Diagnóstico, comentários e privacidade no Windows 10

Juntos, os comentários e os diagnósticos permitem que os utilizadores e os dispositivos Windows 10 informem a Microsoft sobre tudo o que se passa.

À medida que utiliza o Windows, recolhemos informações de diagnóstico e, para que os nossos clientes tenham a certeza de que não são ignorados, também criámos formas de envio de comentários em qualquer altura e em momentos específicos, como quando o Windows 10 lhe faz uma pergunta sobre o seu grau de satisfação com determinadas funcionalidades.

Nota: A Microsoft está a aumentara transparência categorizando os dados que recolhemos conforme necessário ou opcional. O Windows 10 está a proceder à atualização de dispositivos para refletir esta nova categorização e, durante a transição, os dados de diagnóstico Básicos serão recategorizados como dados de diagnóstico Obrigatórios e os dados de diagnóstico Completos serão recategorizados como dados de diagnóstico Opcionais.

Quais os dados recolhidos e porquê

A Microsoft utiliza os dados de diagnóstico para manter o Windows seguro e atualizado, resolver problemas e melhorar os produtos, tal como descrito mais detalhadamente abaixo. Independentemente de optar por enviar ou não dados de diagnóstico Opcionais, o seu dispositivo beneficiará da mesma experiência de segurança e funcionará normalmente. Estes dados são transmitidos à Microsoft e armazenados com um ou mais identificadores exclusivos que nos podem ajudar a reconhecer um utilizador individual num dispositivo individual e a compreender os padrões de utilização e os problemas nos serviços do dispositivo.

  • Os dados de diagnóstico Obrigatórios incluem informações sobre o seu dispositivo, as definições e as capacidades do mesmo, e se oferece um desempenho adequado. É o nível mínimo de dados de diagnóstico necessário para ajudar a manter o dispositivo a funcionar de forma fiável, segura e adequada.

  • Os dados de diagnóstico Opcionais incluem detalhes adicionais sobre o seu dispositivo e as definições, capacidades e estado de funcionamento do mesmo. Os dados de diagnóstico opcionais também incluem informações sobre os sites em que navega, atividade do dispositivo (por vezes referida como utilização) e relatórios de erros avançados. Os dados de diagnóstico adicionais também podem incluir o estado da memória do seu dispositivo quando ocorre uma falha de sistema ou aplicação (sendo possível que sejam incluídas involuntariamente partes de um ficheiro que estava a utilizar quando o problema ocorreu). Os dados de diagnóstico obrigatórios serão sempre incluídos quando optar por enviar dados de diagnóstico Opcionais. Embora o dispositivo usufrua das mesmas garantias de proteção e funcionamento adequado quando envia apenas dados de diagnóstico Obrigatórios, as informações adicionais recolhidas quando tiver optado para enviar dados de diagnóstico Opcionais permitem-nos identificar e resolver mais facilmente os problemas, e implementar melhoramentos nos produtos para benefício de todos os clientes do Windows.

Alguns dos dados descritos acima poderão não ser recolhidos no seu dispositivo, mesmo que opte por enviar dados de diagnóstico Opcionais. A Microsoft minimiza o volume de dados de diagnóstico Opcionais recolhidos em todos os dispositivos ao recolher alguns dos dados numa pequena percentagem de dispositivos (amostra). Ao executar o Visualizador de Dados de Diagnóstico,pode ver um ícone que indica se o seu dispositivo faz parte de uma amostra e também quais os dados específicos recolhidos do seu dispositivo. Pode encontrar as instruções de descarregamento da ferramenta Visualizador de Dados de Diagnóstico em Iniciar  > Definições > Privacidade  > Diagnóstico e comentários.

Os itens de dados específicos recolhidos no diagnóstico do Windows estão sujeitos a alterações para dar à Microsoft a flexibilidade de recolher os dados necessários para os fins descritos. Por exemplo, para garantir que a Microsoft pode resolver o problema de desempenho mais recente que afeta a experiência informática dos utilizadores ou que pode atualizar um dispositivo Windows 10 novo no mercado, a Microsoft pode ter de recolher itens de dados que não eram recolhidos anteriormente. Para uma lista atual de tipos de dados recolhidos para dados de diagnóstico necessários e dados de diagnóstico opcionais, consulte os eventos e campos de diagnóstico necessários (nível básico) do Windows 10 e os dados de diagnóstico opcionais (nível completo) do Windows 10

Utilizamos os dados de diagnóstico Obrigatórios para manter os dispositivos Windows atualizados. A Microsoft utiliza:

  • Informações de erro básicas para ajudar a determinar se os problemas que afetam o dispositivo podem ser resolvidos através do processo de atualização.

