Como remover o Linux e instalar o Windows no computador

Traduções deste artigo Traduções deste artigo
ID do artigo: 247804 - Exibir os produtos aos quais esse artigo se aplica.
Para obter uma versão deste artigo para o Microsoft Windows XP, consulte 314458.
Expandir tudo | Recolher tudo

Neste artigo

Sumário

Este artigo descreve como é possível remover o sistema operacional Linux do computador e instalar o sistema operacional Windows. Este artigo presume que o Linux já está instalado no disco rígido usando as partições nativas e de permuta do Linux, incompatíveis com o sistema operacional Windows, e que não há espaço livre no disco rígido.

O Windows e o Linux podem coexistir no mesmo computador. Para obter informações adicionais, consulte a documentação do Linux.

Mais Informações

Para instalar o Windows XP em um computador que tem o Linux instalado quando você deseja remover o Linux, é necessário excluir manualmente as partições usadas pelo sistema operacional Linux. A partição compatível com o Windows pode ser criada automaticamente durante a instalação do sistema operacional Windows.

IMPORTANTE: antes de continuar com as etapas deste artigo, verifique se você tem um disco ou um CD-ROM inicializável para o sistema operacional Linux, pois esse processo remove completamente o sistema operacional Linux instalado no computador. Se você pretende restaurar o sistema operacional Linux posteriormente, verifique se tem um backup válido de todas as informações armazenadas no computador. Além disso, é necessário ter uma versão de lançamento completa do sistema operacional Windows que deseja instalar.

Os sistemas de arquivos do Linux usam um "super-bloco" no início da partição do disco para identificar o tamanho básico, a forma e as condições do sistema de arquivos.

O Linux geralmente é instalado em uma partição de tipo 83 (Linux nativo) ou 82 (Linux permuta). O LILO (gerenciador de inicialização do Linux) pode ser configurado para iniciar dos seguintes locais:
  • O MBR (registro mestre de inicialização) do disco rígido.
  • A pasta raiz da partição Linux.
A ferramenta Fdisk incluída no Linux pode ser usada para excluir as partições. (Existem outros utilitários que também funcionam, tais como o Fdisk do MS-DOS 5.0 e posterior, ou é possível excluir as partições durante o processo de instalação). Para remover o Linux do computador e instalar o Windows XP:
  1. Remova as partições nativa, de permuta e de inicialização usadas pelo Linux:
    1. Inicie o computador com o disquete de instalação do Linux, digite fdisk no prompt de comando e pressione ENTER.

      OBSERVAÇÃO: para obter ajudar para usar a ferramenta Fdisk, digite m no prompt de comando e pressione ENTER.
    2. Digite p no prompt de comando e pressione ENTER para exibir as informações de partição. O primeiro item listado é disco rígido 1, informações de partição 1 e o segundo item listado é disco rígido 1, informações de partição 2.
    3. Digite d no prompt de comando e pressione ENTER. Será solicitado o número da partição que você deseja excluir. Digite 1 e pressione ENTER para excluir a partição número 1. Repita esta etapa até que todas as partições sejam excluídas.
    4. Digite w e pressione ENTER para gravar esta informação na tabela de partição. Algumas mensagens de erro poderão ser geradas, assim que as informações forem gravadas na tabela de partição porém, não são importantes nesta etapa, pois a próxima etapa será reiniciar o computador e instalar o novo sistema operacional.
    5. Digite q no prompt de comando e pressione ENTER para encerrar a ferramenta Fdisk.
    6. Insira o disquete ou o CD de inicialização do sistema operacional do Windows no computador e pressione CTRL+ALT+DELETE para reiniciar o computador.
  2. Instale o Windows. Execute as instruções de instalação para o sistema operacional do Windows que deseja instalar no computador. O processo de instalação auxilia na criação de partições apropriadas no computador.

Exemplos de tabelas de partição do Linux

Unidade SCSI única

Dispositivo    Inicialização Início Fim Blocos  Identificação do sistema
/dev/sda1  *    1    500 4016218 83 Linux nativo (disco rígido SCSI 1, partição 1)
/dev/sda2       501  522 176715  82 Linux permuta   (disco rígido SCSI 1, partição 2)
				

Unidades SCSI múltiplas

    Dispositivo    Inicialização Início Fim Blocos  Identificação do sistema
/dev/sda1  *    1    500 4016218 83 Linux nativo (disco rígido SCSI 1, partição 1)
/dev/sda2       501  522 176715  82 Linux permuta   (disco rígido SCSI 1, partição 2)
/dev/sdb1         1    500 4016218 83 Linux nativo (disco rígido SCSI 2, partição 1)
				

