Utilizar o NSlookup.exe

Traduções deste artigo Traduções deste artigo
ID do artigo: 200525 - Exibir os produtos aos quais esse artigo se aplica.
Expandir tudo | Recolher tudo

Neste artigo

Sumário

Nslookup.exe é uma ferramenta administrativa de linha de comando para testar e solucionar problemas de servidores DNS. Essa ferramenta é instalada junto com o protocolo TCP/IP através do painel de controle. Este artigo inclui várias dicas para usar o Nslookup.exe.

Mais Informações

Para usar o Nslookup.exe, observe o seguinte:
  • O protocolo TCP/IP deve ser instalado no computador com o Nslookup.exe
  • Pelo menos um servidor DNS deve ser especificado ao executar o comando IPCONFIG /ALL de um prompt de comando.
  • Nslookup sempre devolverá o nome do contexto atual. Se você falhar em qualificar totalmente uma consulta de nome (isto é, usar ponto à direita), a consulta será anexada ao contexto atual. Por exemplo, as configurações atuais do DNS são att.com e uma consulta é executada em www.microsoft.com; a primeira consulta sairá como www.microsoft.com.att.com porque a consulta não é qualificada. Este comportamento pode ser inconsistente com outras versões de fornecedor de Nslookup, e este artigo é apresentado para esclarecer o comportamento do Nslookup.exe do Microsoft Windows NT
  • Se você tiver implementado o uso da lista de pesquisa na Ordem de Pesquisa de Sufixo do Domínio na guia DNSda página Propriedades Microsoft TCP/IP, a devolução não ocorrerá. A consulta será acrescentada aos sufixos do domínio especificados na lista. Para evitar o uso da lista de pesquisa, use sempre o Nome de domínio totalmente qualificado (isto é, adicione o ponto à direita ao nome).

Nslookup.exe pode ser executado de dois modos: interativo e não interativo. O modo não interativo é útil quando apenas uma única folha de dados deve ser devolvida. A sintaxe para o modo não interativo é:

   nslookup [-option] [hostname] [server]
				

Para iniciar o Nslookup.exe no modo interativo, digite "nslookup" no prompt de comando:

   C:\> nslookup
   Default Server:  nameserver1.domain.com
   Address:  10.0.0.1
   >
				

Digitar "help" ou "?" no prompt de comando gerará uma lista dos comandos disponíveis. Qualquer dado digitado no prompt de comando que não for reconhecido como um comando válido é considerado como um nome de host e haverá uma tentativa de resolvê-lo, usando o servidor padrão. Para interromper os comandos interativos, pressione CTRL + C. Para sair do modo interativo e retornar ao prompt de comando, digite Sair no prompt de comando.

A seguir está a saída de ajuda que contém a lista completa de opções:

Commands:   (identifiers are shown in uppercase, [] means optional)

 NAME            - print info about the host/domain NAME using default 
                   server
 NAME1 NAME2     - as above, but use NAME2 as server
 help or ?       - print info on common commands
 set OPTION      - set an option

    all                 - print options, current server and host
    [no]debug           - print debugging information
    [no]d2              - print exhaustive debugging information
    [no]defname         - append domain name to each query
    [no]recurse         - ask for recursive answer to query
    [no]search          - use domain search list
    [no]vc              - always use a virtual circuit
    domain=NAME         - set default domain name to NAME
    srchlist=N1[/N2/.../N6] - set domain to N1 and search list to N1, N2, 
                          and so on
    root=NAME           - set root server to NAME
    retry=X             - set number of retries to X
    timeout=X           - set initial time-out interval to X seconds
    type=X              - set query type (for example, A, ANY, CNAME, MX, 
                          NS, PTR, SOA, SRV)
    querytype=X         - same as type
    class=X             - set query class (for example, IN (Internet), ANY)
    [no]msxfr           - use MS fast zone transfer
    ixfrver=X           - current version to use in IXFR transfer request

 server NAME     - set default server to NAME, using current default server
 lserver NAME    - set default server to NAME, using initial server
 finger [USER]   - finger the optional NAME at the current default host
 root            - set current default server to the root
 ls [opt] DOMAIN [> FILE] - list addresses in DOMAIN (optional: output to 
                  FILE)

    -a          -  list canonical names and aliases
    -d          -  list all records
    -t TYPE     -  list records of the given type (for example, A, CNAME, 
                   MX, NS, PTR, and so on)

 view FILE       - sort an 'ls' output file and view it with pg
 exit            - exit the program
				

Algumas opções diferentes podem ser definidas no Nslookup.exe ao executar o comando set no prompt de comando. Uma listagem completa dessas opções é obtida ao digitar set all. Consulte o comando set acima para obter uma impressão das opções disponíveis.


Procurando diferentes tipos de dados

Para procurar diferentes tipos de dados no espaço do nome de domínio, use o comando set type ou set q[uerytype] no prompt de comando. Por exemplo, para consultar os dados de servidor de mensagens, digite o seguinte:
   C:\> nslookup
   Default Server:  ns1.domain.com
   Address:  10.0.0.1

   > set q=mx
   > mailhost
   Server:  ns1.domain.com
   Address:  10.0.0.1

   mailhost.domain.com     MX preference = 0, mail exchanger =
                           mailhost.domain.com
   mailhost.domain.com     internet address = 10.0.0.5
   >
				

Na primeira vez que uma consulta é realizada para um nome remoto, a resposta é autoritária, mas as consultas subsequentes não são autoritárias. Na primeira vez que um host remoto é consultado, o servidor DNS local contata o servidor DNS que é autoritário para esse domínio. O servidor DNS local armazenará em cache esta informação, de forma que as consultas subsequentes sejam respondidas de forma não autoritária fora do cache do servidor local.