  • Informações sobre o seu dispositivo, as definições e capacidades do mesmo, incluindo aplicações e controladores instalados no seu dispositivo, para averiguar se o seu dispositivo está pronto para e é compatível com a versão seguinte do sistema operativo ou da aplicação, e está pronto para ser atualizado.

  • Informações de registo do próprio processo de atualização para compreender como as atualizações do seu dispositivo se comportam ao longo das fases de transferência, pré-instalação, pós-instalação, pós-reinício e configuração.

  • Dados sobre o desempenho das atualizações em todos os dispositivos Windows para avaliar o êxito da implementação de uma atualização e para obter informações sobre as características do dispositivo (por exemplo, hardware, periféricos, definições e aplicações) inerentes ao êxito ou à falha de uma atualização.

  • Dados sobre que dispositivos tiveram falhas de atualização e porquê para determinar se deve disponibilizar novamente a mesma atualização.

Utilizamos ambos os níveis de dados de diagnóstico Obrigatórios e Opcionais para resolver problemas e ajudar a assegurar a fiabilidade e a segurança do Windows e dos produtos e serviços relacionados.

A Microsoft utiliza os dados de diagnóstico Obrigatórios para:

  • Compreender a grande diversidade de combinações de hardware, sistema e software que os clientes utilizam.

  • Analisar problemas com base nas combinações específicas de hardware, sistema e software, e identificar onde ocorrem problemas num conjunto limitado ou específico de dispositivos.

  • Determinar se uma aplicação ou um processo tem um problema de desempenho (por exemplo, a aplicação tem falhas ou fica bloqueada) e quando é criado um ficheiro de informação de falha de sistema no dispositivo (as informações de falha de sistema não são recolhidas sem permissões adicionais, como optar por enviar dados de diagnóstico opcionais).

  • Compreender a eficácia e resolver problemas do sistema de transmissão de diagnósticos.

A Microsoft utiliza os dados adicionais recolhidos quando opta por enviar dados de diagnóstico Opcionais para ajudar a identificar e resolver problemas mais rapidamente.

A Microsoft utiliza:

  • Informações sobre a atividade da aplicação para compreender o que o utilizador estava a fazer numa aplicação que originou um problema, juntamente com o que aprendemos sobre o impacto de outros processos e aplicações em execução num dispositivo.

  • Informações sobre o estado de funcionamento do dispositivo, como o nível da bateria ou a rapidez com que as aplicações respondem à entrada de dados, para melhor compreender os dados que recolhemos sobre problemas de desempenho da aplicação e fazer correções.

  • Informações contidas em relatórios de erros avançados e informações de falha de sistema para melhor compreender os dados relacionados com as condições específicas em que ocorreu um erro ou uma falha.

Utilizamos dados de diagnóstico Obrigatórios para melhorar o Windows. Utilizamos dados de diagnóstico Opcionais para melhorar o Windows e os serviços e produtos relacionados.

A Microsoft utiliza dados de diagnóstico Obrigatórios para melhorar produtos num contexto de manter o seu dispositivo Windows atualizado e seguro; resolução de problemas; acessibilidade; fiabilidade; desempenho; melhorar as funcionalidades existentes do Windows; compatibilidade de aplicações, controladores e outros utilitários; privacidade e eficiência energética.

A Microsoft utiliza os dados de diagnóstico Obrigatórios para esta finalidade da seguinte forma:

  • As informações sobre os dispositivos, os periféricos e as definições (e suas configurações) dos clientes são utilizadas para atribuir prioridades aos melhoramentos do produto, determinando quais deles terão um impacto mais positivo para a maior parte dos clientes do Windows 10.

  • As informações sobre que aplicações são instaladas nos dispositivos são utilizadas para estabelecer prioridades de teste de compatibilidade aplicacional e de melhoramentos das funcionalidades das aplicações mais populares.

