INFO: Guardar mensagens ao ficheiro MSG compostos

Traduções de Artigos Traduções de Artigos
Artigo: 171907 - Ver produtos para os quais este artigo se aplica.
Expandir tudo | Reduzir tudo

Sumário

Este artigo contém código demonstra como guardar uma mensagem a um documento composto--especificamente um ficheiro .msg--é legível para qualquer cliente que suporte o formato de ficheiro .msg.

Mais Informação

A função abaixo assume um objecto de mensagem válida como um parâmetro no e utiliza as respectivas propriedades para criar um duplicado da mensagem e guardá-lo um ficheiro composto utilizando o formato .msg. A linha de assunto da mensagem é utilizada como o nome do ficheiro novo.

NOTA: Caracteres especiais na linha de assunto do parâmetro desta função podem causar resultados inesperados. Enquanto código pode ser escrito para evitar caracteres especiais na linha de assunto, não é germane para o tópico e esse código for deixado intencionalmente.
#define INITGUID
#include <objbase.h>

#define USES_IID_IMessage

#include <mapix.h>
#include <mapitags.h>
#include <mapidefs.h>
#include <mapiutil.h>
#include <mapiguid.h>
#include <imessage.h>

// {00020D0B-0000-0000-C000-000000000046}
DEFINE_GUID(CLSID_MailMessage,
0x00020D0B,
0x0000, 0x0000, 0xC0, 0x00, 0x0, 0x00, 0x0, 0x00, 0x00, 0x46);

HRESULT SaveToMSG ( LPMESSAGE pMessage )
{
    HRESULT hRes = S_OK;
    LPSPropValue pSubject = NULL;
    LPSTORAGE pStorage = NULL;
    LPMSGSESS pMsgSession =  NULL;
    LPMESSAGE pIMsg = NULL;
    SizedSPropTagArray ( 7, excludeTags );
    char szPath[_MAX_PATH];
    char strAttachmentFile[_MAX_PATH];
    LPWSTR lpWideCharStr = NULL;
    ULONG cbStrSize = 0L;

    // create the file name in the directory where "TMP" is defined
    // with subject as the filename and ".msg" extension.

    // get temp file directory
    GetTempPath(_MAX_PATH, szPath);

    // get subject line of message to copy. This will be used as the
    // new file name.
    HrGetOneProp( pMessage, PR_SUBJECT, &pSubject );

    // fuse path, subject, and suffix into one string
    strcpy ( strAttachmentFile, szPath );
    strcat ( strAttachmentFile, pSubject->Value.lpszA  );
    strcat ( strAttachmentFile, ".msg");

    // get memory allocation function
    LPMALLOC pMalloc = MAPIGetDefaultMalloc();

    // Convert new file name to WideChar
    cbStrSize = MultiByteToWideChar (CP_ACP,
                                     MB_PRECOMPOSED,
                                     strAttachmentFile,
                                     -1, lpWideCharStr, 0);

    MAPIAllocateBuffer ( cbStrSize * sizeof(WCHAR),
                            (LPVOID *)&lpWideCharStr );

    MultiByteToWideChar (CP_ACP,
                         MB_PRECOMPOSED,
                         strAttachmentFile,
                         -1, lpWideCharStr, cbStrSize );

    // create compound file
    hRes = ::StgCreateDocfile(lpWideCharStr,
                              STGM_READWRITE |
                              STGM_TRANSACTED |
                              STGM_CREATE, 0, &pStorage);

    // Open an IMessage session.
    hRes = ::OpenIMsgSession(pMalloc, 0, &pMsgSession);

    // Open an IMessage interface on an IStorage object
    hRes = ::OpenIMsgOnIStg(pMsgSession,
                            MAPIAllocateBuffer,
                            MAPIAllocateMore,
                            MAPIFreeBuffer,
                            pMalloc,
                            NULL,
                            pStorage,
                            NULL, 0, 0, &pIMsg);

    // write the CLSID to the IStorage instance - pStorage. This will
    // only work with clients that support this compound document type
    // as the storage medium. If the client does not support
    // CLSID_MailMessage as the compound document, you will have to use
    // the CLSID that it does support.
    hRes = WriteClassStg(pStorage, CLSID_MailMessage );