Consultando diretamente de outro servidor de nome

Para consultar outro servidor de nome diretamente, use os comandos servidor ou lserver para alternar para esse servidor de nome. O comando lserver usa o servidor local para obter o endereço do servidor para alternar, enquanto o comando do servidor usa o servidor padrão atual para obter o endereço.

Exemplo:
   C:\> nslookup

   Default Server:  nameserver1.domain.com
   Address:  10.0.0.1

   > server 10.0.0.2

   Default Server:  nameserver2.domain.com
   Address:  10.0.0.2
   >
				

Usando Nslookup.exe para transferir a zona inteira

Nslookup pode ser usado para transferir uma zona inteira usando o comando ls. Isso é útil para ver todos os hosts em um domínio remoto. A sintaxe para o comando ls é:

   ls [- a | d | t type] domain [> filename]
				

O uso de ls sem argumentos faz retornar uma lista de todos os dados de servidores de nomes e endereços. O parâmetro -a retornará nomes canônicos e alias, -d retornará todos os dados e -t filtrará por tipo.

Exemplo:

   >ls domain.com
   [nameserver1.domain.com]
    nameserver1.domain.com.    NS     server = ns1.domain.com
    nameserver2.domain.com                 NS     server = ns2.domain.com
    nameserver1                            A      10.0.0.1
    nameserver2                            A      10.0.0.2

   >
				

As transferências de zonas podem ser bloqueadas no servidor DNS de forma que apenas os endereços ou redes autorizados possam desempenhar essa função. O seguinte erro será retornado se a zona de segurança tiver sido definida:
*** Não é possível listar o domínio example.com.: Consulta recusada

Para obter informações adicionais, consulte o(s) seguinte(s) artigo(s) na Base de Dados de Conhecimento Microsoft:
193837 Configurações de Segurança de Zona Padrão do Windows NT 4.0 DNS Server

Nslookup.exe para solução de problemas

Tempo limite expirado do servidor padrão

Ao iniciar o utilitário Nslookup.exe utility, podem ocorrer os seguintes erros:
*** Não é possível localizar o nome do servidor para o endereço w.x.y.z: Tempo limite expirado

OBSERVAÇÃO: w.x.y.z é o primeiro servidor DNS exibido na lista Ordem de Pesquisa de Serviços DNS.

*** Não é possível localizar o nome do servidor para o endereço 127.0.0.1: Tempo limite expirado

O primeiro erro indica que o servidor DNS não pode ser atingido ou o serviço não está sendo executado neste computador. Para corrigir esse problema, inicie o serviço DNS no servidor ou verifique se há problemas de conectividade.

O segundo erro indica que nenhum servidor foi definido na lista de Ordem de Pesquisa do Serviço DNS. Para corrigir esse problema, adicione o endereço IP de um servidor DNS válido para esta lista.

Para obter informações adicionais, consulte o(s) seguinte(s) artigo(s) na Base de Dados de Conhecimento Microsoft:
172060 NSLOOKUP: Não é possível localizar o nome para o endereço 127.0.0.1

Não é possível localizar o nome do servidor ao iniciar o Nslookup.exe

Ao iniciar o utilitário Nslookup.exe, pode ocorrer o seguinte erro:

*** Não é possível localizar o nome do servidor para o endereço w.x.y.z: Domínio inexistente


Este erro ocorre quando há um registro PTR para o endereço IP do servidor de nome. Quando Nslookup.exe for iniciado, ele faz uma pesquisa inversa para obter o nome do servidor padrão. Se não há nenhum dado PTR, essa mensagem de erro será retornada. Para corrigir, certifique-se de que uma zona de pesquisa inversa existe e contém registros PTR para os servidores de nomes.

Para obter informações adicionais, consulte o(s) seguinte(s) artigo(s) na Base de Dados de Conhecimento Microsoft:
172953 Como Instalar e Configurar o Servidor DNS da Microsoft

Falha do Nslookup no domínio filho

Ao consultar ou executar uma transferência de zona em um domínio filho, o Nslookup pode retornar os seguintes erros:

*** ns.domain.com não pode localizar child.domain.com.: Domínio inexistente
*** Não é possível listar o domínio child.domain.com.: Domínio inexistente


No Gerenciador DNS, pode ser adicionado um novo domínio na zona primária, criando assim um domínio filho. Ao criar um domínio filho dessa forma, um arquivo db separado não será criado, assim, a consulta desse domínio ou a execução da zona de transferência no mesmo produzirá os erros acima. A execução de uma transferência de zona no domínio pai listará os dados para os domínios pai e filho. Para resolver esse problema, crie uma nova zona primária no servidor DNS para o domínio filho.
Observação: este é um artigo de ?PUBLICAÇÃO RÁPIDA? criado diretamente pela organização de suporte da Microsoft. As informações aqui contidas são fornecidas no presente estado, em resposta a questões emergentes. Como resultado da velocidade de disponibilização, os materiais podem incluir erros tipográficos e poderão ser revisados a qualquer momento, sem aviso prévio. Consulte os Termos de Uso para ver outras informações.

Propriedades

ID do artigo: 200525 - Última revisão: terça-feira, 3 de dezembro de 2013 - Revisão: 2.0
A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft Windows 2000 Server
  • Microsoft Windows 2000 Advanced Server
  • Microsoft Windows NT Server 4.0 Standard Edition
Palavras-chave: 
kbinfo KB200525

Submeter comentários

 

Contact us for more help

Contact us for more help
Connect with Answer Desk for expert help.
Get more support from smallbusiness.support.microsoft.com