Descrição dos parâmetros de configuração do Windows 95, Windows 98 e do Windows Me

Traduções de Artigos Traduções de Artigos
Artigo: 186111 - Ver produtos para os quais este artigo se aplica.
Este artigo foi publicado anteriormente em PT186111
Expandir tudo | Reduzir tudo

Nesta página

Sumário

Este artigo descreve os parâmetros que podem ser utilizados com os programas de configuração do Windows 95, do Windows 98 e do Windows Millennium Edition (Me). Repare que alguns dos parâmetros apenas podem ser utilizados em certas versões do Windows.

Mais Informação

Windows 98 e Windows Me

  • /m - Este parâmetro evita a reprodução dos ficheiros de som (.wav) do programa de configuração.
  • /na - Este parâmetro evita a verificação de programas e pode ser utilizado com os seguintes valores:
    • 0: predefinido
    • 1: Não é feita verificação de programas baseados em Windows e os programas baseados em MS-DOS são bloqueados.
    • 2: Não é feita verificação de programas baseados em MS-DOS e os programas baseados em Windows são bloqueados.
    • 3: Não é feita verificação de programas baseados em Windows ou em MS-DOS.

  • /nf - Não pede que seja removida a disquete da unidade de disquetes (para CD-ROMs de arranque).
    • O mesmo que se existir um ficheiro chamado BOOTCD na pasta de CAB.
    • O mesmo que se existir uma linha "BootCD=1" no ficheiro Msbatch.inf.

  • /nh - Este parâmetro ignora a execução do programa Hwinfo.exe em 0 por cento de ficheiros e em RunOnce.
  • /nx - Não verifica a versão do Setupx que está a ser executada.
  • /ie - Este parâmetro ignora a apresentação dos ecrãs do assistente de disquete de arranque do Windows 98. Se este parâmetro for utilizado, a pasta Windows\Command\EBD não será criada.
  • /iv - Este parâmetro ignora a apresentação dos ecrãs do programa de configuração durante uma actualização do Windows.

Windows 95, Windows 98 e Windows Me

  • /? - Este parâmetro fornece um breve resumo dos parâmetros de configuração disponíveis e da correcta sintaxe da linha de comandos para utilizá-los.
  • /c - Este parâmetro ignora a execução do SMARTDrive.
  • /d - Este parâmetro ignora a utilização da configuração existente do Windows (como os ficheiros Win.ini e System.ini actuais).
  • /l - Utilize este parâmetro caso tenha um rato Logitech e pretenda activá-lo durante a execução do programa de configuração.
  • /n - Este parâmetro determina a execução do programa de configuração sem rato.
  • -s - Utilize este parâmetro para usar um ficheiro Setup.inf alternativo.
  • /t: dir - Este parâmetro permite especificar para onde é que o programa de configuração copia os respectivos ficheiros temporários. AVISO: Quaisquer ficheiros existentes nesta pasta serão eliminados.
  • /ig - Permite que o programa de configuração seja executado em alguns computadores Gateway e Micron mais antigos e com uma BIOS mais antiga.
  • /ih - Este parâmetro determina que o programa de configuração execute o ScanDisk em primeiro plano.
  • /im - Determina que o programa de configuração ignore o teste à memória convencional.
  • /iq - Se utilizar o parâmetro /is para evitar a execução do ScanDisk ou se o ScanDisk não for concluído com sucesso, o programa de configuração verifica a existência de ficheiros com ligações cruzadas na unidade. O parâmetro /iq impede que o programa de configuração faça isto.
  • /is - Este parâmetro determina que o programa de configuração não execute o ScanDisk.
  • /it - Este parâmetro ignora a verificação da existência de programas TSR (Terminate-and-stay-resident) 'sujos' ou 'letais' que sejam conhecidos por causar problemas com o programa de configuração do Windows.
  • /p - Este parâmetro determina que o programa de configuração transfira cadeias directamente para o Gestor de detecção (ou Sysdetmg.dll). O programa de configuração não interpreta o conteúdo da cadeia. A cadeia pode conter uma ou mais opções de detecção.
    O parâmetro /p não é utilizado autonomamente.

