Recomendações para gerenciar arquivos de modelo administrativo (.adm) de diretivas de grupo

Traduções deste artigo Traduções deste artigo
ID do artigo: 816662 - Exibir os produtos aos quais esse artigo se aplica.
Expandir tudo | Recolher tudo

Neste artigo

Sumário

Este artigo descreve como os arquivos ADM funcionam, as configurações de diretiva disponíveis para gerenciar suas operações e recomendações sobre como lidar com as situações comuns de gerenciamento de arquivo ADM.

Introdução aos arquivos ADM

Arquivos ADM são arquivos de modelo usados pelas diretivas de grupo para descrever em que local do Registro são armazenadas as configurações de diretiva com base no Registro. Os arquivos ADM também descrevem a interface de usuário que os administradores vêem no snap-in Editor de objeto de diretiva de grupo. O Editor de objeto de diretiva de grupo é usado por administradores quando eles criam ou modificam Objetos da diretiva de grupo (GPOs).

Armazenamento e padrões de arquivo ADM

Na pasta Sysvol de cada controlador de domínio, cada GPO do domínio mantém uma pasta chamada GPT (Modelo de diretiva de grupo). A GPT armazena todos os arquivos ADM usados no Editor de objeto de diretiva de grupo quando os GPOs foram criados ou editados pela última vez.

Cada sistema operacional inclui um conjunto padrão de arquivos ADM. Esses arquivos, são os arquivos padrão carregados pelo Editor de objeto de diretiva de grupo. Por exemplo, o Windows Server 2003 inclui os seguintes arquivos ADM:
  • System.adm
  • Inetres.adm
  • Conf.adm
  • Wmplayer.adm
  • Wuau.adm

Arquivos ADM personalizados

Arquivos ADM personalizados podem ser criados pelos desenvolvedores de programas ou pelos profissionais de TI para estender o uso de configurações de diretiva com base no Registro para novos programas e componentes.

Observação Programas e componentes devem ser desenvolvidos e codificados para reconhecer e responder às configurações da diretiva descritas no arquivo ADM.

Para carregar arquivos ADM no Editor de objeto de diretiva de grupo:
  1. Inicie o Editor de objeto de diretiva de grupo.
  2. Clique com o botão direito do mouse em Modelos administrativos e clique em Adicionar ou remover modelos.

    Observação Modelos administrativos estão disponíveis em Configuração do computador ou Configuração do usuário. Selecione a configuração correta para o seu modelo personalizado.
  3. Clique em Adicionar.
  4. Clique em um arquivo ADM e em Abrir.
  5. Clique em Fechar.
  6. As configurações personalizadas de diretiva do arquivo ADM estão disponíveis no Editor de objeto de diretiva de grupo.

Atualizar os arquivos ADM e os carimbos de data e hora

Cada estação de trabalho administrativa usada para executar o Editor de objeto de diretiva de grupo armazena os arquivos ADM na pasta %windir%\Inf. Quando os GPOs são criados e editados pela primeira vez, os arquivos ADM dessa pasta são copiados para a subpasta Adm no GPT. Isso inclui os arquivos ADM padrão e quaisquer arquivos ADM personalizados adicionados pelo administrador.

Observação Criar um GPO sem editá-lo posteriormente, cria um GPT sem nenhum arquivo ADM.

Por padrão, quando os GPOs são editados, o Editor de objeto de diretiva de grupo compara os carimbos de data e hora dos arquivos ADM na pasta %windir%\Inf da estação de trabalho com aqueles armazenados na pasta de Adm dos GPTs. Se os arquivos da estação de trabalho forem mais novos, o Editor de objeto de diretiva de grupo irá copiá-los para a pasta de Adm do GPT, substituindo quaisquer arquivos existentes na mesma pasta. Essa comparação ocorre quando o nó Modelos administrativos (configuração do computador ou do usuário) estiver selecionado no Editor de objeto de diretiva de grupo, mesmo se o administrador editar o GPO.

Observação Os arquivos ADM armazenados no GPT podem ser atualizados visualizando um GPO no Editor de objeto de diretiva de grupo.