Os dados adicionais recolhidos quando opta por enviar dados de diagnóstico Opcionais são utilizados para ajudar a implementar melhoramentos ainda mais significativos para o Windows e produtos e serviços relacionados:

  • As informações de atividade da aplicação ajudam-nos a estabelecer a prioridade dos testes de compatibilidade aplicacional e a implementar funcionalidades melhoradas nas aplicações e funcionalidades mais utilizadas.

  • As informações sobre como as características do dispositivo, a configuração e a atividade de aplicações afetam o estado de funcionamento do dispositivo (por exemplo, duração da bateria) são utilizadas para analisar e efetuar alterações que melhorem o desempenho dos dispositivos Windows.

  • As informações agregadas sobre o histórico de navegação em browsers da Microsoft são utilizadas para melhorar os algoritmos de pesquisa do Bing a fim de fornecer resultados da pesquisa mais eficazes.

Se o seu dispositivo estiver a ser gerido pelo departamento de TI de uma organização, podem haver outras alterações à forma como aos dados de diagnóstico são geridos nas políticas de grupo definidas no dispositivo. Consulte os dados de diagnóstico do Windows configurar na sua organização para obter mais detalhes. Se uma empresa contratar a Microsoft para gerir os seus dispositivos, iremos utilizar dados de erro e diagnóstico para realizar a gestão, monitorização e resolução de problemas dos dispositivos da empresa.

Se optar por ativar as Experiências personalizadas, utilizaremos os seus dados de diagnóstico do Windows para lhe oferecer sugestões, anúncios e recomendações personalizadas para melhorar as experiências da Microsoft. Se tiver selecionado Básico como Definição de dados de diagnóstico, a personalização baseia-se em informações sobre o seu dispositivo, as definições e capacidades do mesmo, e se oferece um desempenho adequado.  Se selecionou Completo, a personalização baseia-se também em informações sobre como utiliza as aplicações e as funcionalidades e ainda em informações adicionais sobre o estado de funcionamento do dispositivo. Não utilizamos o conteúdo das informações de falha de sistema, sites que navegar, voz, escrita ou utilização de tinta digital para fins de personalização quando recebermos os referidos dados de clientes que selecionaram Completo. 

As experiências personalizadas incluem sugestões sobre como personalizar e otimizar o Windows; bem como anúncios e recomendações para produtos e serviços, funcionalidades, aplicações e hardware da Microsoft e de terceiros para as suas experiências do Windows. Por exemplo, para o ajudar a tirar o máximo partido do seu dispositivo, podemos informá-lo sobre funcionalidades novas ou que talvez não conheça. Se estiver a ter um problema com o seu dispositivo Windows, poderá ser oferecida uma solução. Poderá ser-lhe oferecida uma oportunidade de personalizar o ecrã de bloqueio com imagens ou de definir a apresentação de mais imagens do seu género preferido ou de menos imagens dos géneros de que não gosta. Alternativamente, se está a ficar sem espaço no disco rígido, o Windows pode recomendar que experimente o OneDrive ou compre hardware para obter mais espaço.

Se optar por ativar Melhorar a tinta digital e a escrita, a Microsoft recolherá amostras do conteúdo que escreve ou digita para melhorar as funcionalidades, como o reconhecimento de escrita manual, conclusão automática, predição da palavra seguinte e correção ortográfica, e utilizamos estes dados no agregado para melhorar a funcionalidade de tinta digital e escrita para todos os utilizadores. Quando a Microsoft recolhe dados de diagnóstico de utilização de tinta digital e escrita, estes são divididos em pequenas amostras e processados para remoção de identificadores exclusivos, informações de sequenciação e outros dados (por exemplo, endereços de e-mail e valores numéricos) que podem ser utilizados para recriar o conteúdo original ou associar a entrada ao utilizador. Isto também inclui dados de desempenho associados, como, por exemplo, alterações efetuadas manualmente no texto, bem como palavras que tenha adicionado ao dicionário. Estes dados não são utilizados nas Experiências personalizadas.

Nota: Nas versões anteriores do Windows, a definição Melhorar a tinta digital e a escrita não está disponível e estes dados são recolhidos quando os Dados de diagnóstico estão definidos como Completo.

Como controlar as suas definições de diagnóstico e comentários

Quando configurar o dispositivo Windows 10 pela primeira vez, pode escolher as definições de privacidade para o seu dispositivo, incluindo a definição Dados de diagnóstico, que pode definir como Básico ou Completo.