Definição do parâmetro /p

  • A cadeia pode conter um ou mais parâmetros de detecção separados por ponto e vírgula (;) Por exemplo, se pretender utilizar /p f e /p i deverá escrever setup /p f;i .
  • Alguns parâmetros são apenas de activação/desactivação. A ausência do parâmetro implica desactivação; a presença do parâmetro implica activação. Um sinal de subtracção (-) acrescentado imediatamente após um parâmetro desactiva-o.
  • Alguns parâmetros recebem o formato c = params . Se existir mais do que um parâmetro para um comando, estes serão separados por uma vírgula (,).
  • Não devem existir quaisquer espaços na cadeia de opções de detecção.

Parâmetros de detecção válidos

  • a - Este parâmetro activa a detecção de segurança. Determina que cada módulo de detecção tente métodos de detecção mais seguros. Os métodos de detecção mais seguros podem não detectar dispositivos correctamente.
    A predefinição é activada durante a execução do programa. A predefinição é desactivada noutros casos.
    Exemplo: setup /p a
  • b - Este parâmetro activa o modo perguntar antes. Pede confirmação antes de cada módulo de detecção ser chamado para que se possa identificar cada módulo de detecção e decidir se se pretende ignorá-lo.
    A predefinição é desactivada.
    Exemplo: setup /p b
  • c - Este parâmetro activa a detecção de classes. A detecção de classes é um mecanismo de pesquisa de indícios da existência de um certo tipo de dispositivo. Por exemplo, a detecção de classes de placas procura indícios no Config.sys e no System.ini da existência de controladores de CD-ROM. Caso não encontre nenhum, o programa de configuração apresenta uma caixa de verificação em que pergunta se existe uma unidade de CD-ROM.
    A predefinição é activada durante a execução do programa. Quando se utiliza a ferramenta Adicionar novo hardware e a detecção ancoragem/desancoragem, a predefinição é desactivada.
    Exemplo: setup /p c
  • c- - Desactiva a detecção de classes de segurança. Por exemplo, este parâmetro determina que o programa de configuração faça sempre pesquisas em todas as placas de rede, placas de som e unidades de CD-ROM.
    Exemplo: setup /p c-
  • d= nome - Este parâmetro detecta apenas os módulos de detecção listados, em que nome é o nome de um módulo de detecção ou o nome de uma classe de dispositivos.
    Os nomes dos módulos de detecção (tal como DetectPIC e DetectAHA154x) podem ser encontrados no ficheiro Msdet.inf. Os nomes das classes de dispositivos podem ser SCSIAdapter, net, etc.
    Exemplo: setup /p d=detectpic
  • e - Este parâmetro activa a detecção em modo de configuração.
    A predefinição é activada durante a execução do programa. A predefinição é desactivada noutros casos.
    Exemplo: setup /p e
  • f - Este parâmetro activa o modo de limpeza de registo. Determina que a detecção elimine a chave do registo HKEY_LOCAL_MACHINE\Enum\Root antes de iniciar. Este parâmetro é ignorado quando o programa de configuração é executado com a interface gráfica de utilizador (GUI, Graphical User Interface) do Windows 95
    NOTA: Este parâmetro é sempre ignorado no Windows 98, no Windows 98 Segunda Edição e no Windows Me, mesmo que o programa de configuração seja executado a partir do MS-DOS.
    A predefinição é desactivada.
    Exemplo: setup /p f
  • g= n - Este parâmetro determina o nível de verbosidade, em que n é um valor de 0 a 3.
    Este parâmetro controla o nível de verbosidade da barra de evolução incorporada. No nível máximo (3) mostra todos os recursos dos dispositivos detectados com a barra de evolução. Este parâmetro ajuda a identificar o módulo de detecção que provoca determinado problema. Por exemplo, se o rato deixa de responder (não reage) durante a detecção mas o sistema continua em actividade, não é possível determinar a partir dos ficheiros de registo qual o módulo que fez com que o rato deixasse de responder. Ao activar esta opção e ao mover constantemente o rato durante a execução do programa de configuração, é possível determinar qual o módulo que faz com que o rato deixe de responder.
    A predefinição é desactivada (0).
