Como actualizar computadores com o Windows Server 2008 com a função Hyper-V instalada para o Windows Server 2008 R2

Traduções de Artigos Traduções de Artigos
Artigo: 957256 - Ver produtos para os quais este artigo se aplica.
Expandir tudo | Reduzir tudo

Nesta página

INTRODUÇÃO

Este artigo descreve as opções disponíveis para actualizar ou migrar a partir de uma instalação do Windows Server 2008 com a função Hyper-V activada para o Windows Server 2008 R2. Para Clusters de Activação Pós-falha do Windows Server 2008 que estejam a executar máquinas virtuais, consulte a secção "Orientações de actualização para máquinas virtuais em clusters de activação pós-falha" deste artigo.

Mais Informação

Método 1

Efectuar uma actualização da partição principal do Windows Server 2008 para o Windows Server 2008 R2.

Nota: durante a actualização, o relatório de compatibilidade informá-lo-á de que tem de remover a função Hyper-V utilizando o Gestor de Servidores antes de continuar a actualização. Tal não será necessário. Contudo, antes de prosseguir com a actualização, sugerimos que efectue uma cópia de segurança das máquinas virtuais ou que as exporte utilizando o Gestor de Hyper-V. Além disso, tenha em conta o seguinte antes de proceder à actualização:
  • A versão do Hyper-V tem de ser RTM (KB 950050) ou posterior. Se esta condição não se verificar, será impedido de prosseguir com a actualização.
  • Será necessário encerrar todas as máquinas virtuais antes da actualização. Os estados guardados não são compatíveis entre o Windows Server 2008 e o Windows Server 2008 R2. Se a partição principal for actualizada com qualquer máquina virtual num estado guardado, terá de clicar com o botão direito do rato na máquina virtual e, em seguida, seleccionar Rejeitar estado guardado para activar a máquina virtual.
  • Dado que a funcionalidade Instantâneo Online utiliza estados guardados, os Instantâneos Online não são totalmente compatíveis entre o Windows Server 2008 e o Windows Server 2008 R2. Os Instantâneos Online são instantâneos criados no momento da activação de uma máquina virtual. Os Instantâneos Offline são instantâneos criados no momento da desactivação de uma máquina virtual. Os Instantâneos Offline são totalmente compatíveis com o Windows Server 2008 R2. As máquinas virtuais serão iniciadas com êxito para o instantâneo online aplicado no momento em que a máquina virtual foi encerrada antes da actualização. Isto é indicado no Gestor de Hyper-V pela seta verde localizada por baixo do instantâneo que aponta para Agora.

    Para activar a máquina virtual com outro instantâneo, siga estes passos.

    Nota: os seguintes passos pressupõem que tem de continuar a utilizar todos os instantâneos configurados para a máquina virtual. Caso já não necessite de instantâneos, pode eliminá-los utilizando o Gestor de Hyper-V e, em seguida, encerrar a máquina virtual para que os dados sejam intercalados com o disco rígido virtual principal. Para mais informações, consulte o seguinte Web site da Microsoft:
    Instantâneos de Máquina Virtual do Hyper-V: Perguntas frequentes
    http://technet.microsoft.com/pt-pt/library/dd560637(WS.10).aspx
    1. Utilizando o Gestor de Hyper-V, clique com o botão direito do rato no instantâneo que pretende aplicar e, em seguida, clique em Criar Instantâneo e Aplicar. Esta acção criará um novo instantâneo a partir do instantâneo actualmente aplicado. Este novo instantâneo já será compatível com o Windows Server 2008 R2. Recomendamos que mude o nome do instantâneo para reflectir esta situação. Se seleccionar esta opção, quaisquer alterações que tenha efectuado ao estado da máquina virtual desde o último arranque serão guardadas.
    2. Após a criação do novo instantâneo do R2, será aplicado o instantâneo seleccionado no passo 1 e a máquina virtual entrará num estado guardado. Clique com o botão direito do rato na máquina virtual e, em seguida, clique em Eliminar estado guardado.
    3. Active a máquina virtual.
    4. Crie um novo instantâneo para capturar o estado actual da máquina virtual e obter um instantâneo compatível com o Windows Server 2008 R2.
    5. Repita estes passos para cada instantâneo do Windows Server 2008. Depois de concluir estes passos para todos os instantâneos necessários, elimine os instantâneos criados no Windows Server 2008 e encerre a máquina virtual para dar início ao processo de intercalação.
  • Após a actualização, actualize os Serviços de Integração. Para tal, abra a janela Ligação de Máquina Virtual e clique em Inserir disco de configuração dos Serviços de Integração no menu Acção.

