ID do artigo: 283037 - Exibir os produtos aos quais esse artigo se aplica.
Expandir tudo | Recolher tudo

Sumário

Este artigo descreve o Physical Address Extension (PAE) e o Address Windowing Extensions (AWE) e explica como eles funcionam juntos. Este artigo também descreve as limitações do uso da memória além de 4 gigabytes (GB) inerente aos sistemas operacionais de 32 bits.

Mais Informações

A Physical Adress Extenxion (PAE) recebeu a capacidade do processador IA32 para endereçar mais de 4 gigabytes (GB) de memória física. Os seguintes sistemas operacionais podem usar a PAE para obter vantagens de uma memóra física acima de 4 gigabytes (GB):
  • Microsoft Windows 2000 Advanced Server
  • Microsoft Windows 2000 Datacenter Server
  • Microsoft Windows Server 2003, Enterprise Edition
  • Microsoft Windows Server 2003, Datacenter Edition
Para habilitar a PAE, use a opção /PAE no arquivo Boot.ini.

Observação No Windows Server 2003, a PAE é automaticamente habilitada apenas se o servidor estiver usando dispositivos de inclusão de memória a quente. Neste caso, não é necessário usar a opção /PAE em um sistema configurado, para usar dispositivos de inclusão de memória a quente. Em todos os outros casos, é necessário usar a opção /PAE no arquivo Boot.ini para aproveitar a memória acima de 4GB.

Normalmente, um processo em execução no Windows 2000 ou no Windows Server 2003 pode acessar até 2 GB de espaço de endereço de memória (presumindo que a opção /3GB não foi usada) com uma parte da memória sendo física e outra virtual. Quanto mais programas forem executados (e, por isto, mais processos), mais memória será comprometida até o total de 2 gigabytes (GB) de espaço de endereço.

Quando esta situação ocorre, o processo de paginação aumenta dramaticamente e o desempenho pode sofrer um impacto negativo. Os gerenciadores de memória do Windows 2000 e do Windows Server 2003 usam o PAE para fornecer mais memória física a um programa. Isso reduz a necessidade de trocar a memória do arquivo de paginação e resulta em aumento no desempenho. O programa não está ciente do tamanho real da memória. Todo o gerenciamento e alocação de memória da memória PAE é controlado pelo gerenciador de memória, independentemente dos programas em execução.

As informações anteriores são válidas para os programas em execução quando a opção /3GB é usada. Um programa que solicita 3 gigabytes (GB) de memória é provavelmente mais capaz de ter sua memória na memória física do que ser paginada. Isto aumenta o desempenho de programas capazes de usar a opção /3GB. A exceção ocorre quando a opção /3GB é usada junto com a opção /PAE. Neste caso, o sistema operacional não usa nenhuma memória além de 16 gigabytes (GB). Este comportamento é causado por considerações de espaço da memória virtual do kernel. Por isto, se o sistema reiniciar com a entrada /3GB no arquivo Boot.ini e o sistema possuir mais de 16 gigabytes (GB) de memória física, a memória RAM adicional não será usada pelo sistema operacional. A reinicialização do computador sem a opção /3GB permite o uso de toda a memória física.

O AWE é um conjunto de APIs (application programming interfaces) para as funções de gerenciador de memória, que permite que os programas enderecem mais memória do que os 4 gigabytes (GB) disponíveis por meio do endereçamento de 32 bits padrão. O AWE permite que os programas reservem memória física como memória não paginada e mapeiem dinamicamente partes da memória não paginada para o conjunto de memória em funcionamento do programa. Este processo permite que programas que usam muito a memória, como grandes sistemas de banco de dados, reservem grandes quantidades de memória física para dados, sem precisar acionar um arquivo de paginação para ser usado. Em vez disso, os dados são trocados constantemente e a memória reservada excede os 4 gigabytes (GB). Além disso, o intervalo de memória acima de 4 gigabytes (GB) é exposto ao gerenciador de memória e o AWE funciona pelo PAE. Sem o PAE, o AWE não pode reservar a memória que excede os 4 gigabytes (GB).

