Mensagem de erro quando executa uma consulta Acrescentar, uma consulta Criar Tabela ou quando importa dados numa base de dados do Access de grandes dimensões: "Argumento inválido"

Este artigo aplica-se a um ficheiro de base de dados do Microsoft Access (.mdb) ou a um ficheiro de base de dados do Microsoft Access (.accdb). Moderada: Requer conhecimentos básicos sobre macros, programação e interoperabilidade.

Sintomas

No Microsoft Access, quando tenta executar uma consulta de acréscimo, uma consulta criar tabela ou importar dados para um ficheiro de base de dados do Microsoft Access de grandes dimensões, poderá receber a seguinte mensagem de erro:

Argumento inválido.

Este problema ocorre quando o tamanho do ficheiro de base de dados do Access se aproxima do limite de tamanho de 2 GB (gigabytes).

Como contornar

Para contornar este problema, tem de reduzir o tamanho do ficheiro de base de dados do Access. Para o fazer, utilize um dos métodos seguintes:

Método 1: Compactar o ficheiro de base de dados do Access

Pode reduzir o tamanho do ficheiro de base de dados do Access executando o utilitário Compactar e Reparar a Base de Dados. Para tal, siga estes passos.

Nota Se pretender compactar um ficheiro de base de dados do Access que esteja localizado num servidor ou numa pasta partilhada, tem de se certificar de que mais nenhum utilizador da rede abriu o ficheiro de base de dados do Access. Tem de ter utilização exclusiva do ficheiro de base de dados do Access.

  1. Inicie o Access.

  2. No menu Ferramentas, aponte para Utilitários de Base de Dados e clique em Compactar e Reparar a Base de Dados.

    Nota No Access 2007, clique no Botão do Microsoft Office, aponte para Gerir e clique em Compactar e Reparar a Base de Dados.

  3. Na caixa de diálogo Base de Dados Origem da Compactação, seleccione o ficheiro que pretende compactar e clique em Compactar.

  4. Na caixa de diálogo Base de Dados Destino da Compactação, seleccione o nome do ficheiro de base de dados do Access compactado.

  5. Clique em Guardar.

Método 2: Dividir o ficheiro de base de dados do Access

Também pode contornar este problema dividindo o ficheiro de base de dados do Access em vários ficheiros de base de dados do Access. Se o ficheiro de base de dados do Access contiver módulos com muito código, poderá considerar a utilização de bases de dados de biblioteca para armazenar o código. Também poderá considerar utilizar o Assistente Divisor de Bases de Dados para dividir um ficheiro de base de dados do Access em dois ficheiros de base de dados do Access. Um dos ficheiros de base de dados do Access contém todas as tabelas. O outro ficheiro de base de dados do Access contém os objectos de base de dados restantes, tais como os formulários e relatórios. Para o fazer, siga estes passos:

  1. Inicie o Access.

  2. Abra o ficheiro de base de dados do Access com problemas.

  3. No menu Ferramentas, aponte para Utilitários de base de dados na janela Base de Dados e clique em Divisor de Bases de Dados.

    Nota No Access 2007, clique em Base de Dados do Access no grupo Mover Dados no separador Ferramentas da Base de Dados.

  4. Na caixa de diálogo Divisor de Bases de Dados, clique em Dividir a Base de Dados.

  5. Na caixa de diálogo Criar Base de Dados Back-end, introduza um nome para o ficheiro de base de dados back-end do Access na caixa Nome de Ficheiro e clique em Dividir.

  6. Clique em OK.

Referências

Para obter informações adicionais, clique nos números de artigo que se seguem para visualizar os artigos na Base de Dados de Conhecimento Microsoft:

304932 Como dividir manualmente uma base de dados do Access no Microsoft Access

302495 ACC2000: "Argumento Inválido" quando importa, copia ou acrescenta dados a uma tabela

209912 ACC2000: Como referenciar classes que existem em várias bibliotecas

288631 Desfragmentar e compactar a base de dados para melhorar o desempenho

Precisa de mais ajuda?

Aumente os seus conhecimentos
Explore as formações
Seja o primeiro a obter novas funcionalidades
Aderir ao Microsoft insiders

As informações foram úteis?

Obrigado pelos seus comentários!

Obrigado pelo seu feedback! Parece que poderá ser benéfico reencaminhá-lo para um dos nossos agentes de suporte do Office.

×