    Nota: num computador baseado no Windows Server 2008 R2, os Serviços de Integração para Windows Vista e Windows Server 2008 serão referidos como "KB955484" em Programas e Funcionalidades.

Método 2

Exporte uma máquina virtual a partir de um computador baseado no Windows Server 2008 com Hyper-V activado e, em seguida, importe-a para um servidor que tenha o Windows Server 2008 R2 com Hyper-V activado.

Nota: a máquina virtual tem de ser encerrada antes da respectiva exportação. Se exportar a máquina virtual com um estado guardado, não será possível restaurá-la no Windows Server 2008 R2. Para iniciar a máquina virtual depois da respectiva importação para o Windows Server 2008 R2, será necessário rejeitar o estado guardado antes de poder activá-la. Se a máquina virtual tiver instantâneos, será necessário intercalar os mesmos antes da exportação ou terá de utilizar os passos indicados no Método 1 para recuperar e recriar os instantâneos.

Após a importação da máquina virtual, actualize os Serviços de Integração. Para tal, abra a janela Ligação de Máquina Virtual e clique em Inserir disco de configuração dos Serviços de Integração no menu Acção.

Nota: num computador baseado no Windows Server 2008 R2, os Serviços de Integração para Windows Vista e Windows Server 2008 serão referidos como "KB955484" em Programas e Funcionalidades.

Método 3

Utilizando um software de cópia de segurança que tire partido do escritor VSS de Hyper-V, efectue uma cópia de segurança de uma máquina virtual que tenha o Windows Server 2008 e restaure-a no Windows Server 2008 R2.

Após o restauro da máquina virtual, actualize os Serviços de Integração. Para tal, abra a janela Ligação de Máquina Virtual e clique em Inserir disco de configuração dos Serviços de Integração no menu Acção.

Nota: num computador baseado no Windows Server 2008 R2, os Serviços de Integração para Windows Vista e Windows Server 2008 serão referidos como "KB955484" em Programas e Funcionalidades.

Orientações de actualização para máquinas virtuais em clusters de activação pós-falha

Havendo máquinas virtuais de elevada disponibilidade que estejam configuradas como recursos em cluster do Windows Server 2008, será necessário seguir estes passos para actualizar as máquinas virtuais e os clusters para o Windows Server 2008 R2.

Nota: se estiver a executar outros serviços ou aplicações em cluster na partição principal, visite o seguinte Web site da Microsoft para obter informações sobre como mover estes recursos para o Windows Server 2008 R2:
http://technet.microsoft.com/pt-pt/library/cc730990.aspx
Recomendamos que não execute serviços ou aplicações adicionais na partição principal em servidores Hyper-V.
  1. Utilizando o snap-in Gestor de Clusters de Activação Pós-falha (CluAdmin.msc), efectue uma Migração Rápida para mover todas as máquinas virtuais para um subconjunto de nós. Expulse o subconjunto dos nós que não tenham máquinas virtuais alojadas. Para tal, no Gestor de Clusters de Activação Pós-falha, clique com o botão direito nos nós, clique em Acções de Mover e, em seguida, clique em Expulsar. O tamanho do subconjunto deverá permitir o armazenamento das máquinas virtuais alojadas pelo subconjunto nos restantes nós que ainda estão a executar o Windows Server 2008. Por exemplo, num cluster de quatro nós, expulse dois nós de forma a que os restantes nós possam comportar as máquinas virtuais que estavam alojadas no primeiro grupo de nós. Certifique-se de que os nós expulsos se encontram mascarados no armazenamento partilhado do cluster original.
  2. Efectue uma instalação de raiz do Windows Server 2008 R2 no subconjunto de nós expulso e, em seguida, active a função Hyper-V e a funcionalidade Clustering de Activação Pós-falha.

