Utilizar a ferramenta NSlookup.exe

Traduções de Artigos Traduções de Artigos
Artigo: 200525 - Ver produtos para os quais este artigo se aplica.
Expandir tudo | Reduzir tudo

Nesta página

Sumário

O Nslookup.exe é uma ferramenta administrativa da linha de comandos para efeitos de teste e resolução de problemas de servidores de DNS. Esta ferramenta é instalada juntamente com o protocolo TCP/IP através do Painel de controlo (Control Panel). Este artigo inclui diversas sugestões de utilização da ferramenta Nslookup.exe.

Mais Informação

Para utilizar a ferramenta Nslookup.exe, tenha em conta o seguinte:
  • O protocolo TCP/IP tem de estar instalado no computador que está a executar a ferramenta Nslookup.exe
  • Deverá existir pelo menos um servidor de DNS especificado quando executar o comando IPCONFIG /ALL a partir de uma linha de comandos
  • A ferramenta Nslookup devolverá sempre o nome a partir do contexto actual. Se não conseguir qualificar uma consulta de nome na totalidade (isto é, utilizar o ponto decimal), a consulta será acrescentada ao contexto actual. Por exemplo, as definições de DNS actuais são att.com e é efectuada uma consulta em www.microsoft.com; a primeira consulta será efectuada como www.microsoft.com.att.com uma vez que se trata de uma consulta não qualificada. Este comportamento poderá ser inconsistente relativamente a outras versões do fornecedor da Nslookup e este artigo é apresentado de modo a clarificar o comportamento de Nslookup.exe no Microsoft Windows NT
  • Se tiver implementado a utilização da lista de procura na Ordem de procura por sufixo de domínio (Domain Suffix Search Order) definida no separador DNS da página Propriedades de TCP/IP (Microsoft TCP/IP Properties), a devolução não ocorrerá. A consulta será acrescentada aos sufixos de domínio especificados na lista. Para evitar utilizar a lista de procura, utilize sempre um nome de domínio totalmente qualificado (isto é, adicione o ponto decimal ao nome).

A ferramenta Nslookup.exe pode ser executada em dois modos: interactivo e não interactivo. O modo não interactivo é útil quando é necessário devolver apenas um único conjunto de dados. A sintaxe do modo não interactivo é:

   nslookup [-opção] [nome_anfitrião] [servidor]
				

Para iniciar a ferramenta Nslookup.exe no modo interactivo, escreva simplesmente "nslookup" na linha de comandos:

   C:\> nslookup
   Servidor predefinido (Default Server):  servidor_nomes1.domínio.com
   Address:  10.0.0.1
   >
				

Ao escrever "help" ou "?" na linha de comandos será gerada uma lista de comandos disponíveis. Tudo o que escrever na linha de comandos que não seja reconhecido como um comando válido é assumido como um nome de anfitrião e é efectuada uma tentativa de resolver o mesmo utilizando o servidor predefinido. Para interromper os comandos interactivos, prima CTRL+C. Para sair do modo interactivo e voltar à linha de comandos, escreva exit na linha de comandos.

Segue-se o resultado da ajuda que contém também uma lista completa de opções:

Comandos:   (os identificadores são apresentados em maiúsculas, [] significa opcional)

 NAME            - imprimir informações sobre o NAME do anfitrião/domínio utilizando o servidor 
                   predefinido
 NAME1 NAME2     - como o anterior, mas utilizando NAME2 como servidor
 help ou ?       - imprimir informações sobre os comandos comuns
 set OPTION      - definir uma opção

    all                 - imprimir opções, servidor actual e anfitrião
    [no]debug           - imprimir informações de depuração
    [no]d2              - imprimir informações de depuração exaustivas
    [no]defname         - acrescentar o nome do domínio a cada consulta
    [no]recurse         - pedir uma resposta recursiva para a consulta
    [no]search          - utilizar a lista de procura de domínios
    [no]vc              - utilizar sempre um circuito virtual
    domain=NAME         - definir o domínio predefinido como NAME
    srchlist=N1[/N2/.../N6] - definir o domínio como N1 e a lista de procura como N1, N2, 
                          etc.
    root=NAME           - definir o servidor raiz como NAME
    retry=X             - definir o número de repetições para X
    timeout=X           - definir o intervalo de tempo de espera inicial como X segundos
    type=X              - definir o tipo de consulta (ex. A, ANY, CNAME, MX, 
                          NS, PTR, SOA, SRV)
    querytype=X         - o mesmo que o tipo
    class=X             - definir a classe de consulta (ex. IN (Internet), ANY)
    [no]msxfr           - utilizar a transferência de zona rápida de MS
    ixfrver=X           - a versão actual a utilizar num pedido de transferência IXFR

