Funções estatísticas do Excel: representando ties por meio de classificação

IMPORTANTE: Este artigo foi traduzido pelo software de tradução automática da Microsoft e eventualmente pode ter sido editado pela Microsoft Community através da tecnologia Community Translation Framework (CTF) ou por um tradutor profissional. A Microsoft oferece artigos traduzidos automaticamente por software, por tradutores profissionais e editados pela comunidade para que você tenha acesso a todos os artigos de nossa Base de Conhecimento em diversos idiomas. No entanto, um artigo traduzido pode conter erros de vocabulário, sintaxe e/ou gramática. A Microsoft não é responsável por qualquer inexatidão, erro ou dano causado por qualquer tradução imprecisa do conteúdo ou por seu uso pelos nossos clientes.

Clique aqui para ver a versão em Inglês deste artigo: 828678
Sumário
Este artigo descreve como usar o POSTO para fornecer um valor de classificação médio a observações empatadas.
Mais Informações
Quando você converte dados numéricos em fileiras, convém representar vínculos para que as observações empatadas recebem uma posição média por todas essas observações em vez da classificação mais baixa possível. O exemplo numérico neste artigo ilustra isso.

Embora a versão atual da classificação retorna os resultados adequados para a maioria das situações, este artigo descreve a situação onde ocorre um empate. Por exemplo, convém classificação para lidar com ties se você estiver usando um teste de hipótese estatística não paramétrica que envolve classificações.

O método descrito neste artigo também é descrito no arquivo de ajuda de classificação para o Microsoft Office Excel 2003 e versões posteriores do Excel (mas não em arquivos de Ajuda do POSTO anteriores). Este procedimento funciona igualmente bem para todas as versões do Excel. A função de classificação não foi alterado.

Sintaxe

RANK(number, ref, order)
Observação: Número deve ter um valor numérico; REF deve ser um matriz ou intervalo de células que contém valores de dados numéricos; ordem é opcional. Se você omitir ordem, ou atribuir-lhe um valor de 0 (zero), a classificação de número é a posição do número em REF Se REF é classificado em ordem decrescente. Se ordem é atribuído a qualquer valor diferente de zero, REF é assumido ser classificados na ordem crescente.

Exemplo de uso

Para ilustrar esse uso de classificação, crie uma planilha do Excel, copiar a tabela a seguir, selecione a célula A1 na planilha do Excel em branco e, em seguida, clique em Colar no menu Editar para que as entradas na tabela a seguir preencher A1:F12 de células na planilha.

Observação: No Microsoft Office Excel 2007, o comando Colar está no grupo de área de transferência na guia início .
10=RANK(A1,$A$1:$A$12,1)= B1 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A1,$A$1:$A$12,0) - RANK($A1,$A$1:$A$12,1)) / 2=RANK(A1,$A$1:$A$12,0)= E1 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A1,$A$1:$A$12,0) - RANK($A1,$A$1:$A$12,1)) / 2
21=RANK(A2,$A$1:$A$12,1)= B2 + (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A2,$A$1:$A$12,0) - RANK($A2,$A$1:$A$12,1)) / 2=RANK(A2,$A$1:$A$12,0)= E2 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A2,$A$1:$A$12,0) - RANK($A2,$A$1:$A$12,1)) / 2
21=RANK(A3,$A$1:$A$12,1)= B3 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A3,$A$1:$A$12,0) - RANK($A3,$A$1:$A$12,1)) / 2=RANK(A3,$A$1:$A$12,0)= E3 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A3,$A$1:$A$12,0) - RANK($A3,$A$1:$A$12,1)) / 2
21=RANK(A4,$A$1:$A$12,1)= B4 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A4,$A$1:$A$12,0) - RANK($A4,$A$1:$A$12,1)) / 2=RANK(A4,$A$1:$A$12,0)= E4 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A4,$A$1:$A$12,0) - RANK($A4,$A$1:$A$12,1)) / 2
21=RANK(A5,$A$1:$A$12,1)= B5 + (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A5,$A$1:$A$12,0) - RANK($A5,$A$1:$A$12,1)) / 2=RANK(A5,$A$1:$A$12,0)= E5 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A5,$A$1:$A$12,0) - RANK($A5,$A$1:$A$12,1)) / 2
33=RANK(A6,$A$1:$A$12,1)= B6 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A6,$A$1:$A$12,0) - RANK($A6,$A$1:$A$12,1)) / 2=RANK(A6,$A$1:$A$12,0)= E6 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A6,$A$1:$A$12,0) - RANK($A6,$A$1:$A$12,1)) / 2
33=RANK(A7,$A$1:$A$12,1)= B7 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A7,$A$1:$A$12,0) - RANK($A7,$A$1:$A$12,1)) / 2=RANK(A7,$A$1:$A$12,0)= E7 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A7,$A$1:$A$12,0) - RANK($A7,$A$1:$A$12,1)) / 2
52=RANK(A8,$A$1:$A$12,1)= B8 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A8,$A$1:$A$12,0) - RANK($A8,$A$1:$A$12,1)) / 2=RANK(A8,$A$1:$A$12,0)= E8 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A8,$A$1:$A$12,0) - RANK($A8,$A$1:$A$12,1)) / 2
52=RANK(A9,$A$1:$A$12,1)= B9 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A9,$A$1:$A$12,0) - RANK($A9,$A$1:$A$12,1)) / 2=RANK(A9,$A$1:$A$12,0)= E9 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A9,$A$1:$A$12,0) - RANK($A9,$A$1:$A$12,1)) / 2
52=RANK(A10,$A$1:$A$12,1)= B10 + (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A10,$A$1:$A$12,0) - RANK($A10,$A$1:$A$12,1)) / 2=RANK(A10,$A$1:$A$12,0)= E10 + (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A10,$A$1:$A$12,0) - RANK($A10,$A$1:$A$12,1)) / 2
61=RANK(A11,$A$1:$A$12,1)= B11 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A11,$A$1:$A$12,0) - RANK($A11,$A$1:$A$12,1)) / 2=RANK(A11,$A$1:$A$12,0)= E11 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A11,$A$1:$A$12,0) - RANK($A11,$A$1:$A$12,1)) / 2
73=RANK(A12,$A$1:$A$12,1)= B12 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A12,$A$1:$A$12,0) - RANK($A12,$A$1:$A$12,1)) / 2=RANK(A12,$A$1:$A$12,0)= E12 (COUNT($A$1:$A$12) + 1 - RANK($A12,$A$1:$A$12,0) - RANK($A12,$A$1:$A$12,1)) / 2
Observação: Depois que você colar esta tabela para sua nova planilha do Excel, clique no botão Opções de colagem e clique em Formatação de destino correspondente.

