Testar se existe uma unidade ou directório a partir de um ficheiro de secção

Traduções de Artigos Traduções de Artigos
Artigo: 65994 - Ver produtos para os quais este artigo se aplica.
Expandir tudo | Reduzir tudo

Sumário

Pode utilizar a instrução IF EXIST para verificar a presença de um directório. Por exemplo, para testar C:\WIN e, em seguida, alterar para C:\WIN se existir, utilize o seguinte ficheiro batch:
   C:
   IF NOT EXIST C:\WIN\NUL GOTO NOWINDIR
   CD \WIN
   :NOWINDIR
				

Mais Informação

NUL existe sempre numa unidade FAT MS-DOS local; por conseguinte, se existir C:\WIN, C:\WIN\NUL existe. Também é possível utilizar esta técnica para verificar a existência de uma unidade. Por exemplo:
   IF EXIST E:\NUL GOTO USE_E
				
se é testada uma disquete não formatada ou se a unidade de disquetes estiver vazia, ocorre um erro INT 24 (falha de abortar, repetir,?).

Nenhum destes testes funciona correctamente com dispositivos de rede ou qualquer outro dispositivo que não tenha um sistema de controladas pelo dispositivo controlador de ficheiros FAT de bloco (por exemplo, quando estiver a utilizar Windows for Workgroups 3.11 com acesso a ficheiros 32-bit activado).

Para poder utilizar esta técnica, que deve saber qual o software de rede o cliente é utilizar, o tipo de servidor que está a ligar, e o sistema de ficheiros o servidor está a utilizar.

A tabela seguinte mostra quando IF EXIST devolve NUL:
                                                         With 32-Bit File
                             No 32-Bit    With 32-Bit   Access and NetWare

Drive Type                  File Access   File Access    3.x connectivity

Local FAT                    correctly      always            never
Windows for Workgroups FAT   correctly      always            never
Microsoft LAN Manager HPFS     never        always            never
Windows NT FAT/NTFS            never        always            never
NetWare                      correctly      never             never
				

Propriedades

Artigo: 65994 - Última revisão: 16 de novembro de 2006 - Revisão: 2.1
A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft MS-DOS 3.1
  • Microsoft MS-DOS 3.2 Standard Edition
  • Microsoft MS-DOS 3.21 Standard Edition
  • Microsoft MS-DOS 3.3 Standard Edition
  • Microsoft MS-DOS 3.3a
  • Microsoft MS-DOS 4.0 Standard Edition
  • Microsoft MS-DOS 4.01 Standard Edition
  • Microsoft MS-DOS 5.0 Standard Edition
  • Microsoft MS-DOS 5.0a
  • Microsoft MS-DOS 6.0 Standard Edition
  • Microsoft MS-DOS 6.2 Standard Edition
  • Microsoft MS-DOS 6.21 Standard Edition
  • Microsoft MS-DOS 6.22 Standard Edition
  • Microsoft Windows for Workgroups 3.11
Palavras-chave: 
kbmt KB65994 KbMtpt
Tradução automática
IMPORTANTE: Este artigo foi traduzido por um sistema de tradução automática (também designado por Machine translation ou MT), não tendo sido portanto revisto ou traduzido por humanos. A Microsoft tem artigos traduzidos por aplicações (MT) e artigos traduzidos por tradutores profissionais. O objectivo é simples: oferecer em Português a totalidade dos artigos existentes na base de dados do suporte. Sabemos no entanto que a tradução automática não é sempre perfeita. Esta pode conter erros de vocabulário, sintaxe ou gramática? erros semelhantes aos que um estrangeiro realiza ao falar em Português. A Microsoft não é responsável por incoerências, erros ou estragos realizados na sequência da utilização dos artigos MT por parte dos nossos clientes. A Microsoft realiza actualizações frequentes ao software de tradução automática (MT). Obrigado.
Clique aqui para ver a versão em Inglês deste artigo: 65994
Exclusão de Responsabilidade para Conteúdo sem Suporte na KB
Este artigo foi escrito sobre produtos para os quais a Microsoft já não fornece suporte. Por conseguinte, este artigo é oferecido "tal como está" e deixará de ser actualizado.

Submeter comentários

 

Contact us for more help

Contact us for more help
Connect with Answer Desk for expert help.
Get more support from smallbusiness.support.microsoft.com