A seguir está um exemplo de um arquivo Boot.ini no qual a opção PAE foi adicionada:
[boot loader]
timeout=30
default=multi(0)disk(0)rdisk(0)partition(2)\WINDOWS
[operating systems]
multi(0)disk(0)rdisk(0)partition(2)\WINDOWS="Windows Server 2003, Enterprise" /fastdetect /PAE


Aviso O conteúdo do arquivo Boot.ini irá variar com base na configuração. Para obter mais informações, clique no número abaixo para ler o artigo na Base de Dados de Conhecimento Microsoft (a página pode estar em inglês):
317526 Como editar o arquivo Boot.ini no Windows Server 2003
Para resumir, a PAE é uma função dos gerenciadores de memória do Windows 2000 e do Windows Server 2003 que fornece mais memória física a um programa que solicita mais memória. O programa não está ciente de que qualquer memória que usa reside em um intervalo maior que 4 gigabytes (GB), assim como um programa não está ciente de que a memória que solicitou está, na verdade, no arquivo de paginação.

O AWE é um conjunto de APIs que permite que os programas reservem grandes fragmentos de memória. A memória reservada não é paginada e pode ser acessada apenas por este programa. Para obter informações adicionais sobre o AWE e a PAE, clique no número abaixo para ler o artigo na Base de Dados de Conhecimento Microsoft (a página pode estar em inglês):
268363 Intel Physical Addressing Extensions (PAE) no Windows 2000
Para obter mais informações, visite os seguintes sites da Microsoft:
http://msdn.microsoft.com/pt-br/library/aa213764(SQL.80).aspx
http://msdn.microsoft.com/pt-br/library/ms810461.aspx
Se você adicionar mais memória física ao sistema, possivelmente a BIOS reconhecerá a quantidade total de memória RAM física instalada no servidor, mas o Windows reconhecerá apenas uma parte da RAM. Se o servidor possuir um recurso de memória redundante ou um recurso de espelhamento de memória habilitado, o complemento total da memória pode não estar visível para o Windows. A memória redundante fornece ao sistema um banco de memória de falha quando um banco de memória falha. O espelhamento de memória divide os bancos de memória em um conjunto espelhado. Os dois recursos estão habilitados ou desabilitados na BIOS e não podem ser acessados por meio do Windows. Para modificar as configurações para estes recursos, pode ser necessário consultar o manual de usuário do sistema ou o site do OEM. Como alternativa, pode ser necessário contatar o fornecedor do hardware.

Por exemplo, se estiver executando um sistema que possui 4 gigabytes (GB) de RAM instalados e você adicionar 4 gigabytes (GB) de RAM, o Windows poderá reconhecer apenas 4 gigabytes (GB) de memória física ou possivelmente 6 gigabytes (GB) do total de 8 gigabytes (GB). O recurso de memória redundante ou o de espelhamento de memória pode ser ativado nos novos bancos de memória sem seu conhecimento. Estes sintomas são semelhantes aos sintomas que ocorrem quando você não adiciona a opção /PAE ao arquivo Boot.ini.

Referências

Para obter mais informações, visite o seguinte site da Microsoft:
Suporte do sistema operacional e da PAE http://msdn.microsoft.com/pt-br/windows/hardware/gg487512.aspx
Observação: este é um artigo de ?PUBLICAÇÃO RÁPIDA? criado diretamente pela organização de suporte da Microsoft. As informações aqui contidas são fornecidas no presente estado, em resposta a questões emergentes. Como resultado da velocidade de disponibilização, os materiais podem incluir erros tipográficos e poderão ser revisados a qualquer momento, sem aviso prévio. Consulte os Termos de Uso para ver outras informações.

Propriedades

ID do artigo: 283037 - Última revisão: sexta-feira, 29 de junho de 2012 - Revisão: 1.0
A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft Windows Server 2003, Enterprise Edition (32-bit x86)
  • Microsoft Windows Server 2003, Datacenter Edition (32-bit x86)
  • Microsoft Windows 2000 Advanced Server
Palavras-chave: 
kbenv kbinfo kbmemory KB283037

Submeter comentários

 

Contact us for more help

Contact us for more help
Connect with Answer Desk for expert help.
Get more support from smallbusiness.support.microsoft.com