Devido à importância dos carimbos de data e hora no gerenciamento de arquivos ADM, a edição de arquivos ADM fornecidos pelo sistema não é recomendada. Se uma nova configuração de diretiva for necessária, a Microsoft recomenda que você crie um arquivo ADM personalizado. Isso impede a substituição de arquivos ADM fornecidos pelo sistema quando os service packs são lançados.

Console de gerenciamento da diretiva de grupo

Por padrão, o GPMC (Console de gerenciamento da diretiva de grupo) sempre usa arquivos ADM locais, independentemente de seus carimbos de data e hora, e nunca copia os arquivos ADM para a Sysvol. Se um arquivo ADM não for encontrado, o GPMC procura por ele no GPT. Além disso, o usuário do GPMC pode especificar um local alternativo para os arquivos ADM. Se um local alternativo for especificado, esse local prevalecerá.

Duplicação GPO

O FRS (Serviço de duplicação de arquivo) duplica os GPTs para os GPOs por todo o domínio. Como parte do GPT, a subpasta Adm é duplicada para todos os controladores de domínio nele próprio. Como cada GPO armazena diversos arquivos ADM e alguns podem ser bem grandes, você deve entender como os arquivos ADM adicionados ou atualizados ao usar o Editor de objeto de diretiva de grupo podem afetar o tráfego de duplicação.

Usar as configurações da diretiva para controlar as atualizações de arquivo ADM

Duas configurações de diretiva estão disponíveis para ajudar com o gerenciamento dos arquivos ADM. Essas configurações possibilitam que o administrador defina o uso dos arquivos ADM para um ambiente específico. Essas configurações são "Desativar atualizações automáticas de arquivos ADM" e "Sempre usar arquivos ADM locais para o Editor de diretiva de grupo".

Desativar as atualizações automáticas dos arquivos ADM

Essa configuração da diretiva está disponível em Configuração do usuário\Modelos administrativos\Sistema\Diretiva de grupo no Windows Server 2003, no Windows XP e no Windows 2000. Essa configuração pode ser aplicada a qualquer cliente com a Diretiva de grupo ativada.

Sempre usar arquivos ADM locais para o editor da Diretiva de grupo

Essa configuração está disponível em Configuração do computador\Modelos administrativos\Sistema\Diretiva de grupo. Essa é uma nova configuração de diretiva. Ela pode ser aplicada com êxito apenas para os clientes do Windows Server 2003. A configuração pode ser implantada em clientes antigos, mas não terá efeito em seus comportamentos. Se essa configuração estiver ativada, o Editor de objeto de diretiva de grupo sempre usará arquivos ADM locais na pasta do sistema local %windir%\Inf ao editar um objeto da Diretiva de grupo.

Observação Se essa configuração de diretiva estiver ativada, a configuração de diretiva Desativar atualizações automáticas de arquivos ADM será implícita.

Situações comuns e recomendações

Problemas de administração multilíngüe

Em alguns ambientes, pode haver a necessidade das configurações de diretiva serem apresentadas para a interface do usuário em idiomas diferentes. Por exemplo, um administrador nos Estados Unidos pode querer exibir as configurações de diretiva para um GPO específico em inglês, e um administrador na França pode querer exibir o mesmo GPO usando o francês como idioma preferido. Como o GPT pode armazenar apenas um conjunto de arquivos ADM, não é possível usar o GPT para armazenar arquivos ADM para ambos os idiomas.

Não há suporte no Windows 2000 ao uso de arquivos ADM locais pelo Editor de objeto de diretiva de grupo. Para contornar esse problema, use a configuração de diretiva "Desativar atualizações automáticas de arquivos ADM". Como essa configuração de diretiva não afeta a criação de novos GPOs, os arquivos ADM locais serão carregados no GPT no Windows 2000 ea criação de um GPO no Windows 2000 definirá de maneira efetiva "o idioma do GPO?. Se a configuração de diretiva "Desativar atualizações automáticas de arquivos ADM" estiver ativa em todas as estações de trabalho do Windows 2000, o idioma dos arquivos ADM no GPT será definido pelo idioma do computador usado para criar o GPO.