    Exemplo: setup /p g=3
  • i - Este parâmetro determina que o programa de configuração não comunique a existência de uma BIOS Plug and Play. É útil em computadores que têm uma BIOS Plug and Play que não esteja identificada no ficheiro Machine.inf Exemplo: setup /p i
  • j - Este parâmetro determina que o programa de configuração anule os resultados do parâmetro Setup /p i /L1. Este parâmetro só deve ser utilizado depois de actualizada a BIOS Plug and Play de um computador que precisou de executar Setup /p i .
    Exemplo: setup /p j
    NOTA: Em Windows 98, o parâmetro /p j é necessário para activar o suporte de ACPI. O Windows 98 mantém uma lista de BIOS para computadores ACPI, deste modo, quando os fabricantes de BIOS criam novas BIOS válidas para ACPI, este procedimento permite que o Windows 98 as reconheça.
  • l= n - Este parâmetro determina o nível de registo para Detlog.txt, em que n é um valor de 0 a 3.
    A predefinição é o registo máximo (3).
    Exemplo: setup /p l=0
  • m - Este parâmetro activa o modo Mini-windows.
    Este só é activado quando o programa de configuração é executado em MS-DOS.
    Exemplo: setup /p m
  • n - Este parâmetro activa o modo de não recuperação. Esta opção pode ser utilizada para desactivar o mecanismo de recuperação do programa de configuração do Windows 95 (por exemplo, este parâmetro impede a criação do ficheiro Detcrash.log).
    A predefinição é desactivada.
    Exemplo: setup /p n
  • o= traceoutput - Este parâmetro especifica o rastreio da saída. A informação é escrita no ficheiro Tracelog.txt no directório actual.
    Esta opção está apenas disponível na versão de depuração do Sysdetmg.dll.
    Exemplo: setup /p o
  • p - Este parâmetro activa o registo de desempenho. Escreve a informação relativa aos tempos de desempenho no ficheiro DETLOG.TXT.
    A predefinição é desactivada.
    Exemplo: setup /p p
  • r - Este parâmetro activa o modo de recuperação. Determina que a detecção utilize o ficheiro Detcrash.log, caso exista, para recuperação. Se este parâmetro não estiver activado, a detecção irá ignorar e eliminar o ficheiro Detcrash.log caso o encontre.
    Este parâmetro é utilizado se a recuperação de segurança for seleccionada durante a execução do programa de configuração, caso contrário, não é utilizado.
    Exemplo: setup /p r
  • s= nome - Este parâmetro ignora os módulos de detecção listados ou classes de módulos de detecção, em que nome é o nome de um módulo de detecção ou o nome de uma classe de dispositivos.
    Os nomes dos módulos de detecção (tais como DetectPIC e DetectAHA154x) estão no ficheiro Msdet.inf. Os nomes das classes de dispositivos são SCSIAdapter, net, etc.
    Exemplo: setup /p s=detectpic
  • t= n - Este parâmetro especifica o nível de rastreio, em que n é um valor de 0 a 9.
    A predefinição é desactivada (0).
    Esta opção só está disponível na versão de depuração do Sysdetmg.dll.
    Exemplo: setup /p t=9
  • v - Este parâmetro activa o modo verificar apenas. A detecção tem duas fases:
    • Verificação de dispositivos existentes no registo.
    • Detecção de novos dispositivos.

  • Este parâmetro determina que a detecção execute apenas a primeira fase. Este parâmetro é utilizado pelo assistente PCMCIA para verificar dispositivos legacy no registo.

  • A predefinição é desactivada.
    Exemplo: setup /p v
  • A predefinição é desactivada. x= res list - Este parâmetro exclui os recursos listados da detecção, em que res list é um dos seguintes:
    • io(xxx-yyy,xxx-yyy,...)
    • mem(xxxxx-yyyyy,xxxxx-yyyyy,...)
    • irq(x,y,z,...)
    • dma(x,y,z,...)
    Este parâmetro protege recursos de modo a que nenhum módulo de detecção lhes possa aceder.
    Exemplo: setup /p x=io(300-30f,240-24f)

Propriedades

Artigo: 186111 - Última revisão: 24 de setembro de 2011 - Revisão: 3.0
A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft Windows 95
Palavras-chave: 
kbinfo kbsetup kbwinme win95 win98 win98se KB186111

Submeter comentários

 

Contact us for more help

Contact us for more help
Connect with Answer Desk for expert help.
Get more support from smallbusiness.support.microsoft.com