    Importante Os clusters de activação pós-falha não suportam actualizações, pelo que é necessário efectuar uma instalação de raiz.
  3. Crie um novo cluster com os nós expulsos e execute todos os testes do assistente para Validar uma Configuração. Se aplicável, active Volumes Partilhados de Cluster (CSV) no cluster do Windows Server 2008 R2 e crie alguns discos CSV.
  4. Prepare as máquinas virtuais no cluster original para uma actualização. Efectue as seguintes acções, dependendo do estado da máquina virtual:
    • Se a máquina virtual estiver num estado Em execução, utilize o Gestor de Hyper-V para encerrar a máquina virtual.
    • Se a máquina virtual estiver num estado Guardado, utilize o Gestor de Hyper-V para iniciá-la a partir do estado guardado e encerre a máquina virtual. Os estados guardados não são suportados quando actualiza o anfitrião para o Windows Server 2008 R2.
    • Se a máquina virtual tiver um instantâneo online que necessite, aplique o instantâneo em questão e encerre as máquinas virtuais.
  5. Siga um dos passos indicados para preparar a máquina virtual para a actualização:

    Importante Se estiver a mover máquinas virtuais para um disco CSV, siga os passos específicos na secção "Migrar uma máquina virtual de um disco não CSV para um disco CSV" mais adiante neste artigo.
    1. Exporte as máquinas virtuais. Se pretender utilizar o mesmo armazenamento SAN para o cluster do Windows Server 2008 R2, pode utilizar uma exportação apenas de configuração. Exporte a máquina virtual a partir do Gestor de Hyper-V do Windows Server 2008 seleccionando Exportar no menu Acção. Certifique-se de que selecciona a caixa de verificação Exportar apenas a configuração da máquina virtual.
    2. Efectue uma cópia de segurança das máquinas virtuais utilizando uma aplicação de cópia de segurança da sua preferência.
  6. Abra o Gestor de Clusters de Activação Pós-falha no cluster original e coloque os recursos de configuração da máquina virtual Offline.
  7. Se pretender reutilizar o mesmo armazenamento para o novo cluster, faça por mascará-lo no cluster original e torne-o disponível para o novo cluster (Windows Server 2008 R2 ).
  8. Dependendo das acções efectuadas no passo 5, siga um destes passos para mover as máquinas virtuais para o novo cluster do Windows Server 2008 R2.

    Importante Se estiver a mover as máquinas virtuais para um disco CSV, siga os passos indicados na secção "Migrar uma máquina virtual de um disco não CSV para um disco CSV".
    1. Se tiver utilizado o passo 5a para exportar máquinas virtuais referidas acima, importe-as novamente para os nós de cluster. Para importar as máquinas virtuais, siga os passos indicados na secção "Exportar e importar máquinas virtuais em ambientes de cluster".
    2. Se utilizar o passo 5b para efectuar uma cópia de segurança das máquinas virtuais, utilize uma aplicação de cópia de segurança para restaurar a máquina virtual no disco em cluster.
  9. Actualize os Serviços de Integração para cada uma das máquinas virtuais agora localizadas neste cluster do Windows Server 2008 R2. Para tal, active a máquina virtual, abra a janela Ligação de Máquina Virtual e clique em Inserir disco de configuração dos Serviços de Integração no menu Acção.

    Nota: no Windows Server 2008 R2, os Serviços de Integração para Windows Vista e Windows Server 2008 serão referidos como "KB955484" em Programas e Funcionalidades.
  10. Quando todas as máquinas virtuais estiverem em execução no cluster do Windows Server 2008 R2 e tudo tiver sido testado e verificado como estando totalmente funcional, utilize o Gestor de Clusters de Activação Pós-falha para remover o cluster antigo. Para tal, clique com o botão direito do rato no cluster apresentado no Gestor de Clusters de Activação Pós-falha, clique em Mais Acçõese, em seguida, clique em Destruir Cluster.
  11. Efectue uma instalação de raiz do Windows Server 2008 R2 para os nós que restaram do cluster antigo e active a função Hyper-V e a funcionalidade Clustering de Activação Pós-falha conforme necessário. Junte estes nós ao novo cluster.

