Artigo: 307654 - Ver produtos para os quais este artigo se aplica.
Expandir tudo | Reduzir tudo

Nesta página

INTRODUÇÃO

A Microsoft recomenda a utilização da Consola de recuperação apenas quando o Modo de segurança e as outras opções de arranque não funcionam. A utilização da Consola de recuperação só é recomendável se for um utilizador avançado que consiga utilizar comandos básicos para identificar e localizar controladores e ficheiros com problemas. Adicionalmente, tem de ser um administrador para poder utilizar a Consola de recuperação.

Existem duas formas de iniciar a Consola de recuperação:
  • Caso não consiga iniciar o Windows e a Consola de recuperação não tiver sido instalada anteriormente no computador, pode executar a Consola de recuperação a partir do CD de configuração.
    Clique em "Como utilizar a Consola de recuperação" para obter informações detalhadas.
  • Em alternativa, pode instalar a Consola de recuperação no computador para tê-la disponível caso não consiga reiniciar o Windows. Depois disso, poderá seleccionar a opção Consola de recuperação a partir da lista de sistemas operativos disponíveis no arranque.
    Clique em "Como instalar a Consola de recuperação" para obter informações detalhadas.


Mais Informação

Como instalar a Consola de recuperação

Pode instalar a Consola de recuperação no computador para tê-la disponível caso não consiga reiniciar o Windows. Pode então seleccionar a opção Consola de recuperação a partir da lista de sistemas operativos disponíveis durante o arranque. Aconselha-se que instale a Consola de recuperação em servidores e estações de trabalho importantes de técnicos de TI. Este artigo descreve como instalar a Consola de recuperação no computador baseado no Microsoft Windows XP. Para instalar a Consola de recuperação, tem de ter sessão iniciada como um administrador.

Embora seja possível executar a Consola de recuperação iniciando-a directamente a partir do CD do Windows XP, é geralmente mais conveniente configurá-la como uma opção de arranque no menu de arranque. Para executar a Consola de recuperação directamente a partir do CD, consulte a secção "Como utilizar a Consola de recuperação"".

Para instalar a Consola de recuperação, siga estes passos:
  1. Introduza o CD do Windows XP na unidade de CD.
  2. Clique em Iniciar e clique em Executar.
  3. Na caixa Abrir, escreva d:\i386\winnt32.exe /cmdcons em que d corresponde à letra da unidade de CD. Para o Microsoft Windows XP Professional x64 Edition, escrevad:\amd64\winnt32.exe /cmdcons em que d corresponde à letra da unidade de CD.
  4. É apresentada uma caixa de diálogo de configuração do Windows. A caixa de diálogo de configuração do Windows descreve a opção da Consola de recuperação. Para confirmar a instalação, clique em Sim. (A captura de ecrã para esta etapa é listada abaixo).
    Reduzir esta imagemExpandir esta imagem
    A captura de ecrã para esta etapa
  5. Reinicie o computador. Quando iniciar novamente o computador, a "Consola de recuperação do Microsoft Windows" será apresentada no menu de arranque. (A captura de ecrã para esta etapa é listada abaixo).
    Reduzir esta imagemExpandir esta imagem
    A captura de ecrã para esta etapa
Como alternativa, pode utilizar uma ligação estabelecida através do formato da convenção de nomenclatura universal (UNC, Universal Naming Convention) para instalar a Consola de recuperação a partir de um ponto de partilha da rede.

Nota: poderá receber uma mensagem de erro semelhante à seguinte:
O programa de configuração não consegue continuar porque a versão do Windows no computador é mais recente que a versão do CD.
Se este problema ocorrer, clique no número de artigo que se segue para visualizar o artigo na base de dados de conhecimento da Microsoft (KB, Microsoft Knowledge Base):
898594 O utilizador recebe uma mensagem de erro se tentar instalar a Consola de recuperação num computador baseado no Microsoft Windows XP Service Pack 2

Como utilizar a Consola de Recuperação

Pode activar e desactivar serviços, formatar unidades, ler e escrever dados numa unidade local (incluindo unidades formatadas para utilizar o sistema de ficheiros NTFS) e executar muitas outras tarefas administrativas. A Consola de recuperação é muito útil se tiver de reparar o computador através da cópia de um ficheiro de um disco ou CD-ROM para o disco rígido ou se tiver de reconfigurar um serviço que esteja a impedir o computador de iniciar correctamente.

Se não conseguir iniciar o Windows, poderá executar a Consola de recuperação a partir das disquetes de arranque ou do CD-ROM do Windows XP.