No Excel 2003, com o intervalo colado ainda selecionado, aponte para coluna no menu Formatar e, em seguida, clique em AutoAjuste da seleção.

No Excel 2007, com o intervalo colado ainda selecionado, clique em Formatar no grupo de células na guia início e, em seguida, clique em AutoAjuste largura da coluna.

Para algumas finalidades, é aconselhável usar uma definição de ordem que considere os empates. Para fazer isso, adicione o seguinte fator de correção para o valor que retorna de classificação. Esse fator de correção é apropriado quando a ordem é calculada em decrescente (ordemordem = 0 ou omitido) ou em ordem crescente (ordemordem = valor diferente de zero).
(COUNT(ref) + 1 – RANK(number, ref, 0) – RANK(number, ref, 1))/2.
A planilha ilustra essa definição de classificação. Dados estão nas células a1: a12. Classificações que retorna de classificação em ordem crescente estão em células B1:B12. Observações nas células a2: a5 são ligadas com um valor comum de 21. Isso produz uma categoria comum de 2. Há uma classificação inferior Observação, 10. Esses quatro valores de 21 ocupam posições fileira 2, 3, 4 e 5 e tem uma posição média (2 + 3 + 4 + 5) / 4 = 3,5. Da mesma forma, as duas observações em células A6:A7 são cada 33, há cinco observações com classificação mais baixa. Portanto, essas duas observações ocupam posições fileira 6 e 7 e ter uma classificação média de (6 + 7) / 2 = 6.5. Finalmente, as três observações em células A8:A10 tem um valor comum, 52. Há sete observações com classificação mais baixa. Portanto, esses três observações ocupam posições fileira 8, 9 e 10 e ter uma classificação média de (8 + 9 + 10) / 3 = 9.

As entradas na coluna C contém o fator de correção para classificações empatados e mostram essas classificações média que consideram ties. Os valores nas colunas B e C são exatamente os mesmos onde observações não estão ligadas com outras observações, tais como linhas 1, 11 e 12.

E1:E12 de células contêm fileiras retorna classificação em ordem decrescente. Há duas entradas com classificações inferiores que as três entradas em células A8:A10. A8:A10 de células têm um valor comum, 54. Portanto, esses três entradas ocupam posições fileira 3, 4 e 5 e ter uma classificação média de (3 + 4 + 5) / 3 = 4. Existem cinco entradas com uma classificação mais baixa que as duas entradas em células A6:A7. A6:A7 de células têm um valor comum, 33. Portanto, essas duas entradas ocupam posições fileira 6 e 7 e ter uma classificação média de (6 + 7) / 2 = 6.5. Há sete entradas com classificações inferiores que as quatro entradas nas células a2: a5. A2: a5 células têm um valor comum, 21. Portanto, esses quatro entradas ocupam posições classificadas, 8, 9, 10, 11 e tiver um valor médio de (8 + 9 + 10 + 11) / 4 = 9.5.

As entradas na coluna F contêm o fator de correção para classificações empatados e mostram essas classificações média que consideram ties. Os valores nas colunas E e F são exatamente os mesmos onde observações não estão ligadas com outras observações, tais como linhas 1, 11 e 12.

Conclusões

Este artigo descreve e mostra um fator de correção que você pode usar para considerar classificações associadas ao classificar dados. Você pode usar o fator de correção com a função de classificação. O fator de correção funciona igualmente bem quando classificações estão em ordem crescente ou decrescente.

Aviso: este artigo foi traduzido automaticamente

Propriedades

ID do Artigo: 828678 - Última Revisão: 06/11/2016 23:21:00 - Revisão: 3.0

Microsoft Office Excel 2007

  • kbexpertisebeginner kbinfo kbmt KB828678 KbMtpt
Comentários