Como desactivar a colocação de DNS em cache do lado do cliente no Windows 2000

Traduções de Artigos Traduções de Artigos
Artigo: 245437 - Ver produtos para os quais este artigo se aplica.
Este artigo foi publicado anteriormente em PT245437
IMPORTANTE: Este artigo contém informações sobre a edição do registo. Antes de editar o registo, certifique-se de que compreende como o pode restaurar se ocorrer um problema. Para obter informações sobre como efectuar este procedimento, consulte o tópico de ajuda Restaurar o registo no Regedit.exe ou o tópico de ajuda Restaurar uma chave de registo no Regedt32.exe.
Expandir tudo | Reduzir tudo

Nesta página

Sumário

O Windows 2000 contém uma cache do sistema de nomes de domínio (DNS, Domain Name System) do lado do cliente. A colocação de DNS em cache do lado do cliente poderá criar a falsa impressão de que a sequência de repetição contínua do DNS não está a ser efectuada a partir do servidor de DNS para o cliente Windows 2000. Efectuar o ping ao mesmo nome de domínio do registo de tipo A poderá resultar na utilização do mesmo endereço IP por parte do cliente. Este comportamento é diferente daquele que ocorria em sistemas operativos anteriores da Microsoft.

NOTA: Este artigo refere-se à secção cliente do DNS. Não utilize estas informações para efectuar alterações em servidores de DNS.

Mais Informação

O pedido de DNS real está a ser enviado para a cache DNS local. Se a entrada estiver listada na cache, o Windows 2000 utilizará a entrada e não efectuará o pedido ao servidor de DNS. Quando a entrada atinge o tempo limite (com base no respectivo valor TTL, Time to Live), é eliminada da cache DNS local. A tentativa seguinte envia o pedido para o servidor de DNS.

Para visualizar a cache DNS, escreva ipconfig /displaydns numa linha de comandos.

Para eliminar as entradas da cache DNS, escreva ipconfig /flushdns numa linha de comandos.

Para desactivar a colocação de DNS em cache do lado do cliente

AVISO: A utilização incorrecta do Editor de registo pode causar problemas graves que poderão forçar a reinstalação do sistema operativo. A Microsoft não garante que os problemas resultantes da utilização incorrecta do Editor de registo possam ser resolvidos. Todo e qualquer risco decorrente da utilização do Editor de registo é da responsabilidade do utilizador.

Para obter informações sobre como editar o registo, consulte o tópico de ajuda Alterar chaves e valores do Editor de registo (Regedit.exe) ou os tópicos de ajuda Adicionar e eliminar informações no registo e Editar informações de registo do Regedt32.exe. De realçar que deve efectuar uma cópia de segurança do registo antes de o editar. Se estiver a utilizar o Windows NT ou o Windows 2000, deverá também actualizar a disquete de reparação de emergência (ERD, Emergency Repair Disk).

  1. Inicie o Editor de registo/Registry Editor (Regedit.exe).
  2. Localize o valor MaxCacheEntryTtlLimit na seguinte chave de registo:
    HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\Dnscache\Parameters
  3. No menu Editar (Edit), clique em Modificar (Modify). Escreva 1 e, em seguida, clique em OK.
  4. Saia do Editor de registo/Registry Editor.
Repare que esta definição não desactiva realmente a cache DNS do lado do cliente. Em vez disso, o valor máximo de TTL na cache DNS do lado do cliente é reduzido a um segundo. Esta definição dá a impressão de que a cache DNS do lado do cliente foi desactivada. Cada ping sequencial resultará numa consulta de DNS ao servidor de DNS.

Propriedades

Artigo: 245437 - Última revisão: 19 de setembro de 2003 - Revisão: 1.1
A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft Windows 2000 Advanced Server
  • Microsoft Windows 2000 Datacenter Server
  • Microsoft Windows 2000 Professional Edition
  • Microsoft Windows 2000 Server
Palavras-chave: 
kbhowto kbenv KB245437

Submeter comentários

 

Contact us for more help

Contact us for more help
Connect with Answer Desk for expert help.
Get more support from smallbusiness.support.microsoft.com