Depois de ter instalado o Windows XP, será necessário recorrer às disquetes de arranque ou ao CD-ROM do Windows XP para iniciar o computador e utilizar a Consola de Recuperação.

Para obter mais informações sobre como criar disquetes de arranque para o Windows XP (não são fornecidas com o Windows XP), clique no número do artigo que se segue para visualizar o artigo na base de dados de conhecimento da Microsoft (KB, Microsoft Knowledge Base):
310994 Obter as disquetes de arranque do programa de configuração do Windows XP
Nota Para iniciar o computador a partir do CD-ROM do Windows XP, é necessário configurar o sistema básico de entrada/saída (BIOS) do computador para iniciar a partir do CD-ROM.

Para executar a Consola de recuperação a partir das disquetes de arranque do Windows XP ou do CD-ROM do Windows XP, siga estes passos:
  1. Introduza a disquete de arranque do Windows XP na unidade de disquetes ou introduza o CD-ROM do Windows XP na unidade de CD e reinicie o computador.

    Clique para seleccionar quaisquer opções necessárias para iniciar o computador a partir da unidade de CD, se tal lhe for solicitado.
  2. Quando o ecrã Bem-vindo ao programa de configuração for apresentado, prima R para iniciar a Consola de recuperação.
  3. Se tiver um computador com arranque duplo ou arranque múltiplo, seleccione a instalação a que tem de aceder a partir da Consola de recuperação.
  4. Quando lhe for solicitado, escreva a palavra-passe de administrador. Se a palavra-passe de administrador estiver em branco, basta premir ENTER.
  5. Na linha de comandos, escreva os comandos adequados para diagnosticar e reparar a instalação do Windows XP.

    Para obter uma lista dos comandos disponíveis na Consola de recuperação, escreva recovery console commands ou help na linha de comandos e prima a tecla ENTER.

    Para obter informações sobre um comando específico, escreva help nomedocomando na linha de comandos e prima ENTER.
  6. Para sair da Consola de recuperação e reiniciar o computador, escreva exit na linha de comandos e prima a tecla ENTER.

Como utilizar a linha de comandos da Consola de recuperação

Quando utilizar a Consola de recuperação, estará a trabalhar numa linha de comandos especial, em vez de na linha de comandos normal do Windows. A Consola de recuperação dispõe do seu próprio interpretador de comandos. A Consola de recuperação solicita a palavra-passe de administrador local para que seja possível aceder a este interpretador de comandos.

Quando a Consola de recuperação for iniciada, pode premir F6 para instalar um controlador SCSI ou RAID de outro fabricante, para o caso de necessitar de um controlador para aceder ao disco rígido. Este pedido é semelhante ao que ocorre durante a instalação do sistema operativo.

A Consola de recuperação demora vários segundos a ser iniciada. Quando o menu da Consola de recuperação aparecer, será apresentada uma lista numerada das instalações do Windows existentes no computador. (Geralmente, apenas c:\Windows existe.) Prima um número antes de premir ENTER, mesmo quando é apresentada apenas uma entrada. Se premir ENTER sem seleccionar um número, o computador será reiniciado e inicia novamente o processo. (A captura de ecrã para esta etapa é listada abaixo).
Reduzir esta imagemExpandir esta imagem
A captura de ecrã para esta etapa

Quando vir a mensagem para %SystemRoot% (geralmente C:\Windows), pode começar a utilizar os comandos disponíveis para a Consola de Recuperação.