Para os administradores que estiverem usando o Windows XP e o Windows Server 2003, a configuração de diretiva "Sempre usar arquivos ADM locais para o Editor da diretiva de grupo" pode ser usada. Isso possibilita que o administrador francês exiba as configurações de diretiva usando os arquivos ADM instalados localmente em sua estação de trabalho (francês), independentemente do arquivo ADM armazenado no GPT. Observe que ao usar essa configuração de diretiva, é implícito que a configuração de diretiva "Desativar atualizações automáticas de arquivos ADM" esteja habilitada para impedir atualizações desnecessárias dos arquivos ADM para o GPT.

Além disso, leve em consideração a padronização no sistema operacional mais recente da Microsoft para as estações de trabalho administrativas em um ambiente administrativo multilíngüe. Defina, então, as configurações de diretiva "Sempre usar arquivos ADM locais para o Editor da diretiva de grupo" e "Desativar atualizações automáticas de arquivos ADM".

Se as estações de trabalho do Windows 2000 estiverem sendo usadas, use a configuração de diretiva "Desativar atualizações automáticas de arquivos ADM" para os administradores e considere os arquivos ADM no GPT como sendo do idioma efetivo para todas as estações de trabalho do Windows 2000.

Observação As estações de trabalho do Windows XP ainda podem usar suas versões locais, de idiomas específicos.

Problemas com a versão do sistema operacional e do service pack

Cada versão de sistema operacional ou service pack inclui um conjunto de arquivos ADM fornecidos em versões mais antigas, incluindo configurações de diretiva específicas aos sistemas operacionais diferentes daqueles da nova versão. Por exemplo, os arquivos ADM fornecidos com o Windows Server 2003 incluem todas as configurações de diretiva para todos os sistemas operacionais, incluindo os que são relevantes apenas para o Windows 2000 ou para o Windows XP Professional. Isso significa que apenas a exibição de um GPO a partir de um computador com a nova versão de um sistema operacional ou service pack atualiza com eficácia os arquivos ADM. Como as versões mais recentes são normalmente um conjunto de arquivos ADM mais antigos, isso não causa problemas, presumindo que os arquivos ADM usados não foram editados.

Em algumas situações, uma versão de sistema operacional ou service pack pode incluir um conjunto de arquivos ADM fornecidos com versões mais antigas. Isso possui o potencial de apresentar um subconjunto anterior de arquivos ADM, resultando em configurações de diretiva que não são mais visíveis aos administradores quando eles usam o Editor de objeto de diretiva de grupo. No entanto, as configurações de diretiva permanecerão ativas no GPO. Apenas a visibilidade das configurações de diretiva no Editor de objeto de diretiva de grupo é afetada. Nenhuma configuração de diretiva ativa (habilitada ou desabilitada) será visível no Editor de objeto de diretiva de grupo, mas permanecerá ativa. Como as configurações não são visíveis, não é possível para o administrador exibir ou editá-las. Para contornar esse problema, os administradores devem se familiarizar com os arquivos ADM incluídos com cada versão de sistema operacional ou service pack antes de usar o Editor de objeto de diretiva de grupo nesse sistema operacional, lembrando que o ato de exibir um GPO é suficiente para atualizar os arquivos ADM no GPT, quando a comparação do carimbo de data e hora determinar que uma atualização é apropriada.

Para planejar isso para o ambiente, a Microsoft recomenda que uma das duas opções a seguir seja executada:
  • Defina um sistema operacional/service pack padrão no qual todas as exibições e edições de GPOs ocorram, verificando se os arquivos ADM que estão sendo usados incluem as configurações de diretiva para todas as plataformas.
  • Use a configuração de diretiva "Desativar atualizações automáticas de arquivos ADM" para todos os administradores da diretiva de grupo para certificar-se de que os arquivos ADM não são substituídos no GPT por nenhuma sessão do Editor de objeto de diretiva de grupo e verifique se está usando os arquivos ADM mais recentes disponibilizados pela Microsoft.
Observação A diretiva "Sempre usar arquivos ADM locais para o editor de diretiva de grupo" é normalmente usada com essa diretiva, quando é há suporte pelo sistema operacional no qual o Editor de objeto de diretiva de grupo é executado.