Migrar uma máquina virtual de um disco não CSV para um disco CSV

  1. Exporte as máquinas virtuais. Utilize uma das seguintes opções, dependendo do nível de controlo que pretende sobre o local de armazenamento dos discos rígidos virtuais:
    1. Se pretender que o Gestor de Hyper-V mova os discos rígidos virtuais juntamente com a configuração da máquina virtual, seleccione Exportar no menu Acção do Gestor de Hyper-V e especifique a pasta para a qual pretende exportar a máquina virtual. Se estiver a executar o Hyper-V do Windows Server 2008, certifique-se de que a caixa de verificação Exportar apenas a configuração da máquina virtual não está seleccionada.
    2. Se pretender controlo total sobre o local onde são colocados os discos rígidos virtuais durante a migração, exporte a máquina virtual para a pasta CSV seleccionando Exportar no menu Acção do Gestor de Hyper-V. Seleccione Exportar apenas a configuração da máquina virtual.
  2. Elimine a máquina virtual a partir do Gestor de Máquina Virtual.
  3. Para adicionar o armazenamento ao grupo "Armazenamento disponível" do cluster, seleccione o nó Armazenamento apresentado no painel de navegação da esquerda e clique em Adicionar Armazenamento. Para tornar um disco num Volume Partilhado de Cluster, active a funcionalidade Volumes Partilhados de Cluster na página Descrição geral do Cluster de Activação Pós-falha, seleccione o nó Volumes Partilhados de Cluster apresentado no painel de navegação da esquerda, seleccione Adicionar Armazenamento e especifique um disco. Este disco será adicionado ao grupo Volumes Partilhados de Cluster e será criado um directório, como C:\ClusterStorage\Volume4, para este grupo.
  4. Se tiver utilizado o passo 1b para exportar a máquina virtual, siga os passos indicados na secção "Exportar e importar máquinas virtuais em ambientes de cluster". Caso contrário, importe a máquina virtual utilizando a interface de utilizador Importar no Gestor de Hyper-V.
  5. No Gestor de Clusters de Activação Pós-falha, atribua elevada disponibilidade à máquina virtual

Exportar e importar máquinas virtuais em ambientes de cluster

Para exportar máquinas virtuais, siga estes passos:
  1. Se efectuar uma exportação apenas de configuração das máquinas virtuais, execute o script GetAssociatedVHDLocations para obter a lista de ficheiros .avhd de instantâneos e dos ficheiros .vhd associados à máquina virtual. Para obter este script, visite o seguinte Web site da Microsoft:
    http://gallery.technet.microsoft.com/ScriptCenter/pt-pt/ece86b35-3730-4c7e-8177-b52213d09fb7
    Utilize o seguinte comando para executar o script:
    cscript GetAssociatedVHDLocations.vbs /VMName:NomeDeMV
    Por exemplo, execute o seguinte:
    cscript GetAssociatedVHDLocations.vbs /VMName:VM3
    O resultado será o seguinte:
    ########## ParentPath ########## K:\HarddiskTempStorage0\fixed.vhd
    
    ########## ChildPaths ########## C:\ProgramData\Microsoft\Windows\Hyper-V\Snapshots\<Snapshot_GUID>\fixed_<snapshot_GUID>.avhd C:\ProgramData\Microsoft\Windows\Hyper-V\Snapshots\<Snaoshot_GUID>\fixed_<Snapshot_GUID>.avhd
    