Acções de comandos

 
Reduzir esta imagemExpandir esta imagem
assets folding start collapsed
A lista seguinte descreve os comandos disponíveis para a Consola de Recuperação
  • Attrib altera atributos num ficheiro ou subdirectório.
  • Batch executa comandos especificados no ficheiro de texto, Inputfile. O Outputfile guarda o resultado dos comandos. Se omitir o parâmetro Outputfile, os resultados serão apresentados no ecrã.
  • Bootcfg modifica o ficheiro Boot.ini para configuração e recuperação de arranque.
  • CD (Chdir) funciona apenas nos directórios do sistema da instalação actual do Windows, nos suportes de dados amovíveis, no directório raiz de qualquer partição do disco rígido ou nas origens de instalação locais.
  • Chkdsk o parâmetro /p executa o Chkdsk mesmo se a unidade não estiver assinalada como danificada. O parâmetro /r localiza sectores danificados e recupera informações legíveis. Este parâmetro requer o parâmetro /p. Chkdsk requer Autochk. O Chkdsk procura automaticamente o Autochk.exe na pasta de arranque. Se o Chkdsk não conseguir localizar o ficheiro na pasta de arranque, procurará no CD-ROM de configuração do Windows 2000. Se o Chkdsk não conseguir localizar o CD-ROM de instalação, o Chkdsk solicitará ao utilizador a localização de Autochk.exe.
  • Cls limpa o ecrã.
  • Copy copia um ficheiro para uma localização de destino. Por predefinição, o destino não pode ser um suporte de dados amovível, não sendo possível utilizar caracteres universais. Copiar um ficheiro comprimido a partir do CD-ROM de configuração do Windows 2000 descomprime automaticamente o ficheiro.
  • Del (Delete) elimina um ficheiro. Funciona nos directórios de sistema da actual instalação do Windows, nos suportes de dados amovíveis, no directório raiz de qualquer partição do disco rígido ou nas origens de instalação locais. Por predefinição, não é possível utilizar caracteres universais.
  • Dir apresenta uma lista de todos os ficheiros, incluindo ficheiros ocultos e de sistema.
  • Disable desactiva um serviço ou controlador do sistema Windows. A variável serviço_ou_controlador corresponde ao nome do serviço ou controlador que pretende desactivar. Quando utiliza este comando para desactivar um serviço, o comando apresenta o tipo de arranque original do serviço antes de alterar o tipo para SERVICE_DISABLED. Anote o tipo de arranque original para poder utilizar o comando enable para reiniciar o serviço.
  • Diskpart gere partições em volumes do disco rígido. A opção /add cria uma nova partição. A opção /delete elimina uma partição existente. O dispositivo da variável corresponde ao nome do dispositivo de uma nova partição (tal como \dispositivo\discorígido0). A unidade da variável corresponde à letra da unidade de uma partição que está a eliminar (por exemplo, D). A partição corresponde ao nome de uma partição que está a eliminar, (por exemplo: \dispositivo\discorígido0\partição1) e pode ser utilizado em vez da variável da unidade. O tamanho da variável corresponde ao tamanho, em megabytes, de uma nova partição.
  • Enable activa um serviço ou controlador de sistema Windows. A variável serviço_ou_controlador corresponde ao nome do serviço ou controlador que pretende activar e tipo_arranque corresponde ao tipo de arranque de um serviço activado. O tipo de arranque utiliza um dos seguintes formatos:
    SERVICE_BOOT_START
    SERVICE_SYSTEM_START
    SERVICE_AUTO_START
    SERVICE_DEMAND_START
  • Exit encerra a Consola de recuperação e reinicia o computador.
  • Expand expande um ficheiro comprimido. A origem da variável corresponde ao ficheiro que pretende expandir. Por predefinição, não é possível utilizar caracteres universais. O destino da variável corresponde ao directório do novo ficheiro. Por predefinição, o destino não pode ser um suporte de dados amovível e não pode ser só de leitura. Pode utilizar o comando attrib para remover o atributo só de leitura do directório de destino. A opção /f:filespec é necessária se a origem contiver mais do que um ficheiro. Esta opção permite a utilização de caracteres universais. O parâmetro /y desactiva o pedido de confirmação de substituição. O parâmetro /d especifica que os ficheiros não serão expandidos e apresenta um directório dos ficheiros na origem.
  • Fixboot escreve um novo sector de arranque na partição do sistema.
  • Fixmbr repara o código de arranque principal da partição de arranque. O dispositivo da variável corresponde a um nome opcional que especifica o dispositivo que requer um novo registo de arranque principal. Omita esta variável quando o destino for o dispositivo de arranque.
  • Format formata um disco. O parâmetro /q executa uma formatação rápida. O parâmetro /fs especifica o sistema de ficheiros.
  • Help se não utilizar a variável do comando para especificar um comando, help listará todos os comandos suportados pela Consola de recuperação.
  • Listsvc apresenta todos os serviços e controladores disponíveis no computador.
  • Logon apresenta as instalações detectadas do Windows e solicita a palavra-passe do administrador local para essas instalações. Utilize este comando para passar para outra instalação ou subdirectório.
  • Map apresenta mapeamentos de dispositivos actualmente activos. Inclua a opção arc para especificar a utilização de caminhos ARC (Advanced RISC Computing), (o formato de Boot.ini), em vez de caminhos de dispositivos do Windows.
  • MD (Mkdir) funciona apenas nos directórios do sistema da actual instalação do Windows, nos suportes de dados amovíveis, no directório raiz de qualquer partição do disco rígido ou nas origens de instalação locais.
  • More/Type apresenta o ficheiro de texto especificado no ecrã.
  • Rd (Rmdir) funciona apenas nos directórios do sistema da instalação actual do Windows, nos suportes de dados amovíveis, no directório raiz de qualquer partição do disco rígido ou nas origens de instalação locais.
  • Ren (Rename) funciona apenas nos directórios do sistema da instalação actual do Windows, nos suportes de dados amovíveis, no directório raiz de qualquer partição do disco rígido ou nas origens de instalação locais. Não é possível especificar uma nova unidade nem caminho como o destino.
  • Set apresenta e define as variáveis de ambiente da Consola de recuperação.
  • Systemroot define o directório actual como %SystemRoot%.
Reduzir esta imagemExpandir esta imagem
assets folding end collapsed