Durante a configuração, também pode escolher se quer ou não que as Experiências personalizadas sejam definidas como Ligado ou Desligado. Nas versões mais recentes do Windows, pode escolher se quer ou não que Melhorar a tinta digital e a escrita seja definido como Ligado ou Desligado.

Se decidir que pretende alterar estas definições depois de concluir a configuração do Windows 10, siga os passos adequados descritos nas secções seguintes.

Para alterar a definição Dados de diagnóstico

  1. Vá para iniciar, em seguida, selecione Definições > > de privacidade& feedback.

  2. Em Dados de diagnóstico, selecione a opção que preferir. Se as opções não estiverem disponíveis, pode estar a utilizar um dispositivo gerido pela sua área de trabalho ou organização. Se for este o caso, encontrará a opção Algumas definições são ocultadas ou geridas pela sua organização na parte superior do ecrã Diagnóstico e comentários.

Nota: O Windows também possui outras definições de privacidade que controlam se a atividade da aplicação e os dados de histórico de navegação são enviados para a Microsoft, como a definição do histórico de Atividades.

Para alterar a definição Experiências personalizadas

  1. Vá para iniciar, em seguida, selecione Definições > > de privacidade& feedback.

  2. Em Experiências personalizadas, escolha a definição que preferir.

Para ver os seus dados de diagnóstico

Pode ver os dados de diagnóstico do seu dispositivo em tempo real utilizando o Visualizador de Dados de Diagnóstico. Tenha em atenção que só será capaz de ver dados disponíveis enquanto o Visualizador de Dados de Diagnóstico estiver em execução. O Visualizador de Dados de Diagnóstico não lhe permite ver o histórico de dados de diagnóstico.

  1. Vá para iniciar, em seguida, selecione Definições > > de privacidade& feedback.

  2. Certifique-se de que a definição Visualizador de dados de diagnóstico está definida como Ligado e, em seguida, selecione Visualizador de Dados de Diagnóstico.

Para eliminar os seus dados de diagnóstico

Em Eliminar dados de diagnóstico, pode eliminar dados de diagnóstico do seu dispositivo. Tenha em atenção que ao selecionar esta opção não elimina os dados de diagnóstico associados à sua conta de utilizador, nem impede o envio dos seus dados de diagnósticos para a Microsoft.

  1. Vá para iniciar, em seguida, selecione Definições > > de privacidade& feedback.

  2. Em Eliminar dados de diagnóstico, selecione Eliminar.

Visite o painel de privacidade da Microsoft para visualizar e eliminar quaisquer dados de diagnóstico adicionais associados à sua conta Microsoft.

Para impedir a Microsoft de utilizar as suas informações de escrita manual e por teclado para melhorar os serviços para todos os clientes

  1. Vá para iniciar, em seguida, selecione Definições > > de privacidade& feedback.

  2. Em Melhorar a tinta digital e a escrita, escolha a definição que preferir. Para versões anteriores do Windows em que esta definição não existe, selecione Básico em Dados de diagnóstico.

Para alterar a frequência com que lhe pedimos feedback

Ocasionalmente, iremos apresentar uma mensagem a pedir que classifique ou envie feedback sobre o produto ou os serviços que utiliza. Pode utilizar a definição Frequência de comentários para ajustar a frequência com que pedimos estes comentários.

  1. Vá para iniciar, em seguida, selecione Definições > > de privacidade& feedback.

  2. Em Frequência de comentários, selecione a opção que preferir.

Para nos enviar comentários em qualquer altura

  1. Escreva Hub de Comentários na barra de pesquisa.

  2. Escreva algumas palavras-chave com base no seu problema na caixa marcada Dê-nos o seu feedback para melhorar o Windows e prima Enter.

  3. Se encontrar o seu problema, vote a favor. Se não o encontrar, selecione Adicionar comentário novo e, em seguida, preencha o formulário.

Precisa de mais ajuda?

Participe no debate
Perguntar à comunidade
Obter suporte
Contacte-nos

As informações foram úteis?

Obrigado pelos seus comentários!

Obrigado pelo seu feedback! Parece que poderá ser benéfico reencaminhá-lo para um dos nossos agentes de suporte do Office.

×