 server NAME     - definir o servidor predefinido como NAME, utilizando o servidor predefinido actual
 lserver NAME    - definir o servidor predefinido como NAME, utilizando o servidor inicial
 finger [USER]   - finger do NAME opcional no anfitrião predefinido actual
 root            - definir o servidor predefinido actual como raiz
 ls [opt] DOMAIN [> FILE] - lista de endereços no DOMAIN (opcional: saída para 
                  FILE)

    -a          -  lista de nomes canónicos e aliases
    -d          -  lista de todos os registos
    -t TYPE     -  lista os registos do tipo indicado (ex.: A, CNAME, 
                   MX, NS, PTR etc.)

 view FILE       - ordena um ficheiro de saída 'ls' e apresenta-o com pg
 exit            - sair do programa
				

É possível definir várias opções diferentes na ferramenta Nslookup.exe executando o comando set na linha de comandos. Poderá obter uma lista completa destas opções escrevendo set all. Consulte acima o comando set para obter uma impressão das opções disponíveis.


Consultar tipos diferentes de dados

Para consultar tipos diferentes de dados dentro do espaço de nomes de domínio, utilize o comando set type ou set q[uerytype] na linha de comandos. Por exemplo, para consultar os dados do servidor de correio, escreva o seguinte:
   C:\> nslookup
   Servidor predefinido (Default Server):  ns1.domínio.com
   Address:  10.0.0.1

   > set q=mx
   > mailhost
   Servidor:  ns1.domínio.com
   Address:  10.0.0.1

   anfitrião_correio.domínio.com     MX preferência (MX preference) = 0, servidor de correio (mail exchanger) =
                           anfitrião_correio.domínio.com
   anfitrião_correio.domínio.com     endereço Internet (internet address) = 10.0.0.5
   >
				

Quando efectuar uma consulta de um nome remoto pela primeira vez, a resposta é autoritária, mas para consultas subsequentes serão não autoritárias. A primeira vez que um anfitrião remoto é consultado, o servidor de DNS local contacta o servidor de DNS com autoridade sobre o domínio. O servidor de DNS local colocará essas informações em cache, de modo a que consultas subsequentes sejam respondidas sem autoridade fora da cache do servidor local.


Consultar directamente a partir de outro servidor de nomes

Para consultar outro servidor de nomes directamente, utilize os comandos server ou lserver para mudar para esse servidor de nomes. O comando lserver utiliza o servidor local para obter o endereço do servidor para o qual pretende mudar, enquanto o comando server utiliza o servidor predefinido actual para obter o endereço.

Exemplo:
   C:\> nslookup

   Servidor predefinido (Default Server):  servidor_nomes1.domínio.com
   Address:  10.0.0.1

   > servidor (server) 10.0.0.2

   Servidor predefinido (Default Server):  servidor_nomes2.domínio.com
   Address:  10.0.0.2
   >
				

Utilizar a ferramenta Nslookup.exe para transferir toda a zona

A ferramenta Nslookup pode ser utilizada para transferir toda uma zona utilizando o comando ls. Este procedimento é útil para ver todos os anfitriões dentro de um domínio remoto. A sintaxe do comando ls é:

   ls [- a | d | t tipo] domínio [> ficheiro]
				

A utilização de ls sem argumentos devolverá uma lista de todos os endereços e dados do servidor de nomes. O parâmetro -a devolverá aliases e nomes canónicos, -d devolverá todos os dados e -t filtrará por tipo.