Unidade IDE única

    Dispositivo  Inicialização Início Fim Blocos  Identificação do sistema
/dev/hda1    *     1     500  4016218 83  Linux nativo (disco rígido IDE 1, partição 1)
/dev/hda2          501   522  176715  82  Linux permuta   (disco rígido IDE 1, partição 2)
				

Unidades IDE múltiplas

    Dispositivo  Inicialização Início Fim Blocos  Identificação do sistema
/dev/hda1    *     1     500  4016218 83  Linux nativo (disco rígido IDE 1, partição 1)
/dev/hda2          501   522  176715  82  Linux permuta   (disco rígido IDE 1, partição 2)
/dev/hdb1           1    500  4016218  83  Linux nativo (disco rígido IDE 2, partição 1)
				
Além disso, o Linux reconhece mais de quarenta tipos de partições diferentes, como:
  • FAT 12 (Tipo 01)
  • FAT 16 > 32 M Primário (Tipo 06)
  • FAT 16 Estendido (Tipo 05)
  • FAT 32 w/o LBA Primário (Tipo 0b)
  • FAT 32 w/LBA Primário (Tipo 0c)
  • FAT 16 w/LBA (Tipo 0e)
  • FAT 16 w/LBA Estendido (Tipo 0f)
Observe que existem outros modos para remover o sistema operacional Linux e instalar o Windows, além do método mencionado acima. O método precedente é usado neste artigo porque o sistema operacional Linux já está funcionando e não há mais espaço no disco rígido. Há métodos para alterar os tamanhos das partições no software. A Microsoft não oferece suporte na instalação do Windows em partições que são manipuladas desta maneira.

Outro método de remoção de um sistema operacional do disco rígido e de instalação de um sistema operacional diferente é usar uma versão 5.0 do MS-DOS ou um disco de inicialização posterior, um disco de Inicialização do Microsoft Windows 95 ou do Microsoft Windows 98 que contenha o utilitário Fdisk. Execute o utilitário Fdisk. Se você tiver várias unidades, há 5 escolhas. Use a opção 5 para selecionar o disco rígido com a partição a ser excluída. Após isto, ou se você tiver apenas um disco rígido, selecione a opção 3 ("Excluir partição ou unidade DOS lógica") e selecione a opção 4 ("Excluir partição não-DOS"). É necessário escolher partições que não sejam em DOS as quais deseja excluir. Normalmente, o sistema operacional Linux tem duas partições que não são DOS, mas podem haver mais. Após excluir uma partição, use as mesmas etapas para excluir todas as outras partições apropriadas que não são DOS.

Depois de excluir as partições, é possível criar partições e instalar o sistema operacional desejado. É possível criar uma partição primária e uma partição estendida com várias unidades lógicas, usando o Fdisk do MS-DOS versão 5.0 e posterior, o Windows 95 e o Windows 98. O tamanho máximo da partição primária FAT16 é de 2 GB. O tamanho máximo da unidade lógica FAT16 é de 2 GB. Para obter informações adicionais, clique no número abaixo para ler o artigo na Base de Dados de Conhecimento Microsoft (a página pode estar em inglês):
105074 Perguntas e respostas do particionamento no MS-DOS 6.2
Se você instalar o Windows NT 4.0 ou Windows 2000, as partições Linux podem ser removidas e novas partições podem ser criadas e formatadas com o tipo de sistema de arquivo apropriado durante o processo de instalação. O Windows permite a criação de mais de uma partição primária. A maior partição que o Windows NT 4.0 permite criar durante a instalação é de 4GB devido às limitações do sistema de arquivos FAT16 durante a instalação. Além disso, as partições de 4GB usam tamanhos do cluster de 64 KB. O MS-DOS 6.x, o Windows 95 ou Windows 98 não reconhecem os sistemas de arquivos de cluster de 64 KB então, este sistema de arquivos é geralmente convertido para NTFS durante a instalação. O Windows 2000, diferentemente do Windows NT 4.0, reconhece o sistema de arquivos FAT32. Durante a instalação do Windows 2000, é possível criar um arquivo de unidade FAT32 maior. A unidade FAT32 pode ser convertida para NTFS após a instalação, caso seja apropriado.

Propriedades

ID do artigo: 247804 - Última revisão: terça-feira, 12 de junho de 2007 - Revisão: 2.2
A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft Windows 2000 Server
  • Microsoft Windows 2000 Advanced Server
  • Microsoft Windows 2000 Professional Edition
  • Microsoft Windows 2000 Datacenter Server
  • Microsoft Windows NT Server 4.0 Standard Edition
  • Microsoft Windows NT Workstation 4.0 Developer Edition
Palavras-chave: 
kbhowto kbsetup KB247804

Submeter comentários

 

Contact us for more help

Contact us for more help
Connect with Answer Desk for expert help.
Get more support from smallbusiness.support.microsoft.com