Tamanho máximo de partição utilizando o sistema de ficheiros FAT16

Sumário

O Microsoft MS-DOS versões 4.0 e posteriores permitem ao FDISK criar partições em discos rígidos com um tamanho máximo de 4 gigabytes (GB). Contudo, o sistema de ficheiros da tabela de atribuição de ficheiros (FAT) do MS-DOS só suporta 2 GB por partição. Por este motivo, um disco rígido com um tamanho entre 2 e 4 GB deve ser dividido em múltiplas partições, não podendo cada uma exceder 2 GB.

NOTA: O Windows 95 OEM Service Release versão 2 e posteriores suporta unidades com um tamanho superior a 2 GB utilizando o sistema de ficheiros FAT32. Para mais informações sobre o sistema de ficheiros FAT32, consulte o seguinte artigo na Microsoft Knowledge Base:

154997 Descrição do sistema de ficheiros FAT32

Mais Informação

O limite de partição de 2 GB é imposto pelo número máximo de clusters e pelo tamanho máximo de cluster suportado pelo sistema de ficheiros FAT. O sistema de ficheiros FAT tem um limite de 65.525 clusters. O tamanho de um cluster deve ser uma potência de 2 e inferior a 65.536 bytes, o que resulta num tamanho máximo de cluster de 32.768 bytes (32K). A multiplicação do número máximo de clusters (65.525) pelo tamanho máximo do cluster (32.768) é igual a 2 GB.

Repare que a unidade de disco rígido tem de ser suportada pelas API do ROM BIOS do computador, que têm uma limitação de 1024 cilindros, de modo a que o FDISK crie partições no disco rígido.

Uma vez que 32K por cluster pode ser um desperdício de espaço no disco rígido, o sistema de ficheiros FAT nem sempre é o melhor esquema de gestão do disco rígido. O Microsoft Windows NT utiliza o sistema de ficheiros do NT (NTFS), que utiliza um esquema de ficheiros/cluster diferente. O Microsoft OS/2 versão 1.3 fornecia HPFS, que também utiliza um método mais conservador de atribuir recursos em disco.

NOTA: O Microsoft Windows NT também suporta unidades FAT. O Windows NT 3.51 suporta unidades FAT até um tamanho máximo de 4 GB. As unidades FAT com um tamanho entre 2 GB e 4 GB não são suportadas pelo MS-DOS ou pelo Windows. Por outras palavras, se pretender que uma unidade FAT fique acessível a partir do MS-DOS ou do Windows 95/98 e Windows NT, a capacidade da unidade FAT não deve ser superior a 2 GB. Se aceder à unidade FAT apenas a partir do Windows NT, a unidade pode ter um tamanho entre 2 GB e 4 GB. Para obter informações adicionais sobre os limites de tamanho e de partição da unidade do MS-DOS e Windows, consulte os seguintes artigos na Microsoft Knowledge Base:
67321 FAT Type and Cluster Size Depends on Logical Drive Size

69912 MS-DOS Partitioning Summary
Propriedades

ID do Artigo: 118335 - Última Revisão: 23/08/2006 - Revisão: 1

Comentários