Exemplo:

   >ls domínio.com
   [servidor_nomes1.domínio.com]
    servidor_nomes1.domínio.com.    NS     servidor (server) = ns1.domínio.com
    servidor_nomes2.domínio.com                 NS     servidor (server) = ns2.domínio.com
    servidor_nomes1                            A      10.0.0.1
    servidor_nomes2                            A      10.0.0.2

   >
				

As transferências de zona podem ser bloqueadas no servidor de DNS de modo a que apenas endereços ou redes autorizados possam executar esta função. Será devolvido o seguinte erro se tiver sido definida a segurança da zona:
*** Não é possível listar o domínio exemplo.com.: Query refused

Para obter informações adicionais, consulte o seguinte artigo ou artigos na base de dados de conhecimento da Microsoft (KB, Microsoft Knowledge Base):
193837 Definições de Segurança de Zona Padrão do Windows NT 4.0 DNS Server

Nslookup.exe para solução de problemas

Tempo limite excedido do servidor padrão

Ao iniciar o utilitário Nslookup.exe utility, podem ocorrer os seguintes erros:
*** Não é possível localizar o nome para o endereço w.x.y.z: Timed out

NOTA: w.x.y.z é o primeiro servidor de DNS apresentado na lista de ordem de procura do serviço de DNS.

*** Não é possível localizar o nome para o endereço 127.0.0.1: Timed out

O primeiro erro indica que não é possível contactar o servidor de DNS ou o serviço não está em execução nesse computador. Para corrigir este problema, inicie o serviço de DNS nesse servidor ou verifique a existência de possíveis problemas de conectividade.

O segundo erro indica que não foram definidos servidores na lista de ordem de procura do serviço de DNS. Para corrigir este problema, adicione o endereço IP de um servidor de DNS válido a esta lista.

Para obter informações adicionais, consulte o seguinte artigo ou artigos na base de dados de conhecimento da Microsoft (KB, Microsoft Knowledge Base):
172060 NSLOOKUP: Can't Find Server Name for Address 127.0.0.1

Não é possível localizar o nome do servidor ao iniciar o Nslookup.exe

Ao iniciar o utilitário Nslookup.exe, poderá ocorrer o seguinte erro:

*** Não é possível localizar o nome para o endereço w.x.y.z: Non-existent domain


Este erro ocorre quando não há registos de PTR para o endereço IP do servidor de nomes. Quando o Nslookup.exe é iniciado, efectua uma pesquisa inversa para obter o nome do servidor predefinido. Se não existirem dados de PTR, é devolvida esta mensagem de erro. Para resolver a mesma certifique-se de que existe uma zona de pesquisa inversa e de que a mesma contém registos de PTR dos servidores de nomes.

Para obter informações adicionais, consulte o seguinte artigo ou artigos na base de dados de conhecimento da Microsoft (KB, Microsoft Knowledge Base):
172953 Como Instalar e Configurar o Servidor DNS da Microsoft

Falha do Nslookup no domínio subordinado

Ao consultar ou executar uma transferência de zona num domínio subordinado, o Nslookup pode devolver os seguintes erros:

*** ns.domínio.com não consegue localizar domínio.subordinado.com.: Non-existent domain
*** Não é possível listar o domínio domínio.subordinado.com.: Non-existent domain


No gestor de DNS, poderá ser adicionado um novo domínio na zona primária, criando um domínio subordinado. Ao criar um domínio subordinado deste modo não é criado um ficheiro db diferente para o domínio, assim, ao efectuar uma consulta nesse domínio ou executar uma transferência de zona no mesmo produzirá os erros referidos anteriormente. Ao executar uma transferência de zona no domínio principal, os dados dos domínios principal e subordinado serão listados. Para contornar este problema, crie uma nova zona primária no servidor de DNS para o domínio subordinado.
Nota Este é um artigo de ?PUBLICAÇÃO RÁPIDA? criado directamente a partir da organização de suporte da Microsoft. As informações contidas neste artigo são fornecidas ?tal como estão? em resposta a problemas recentes. Devido à urgência em disponibilizar este artigo, os materiais poderão incluir erros tipográficos e ser revistos em qualquer altura sem aviso prévio. Consulte os Termos de Utilização para outras considerações.

Propriedades

Artigo: 200525 - Última revisão: 2 de julho de 2013 - Revisão: 1.0
A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft Windows 2000 Server
  • Microsoft Windows 2000 Advanced Server
  • Microsoft Windows NT Server 4.0 Standard Edition
Palavras-chave: 
kbinfo KB200525

Submeter comentários

 

Contact us for more help

Contact us for more help
Connect with Answer Desk for expert help.
Get more support from smallbusiness.support.microsoft.com