Severity is one of (S)uccess, (I)nformation, (W)arning, (E)rror or
   (F)ailure.
				

Propriedades

Artigo: 131008 - Última revisão: 1 de novembro de 2006 - Revisão: 1.2
A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft Windows NT Workstation 3.51
  • Microsoft Windows NT Workstation 4.0 Developer Edition
  • Microsoft Windows NT Server 3.51
  • Microsoft Windows NT Server 4.0 Standard Edition
Palavras-chave: 
kbmt kbinfo kbnetwork KB131008 KbMtpt
Tradução automática
IMPORTANTE: Este artigo foi traduzido por um sistema de tradução automática (também designado por Machine translation ou MT), não tendo sido portanto revisto ou traduzido por humanos. A Microsoft tem artigos traduzidos por aplicações (MT) e artigos traduzidos por tradutores profissionais. O objectivo é simples: oferecer em Português a totalidade dos artigos existentes na base de dados do suporte. Sabemos no entanto que a tradução automática não é sempre perfeita. Esta pode conter erros de vocabulário, sintaxe ou gramática? erros semelhantes aos que um estrangeiro realiza ao falar em Português. A Microsoft não é responsável por incoerências, erros ou estragos realizados na sequência da utilização dos artigos MT por parte dos nossos clientes. A Microsoft realiza actualizações frequentes ao software de tradução automática (MT). Obrigado.
Clique aqui para ver a versão em Inglês deste artigo: 131008

Submeter comentários

 

Contact us for more help

Contact us for more help
Connect with Answer Desk for expert help.
Get more support from smallbusiness.support.microsoft.com