Regras da Consola de Recuperação

Reduzir esta imagemExpandir esta imagem
assets folding start collapsed
Várias regras de ambiente estão em efeito enquanto trabalha na Consola de Recuperação. Escreva set para visualizar o ambiente actual. Por predefinição, as regras são as seguintes:
  • AllowAllPaths = FALSE impede o acesso a directórios e subdirectórios fora da instalação do sistema seleccionada ao aceder à Consola de recuperação.
  • AllowRemovableMedia = FALSE impede o acesso a suportes de dados amovíveis como um destino para ficheiros copiados.
  • AllowWildCards = FALSE impede o suporte de caracteres universais para comandos, tais como copy e del.
  • NoCopyPrompt = FALSE significa que é solicitada confirmação, por parte da Consola de recuperação, quando substituir um ficheiro existente.
Reduzir esta imagemExpandir esta imagem
assets folding end collapsed

Como eliminar a Consola de Recuperação

Reduzir esta imagemExpandir esta imagem
assets folding start collapsed
Para eliminar a Consola de Recuperação:
  1. Reinicie o computador, clique em Iniciar, clique em O meu computador, faça duplo clique no disco rígido onde instalou a Consola de recuperação.
  2. No menu Ferramentas, clique em Opções de pastas e, em seguida, clique no separador Ver.
  3. Clique em Mostrar ficheiros e pastas ocultos, clique para desmarcar a caixa de verificação Ocultar ficheiros protegidos do sistema operativo (Recomendado) e clique em OK.
  4. Na pasta raiz, elimine a pasta Cmdcons e o ficheiro Cmldr.
  5. Na pasta raiz, clique com o botão direito do rato no ficheiro Boot.ini e clique em Propriedades.
  6. Clique para desmarcar a caixa de verificação Só de leitura e, em seguida, clique em OK.

    Aviso: a modificação incorrecta do ficheiro Boot.ini poderá impedir o reinício do computador. Certifique-se de que elimina somente a entrada da Consola de recuperação. Além disso, altere o atributo do ficheiro Boot.ini novamente para um estado só de leitura depois de concluir este procedimento. Abra o ficheiro Boot.ini no Bloco de notas do Microsoft Windows e remova a entrada relativa à Consola de recuperação. Esta é semelhante à seguinte:
    C:\cmdcons\bootsect.dat="Microsoft Windows Recovery Console" /cmdcons
  7. Guarde o ficheiro e feche-o.
Reduzir esta imagemExpandir esta imagem
assets folding end collapsed

Como instalar a Consola de Recuperação durante uma instalação automática

Reduzir esta imagemExpandir esta imagem
assets folding start collapsed
Para instalar a Consola de recuperação durante a instalação automática do Windows, tem de utilizar a secção [GuiRunOnce] do ficheiro unattend.txt.
Command1="caminho\winnt32 /cmdcons /unattend"
Para mais informações sobre como utilizar o ficheiro Unattend.txt, consulte o Deployment Planning Guide do Windows 2000 Server Resource Kit.
Reduzir esta imagemExpandir esta imagem
assets folding end collapsed

Referências

Pode utilizar a política de grupo para alterar as regras e expandir as capacidades de que dispõe na Consola de recuperação.

Para obter mais informações sobre como efectuar este procedimento, clique no número de artigo que se segue para visualizar o artigo na base de dados de conhecimento da Microsoft (KB, Microsoft Knowledge Base):
310497 Como utilizar políticas de grupo para dar mais poderes à Consola de Recuperação

Para mais informações sobre a Consola de Recuperação do Windows XP, clique no número de artigo que se segue para ver o artigo na Base de Dados de Conhecimento Microsoft:
314058 Descrição da Consola de Recuperação do Windows XP para utilizadores avançados

Propriedades

Artigo: 307654 - Última revisão: 25 de março de 2014 - Revisão: 10.0
A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft Windows XP Professional Edition
  • Microsoft Windows XP Home Edition
Palavras-chave: 
kbhowto kbcip KB307654

Submeter comentários

 

Contact us for more help

Contact us for more help
Connect with Answer Desk for expert help.
Get more support from smallbusiness.support.microsoft.com