    Caminho de Recurso Original = "K:\HarddiskTempStorage0\fixed.vhd";"K:\HarddiskTempStorage0\fixed_diff.vhd";"K:\HarddiskTempStorage0\fixed1.vhd";"K:\HarddiskTempStorage0\expanding.vhd"
  2. Copie os ficheiros .avhd listados em "ChildPaths" no resultado do script para a mesma pasta da pasta .vhd especificada em "ParentPath" no resultado.
Para importar máquinas virtuais, siga estes passos:
  1. Visite o seguinte Web site da Microsoft para obter o script importVM:
    http://gallery.technet.microsoft.com/ScriptCenter/pt-pt/cca0fd27-8142-45f4-b4d7-21a92e278743
  2. Importe a máquina virtual passando o Caminho de Exportação que for especificado depois de seleccionar Exportar no menu Acção. Especifique o resultado de Caminho de Recurso Original apresentado no passo 1 do procedimento de exportação como parâmetros de entrada para o script importVM. Por exemplo, suponha que o resultado de Caminho de Recurso Original é:
    "K:\HarddiskTempStorage0\fixed.vhd";"K:\HarddiskTempStorage0\fixed_diff.vhd";"K:\HarddiskTempStorage0\fixed1.vhd";"K:\HarddiskTempStorage0\expanding.vhd"
    
    
    Se estiver a migrar de um ambiente CSV para um ambiente não CSV, substitua "K" pela letra da nova unidade atribuída para o armazenamento agora montado no novo cluster. Se o volume tiver sido montado como "K:" e estiver agora montado como "Z:", o Caminho de Recurso será:
    "Z:\HarddiskTempStorage0\fixed.vhd";"Z:\HarddiskTempStorage0\fixed_diff.vhd";"Z:\HarddiskTempStorage0\fixed1.vhd";"Z:\HarddiskTempStorage0\expanding.vhd"
    Se estiver a migrar de um ambiente não CSV para um ambiente CSV, substitua "K:\" por "C:\ClusterStorage\Volume4" para que o Caminho de Recurso seja o seguinte:
    
    "C:\ClusterStorage\Volume4\HarddiskTempStorage0\fixed.vhd"; "C:\ClusterStorage\Volume4:\HarddiskTempStorage0\fixed_diff.vhd"; "C:\ClusterStorage\Volume4\HarddiskTempStorage0\fixed1.vhd"; "C:\ClusterStorage\Volume4\HarddiskTempStorage0\expanding.vhd"
    
    
    Neste exemplo, depois de executar o script, o resultado deverá ser o seguinte:
    >ImportVM.vbs /ImportDirectory:C:\ClusterStorage\Volume4\vm3Export\MyVM /ResourcePaths: "C:\ClusterStorage\Volume4\HarddiskTempStorage0\fixed.vhd"; "C:\ClusterStorage\Volume4:\HarddiskTempStorage0\fixed_diff.vhd"; "C:\ClusterStorage\Volume4\HarddiskTempStorage0\fixed1.vhd"; "C:\ClusterStorage\Volume4\HarddiskTempStorage0\expanding.vhd"
    
    
    Microsoft (R) Windows Script Host Version 5.8 Copyright (C) Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.
    
    Caminhos de Recurso C:\ClusterStorage\Volume4\HarddiskTempStorage0\fixed.vhd C:\ClusterStorage\Volume4:\HarddiskTempStorage0\fixed_diff.vhd C:\ClusterStorage\Volume4\HarddiskTempStorage0\fixed1.vhd C:\ClusterStorage\Volume4\HarddiskTempStorage0\expanding.vhd
    
    Em curso... 10% concluído. Concluído
    
    
    Nota: os Caminhos de Recurso Originais devem estar entre aspas. Por exemplo, utilize:
    "C:\ClusterStorage\Volume4\MyVM\MyVM.vhd"

Propriedades

Artigo: 957256 - Última revisão: 13 de maio de 2011 - Revisão: 3.0
A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Windows Server 2008 Standard
  • Windows Server 2008 Enterprise
  • Windows Server 2008 Datacenter
  • Windows Server 2008 R2 Standard
  • Windows Server 2008 R2 Enterprise
  • Windows Server 2008 R2 Datacenter
Palavras-chave: 
kbhyperv kbhowto kbexpertiseinter kbsurveynew kbinfo KB957256

Submeter comentários

 

Contact us for more help

Contact us for more help
Connect with Answer Desk for expert help.
Get more support from smallbusiness.support.microsoft.com