    // Specify properties to exclude in the copy operation. These are
    // the properties that Exchange excludes to save bits and time.
    // Should not be necessary to exclude these, but speeds the process
    // when a lot of messages are being copied.
    excludeTags.cValues = 7;
    excludeTags.aulPropTag[0] = PR_ACCESS;
    excludeTags.aulPropTag[1] = PR_BODY;
    excludeTags.aulPropTag[2] = PR_RTF_SYNC_BODY_COUNT;
    excludeTags.aulPropTag[3] = PR_RTF_SYNC_BODY_CRC;
    excludeTags.aulPropTag[4] = PR_RTF_SYNC_BODY_TAG;
    excludeTags.aulPropTag[5] = PR_RTF_SYNC_PREFIX_COUNT;
    excludeTags.aulPropTag[6] = PR_RTF_SYNC_TRAILING_COUNT;

    // copy message properties to IMessage object opened on top of
    // IStorage.
    hRes = pMessage->CopyTo(0, NULL,
                            (LPSPropTagArray)&excludeTags,
                            NULL, NULL,
                            (LPIID)&IID_IMessage,
                            pIMsg, 0, NULL );

    // save changes to IMessage object.
    pIMsg -> SaveChanges ( KEEP_OPEN_READWRITE );

    // save changes in storage of new doc file
    hRes = pStorage -> Commit(STGC_DEFAULT);

    // free objects and clean up memory
    MAPIFreeBuffer ( lpWideCharStr );
    pStorage->Release();
    pIMsg->Release();
    CloseIMsgSession ( pMsgSession );

    pStorage = NULL;
    pIMsg = NULL;
    pMsgSession = NULL;
    lpWideCharStr = NULL;

    return hRes;
}
				
todas as versões do Outlook e o cliente do Exchange suportam CLSID_MailMessage como documento composto. O único motivo para utilizar um CLSID diferente é para suportar outros clientes que utilizam um CLISD diferente quando escrever mensagens para armazenamento estruturado.

Quando guardar mensagens que têm um grande número de destinatários ou anexos, é possível que a operação CopyTo falhará com MAPI_E_NOT_ENOUGH_MEMORY. Isto se a um problema conhecido com armazenamento estruturado e transmissões em sequência. Sempre que um novo anexo ou destinatário é adicionada à mensagem a ser guardada no armazenamento estruturado, é aberto um novo ficheiro de armazenamento de raiz. Estes ficheiros não estão fechados até que a transacção é concluída. Uma vez que o sistema operativo impõe um limite no número de ficheiros de armazenamento de raiz abertos em simultâneo, não existe nenhuma solução conhecida. Para obter informações adicionais, clique no número de artigo existente abaixo para visualizar o artigo na base de dados de conhecimento da Microsoft:
163202Limite do número de ficheiros de armazenamento Simultaeously abrir raiz
Todas as versões do Outlook são afectadas por esta limitação também.

Propriedades

Artigo: 171907 - Última revisão: 18 de agosto de 2005 - Revisão: 2.5
A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft Office Outlook 2007
  • Microsoft Messaging Application Programming Interface
  • Microsoft Exchange Client 5.5
  • Microsoft Exchange Client 5.0
  • Microsoft Exchange Client 4.0
  • Microsoft Exchange Client 5.0
Palavras-chave: 
kbmt kbinfo kbmsg KB171907 KbMtpt
Tradução automática
IMPORTANTE: Este artigo foi traduzido por um sistema de tradução automática (também designado por Machine translation ou MT), não tendo sido portanto revisto ou traduzido por humanos. A Microsoft tem artigos traduzidos por aplicações (MT) e artigos traduzidos por tradutores profissionais. O objectivo é simples: oferecer em Português a totalidade dos artigos existentes na base de dados do suporte. Sabemos no entanto que a tradução automática não é sempre perfeita. Esta pode conter erros de vocabulário, sintaxe ou gramática? erros semelhantes aos que um estrangeiro realiza ao falar em Português. A Microsoft não é responsável por incoerências, erros ou estragos realizados na sequência da utilização dos artigos MT por parte dos nossos clientes. A Microsoft realiza actualizações frequentes ao software de tradução automática (MT). Obrigado.
Clique aqui para ver a versão em Inglês deste artigo: 171907

Submeter comentários

 

Contact us for more help

Contact us for more help
Connect with Answer Desk for expert help.
Get more support from smallbusiness.support.microsoft.com