Remover arquivos ADM da pasta Sysvol

Por padrão, arquivos ADM são armazenados no GPT e isso pode aumentar de maneira significativa o tamanho da pasta Sysvol. Além disso, a edição freqüente de GPOs pode resultar em uma quantidade significativa de tráfego de duplicação. Usar uma combinação das configurações de diretiva "Desativar atualizações automáticas de arquivos ADM" e "Sempre usar arquivos ADM locais para o editor da diretiva de grupo" pode reduzir bastante o tamanho da pasta Sysvol e reduzir o tráfego de duplicação relacionado à diretiva quando uma quantidade considerável de edições de diretiva ocorre.

Se o tamanho do tráfego de duplicação relacionado ao volume ou à diretiva de grupo da Sysvol se tornar problemático, leve em consideração a implementação de um ambiente no qual a Sysvol não armazena nenhum arquivo ADM. Ou, mantenha os arquivos ADM em estações de trabalho administrativas. Esse processo é descrito na seção a seguir.

Para limpar a pasta Sysvol de arquivos ADM:
  1. Habilite a configuração de diretiva "Desativar atualizações automáticas de arquivos ADM" para todos os administradores de Diretiva de grupo que irão editar as GPOs.
  2. Verifique se essa diretiva foi aplicada.
  3. Copie quaisquer modelos ADM personalizados para a pasta %windir%\Inf.
  4. Edite as GPOs existentes e remova todos os arquivos ADM do GPT. Para fazer isto, clique com o botão direito do mouse em Modelos administrativos e clique em Adicionar ou remover modelo.
  5. Habilite a configuração de diretiva "Sempre usar arquivos ADM locais para o Editor de diretiva de grupo" para estações de trabalho administrativas.

Manter os arquivos ADM nas estações de trabalho administrativas

Ao usar a configuração de diretiva "Sempre usar arquivos ADM locais para o Editor da diretiva de grupo", certifique-se de que cada estação de trabalho possui a versão mais recente dos arquivos ADM padrão e personalizados. Se todos os arquivos ADM não estiverem disponíveis localmente, algumas configurações de diretiva contidas em um GPO não estarão visíveis para o administrador. Evite isso implementando uma versão padrão de sistema operacional e service pack para todos os administradores. Se não for possível usar um sistema operacional e service pack padrão, implemente um processo para distribuir os arquivos ADM mais recentes para todas as estações de trabalho administrativas.

Observação Como os arquivos ADM da estação de trabalho são armazenados na pasta %windir%\Inf, quaisquer processos usados para distribuir esses arquivos devem ser executados no contexto de uma conta que possui credenciais administrativas na estação de trabalho.

Observação O Windows XP não dá suporte a edição dos GPOs quando não existem arquivos ADM na pasta Sysvol. Em um ambiente ativo, é necessário considerar essa limitação de design.


Referências

Para obter informações adicionais sobre diretivas de grupo no Windows Server 2003, clique no número abaixo para ler o artigo na Base de Dados de Conhecimento Microsoft (a página pode estar em inglês):
316977 Comportamento do modelo da diretiva de grupo no Windows Server 2003

Propriedades

ID do artigo: 816662 - Última revisão: segunda-feira, 3 de dezembro de 2007 - Revisão: 12.2
A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft Windows Server 2003, Datacenter Edition for Itanium-Based Systems
  • Microsoft Windows Server 2003, Enterprise Edition for Itanium-based Systems
  • Microsoft Windows Server 2003, Datacenter Edition (32-bit x86)
  • Microsoft Windows Server 2003, Enterprise Edition (32-bit x86)
  • Microsoft Windows Server 2003, Standard Edition (32-bit x86)
  • Microsoft Windows Small Business Server 2003 Standard Edition
  • Microsoft Windows Small Business Server 2003 Premium Edition
Palavras-chave: 
kbinfo KB816662

Submeter comentários

 

Contact us for more help

Contact us for more help
Connect with Answer Desk for expert help.
Get more support from smallbusiness.support.microsoft.com