Você pode usar o Modelo de Pacote de Conteúdo do Power BI On-line do Projeto para relatar os Project para a Webdados contidos em seu Dataverse. Você também pode personalizar e expandir os recursos do modelo, alterando o arquivo para atender às necessidades da sua organização.   

Para obter instruções sobre como se conectar às fontes de dados e instalar este modelo, confira Conectar ao Projeto para os dados da web por meio do Power BI Desktop.  

O modelo fornece conexões, ou consultas, para todas as entidades de base Project para a Webincluindo Projetos, Tarefas, Recursos que podem ser reservados, Grupos de projeto, Equipe do projeto e Usuário do Sistema. Ele também fornece as conexões necessárias para recuperar dados do serviço Roteiro (Roteiro, Itens do Roteiro e Links do Item do Roteiro), e uma versão está disponível que inclui conexões do Project Web App (PWA) para cenários completos de relatórios de portfólio. Todas as versões do modelo estão disponíveis no GitHub em aka.ms/ProjectReports.

O modelo fornece um exemplo de como Power BI e Project para a Web pode trabalhar em conjunto para fornecer insights poderosos sobre portfólios de projetos.  

Este arquivo de modelo foi criado para ajudá-lo a personalizar o conteúdo do relatório da sua organização e expandir as percepções sobre diferentes aspectos dos portfólios. À medida que mais funcionalidades são adicionadas aos Project para a Webrelatórios serão personalizados ainda mais para oferecer visibilidade adicional dos dados gerenciados pelos novos recursos.

Muitas vezes, é tentador consultar e adicionar todos os dados de uma fonte, com a ideia de que você pode usá-los em seu relatório mais tarde. No entanto, dependendo do tamanho do seu conjunto de dados, consultar todos os dados pode afetar significativamente o desempenho do relatório. Quanto mais dados o relatório precisa para carregar, mais tempo o carregamento e a atualização podem levar e mais tempo as visualizações podem demorar para renderizar na tela.  

Recomendamos que você se concentre nas necessidades de relatórios atuais de sua organização ou em cenários de relatórios específicos e otimize suas consultas para recuperar apenas os dados necessários para dar suporte às suas visualizações.  

O modelo de pacote de conteúdo do Power BI do Project Online é um exemplo de como otimizar as consultas para o tópico que está sendo explorado. Algumas colunas úteis para outros tópicos foram excluídas. Você pode estender a entidade Project no Dataverse em PowerApps adicionando mais colunas. Para obter informações sobre como fazer isso, confira Como criar e editar colunas. Essas colunas podem ser adicionadas às consultas para expandir ou alterar o foco do relatório do Power BI.

Exemplo: Explorar colunas de localização e programa

  1. Na faixa de opções, selecione Editar Consultas e, no Power Query Editor, em Consultas, selecione Projetos.

  2. No lado direito, em Configurações de consulta, ao lado de Outras Colunas Removidas, selecione o ícone de engrenagem.

    O editor de consultas do Power BI com seções numeradas para mostrar como as colunas estão sendo adicionadas. O número 1 mostra Projetos em Consultas, o número 2 mostra quais listagens remover em Etapas Aplicadas e o número 3 mostra campos personalizados que uma organização adicionou à entidade Projetos.

  3. Na caixa de diálogo Escolher Colunas, pesquise as colunas personalizadas que deseja adicionar ao relatório. Neste exemplo, adicionamos as colunas cr512_location e cr512_program da lista de colunas personalizadas que a organização tinha em sua entidade de Projetos. Você pode adicionar colunas personalizadas ou colunas internas adicionais.  Este é um exemplo de como escolher colunas para adicionar ao editor de consultas. As colunas que estão sendo adicionadas neste exemplo são chamadas cr512_location e cr512_program.

  4. Na janela do Power Query Editor, selecione Fechar e Aplicar e, em seguida, selecione Atualizar na faixa de opções principal do Power BI.

Adicionar as colunas neste exemplo permitiu a criação dos seguintes gráficos que mostram a contagem do projeto por programa e local.  

Este é um gráfico que mostra a contagem de projetos por local e programa.

Outro exemplo seria usar a coluna interna A createdon para mostrar uma contagem de projetos criados por mês.

Se você estiver desenvolvendo um relatório e quiser examinar dados de artefatos de gerenciamento de projetos personalizados adicionais, pois eles se relacionam com os projetos no sistema, você pode adicionar novas tabelas de dados consultando entidades Dataverse personalizadas. O design do modelo facilitou a inclusão de novas entidades e Projetos para conectá-los ao seu modelo de dados.

  1. Selecione Editar Consultas.

  2. Nas Consultas, clique com o botão direito do mouse na consulta do Intervalo do Projeto e selecione Duplicar.

    A janela do Editor de consultas com o Bucket do Projeto e Duplicar selecionados no painel Consultas. O Bucket do Projeto aparece no campo Nome em PROPRIEDADES. A listagem Colunas Renomeadas é realçada no painel ETAPAS APLICADAS.

  3. Para a consulta recém-duplicada atualmente denominada Intervalo do Projeto (mostrado na imagem acima), no painel de Configurações da Consulta, em ETAPAS APLICADAS, exclua as etapas para as Colunas Renomeadas e Outras Colunas Removidas.

  4. Novamente em ETAPAS APLICADAS, ao lado de Navegação, selecione a engrenagem de configurações.O editor de consultas com Problemas selecionado no painel Consultas. O número 2 aparece ao lado da palavra Problemas. Ela está listada no campo Nome em PROPRIEDADES e o número 1 aparece ao lado de Navegação, que está selecionado em ETAPAS APLICADAS no painel Configurações de Consulta.

  5. Selecione a entidade para a qual deseja navegar. Em nosso exemplo, estamos selecionando uma entidade rotulada cr512_issues, que neste exemplo é uma entidade personalizada no Dataverse que armazena dados relacionados a problemas para nossos projetos.

  6. Renomeie sua consulta no painel Configurações de Consulta na caixa Nome.  Aqui, renomeamos a consulta como "Problemas". 

  7. Para escolher as colunas que deseja manter, na guia Página inicial, selecione Gerenciar Colunas> Escolher Colunas

    Observação: Você também pode renomear suas colunas para algo um pouco mais amigável (isso ajudará seus relatórios a parecerem mais profissionais e aprimorará o recurso de perguntas e respostas no serviço do Power BI).

  8. Na janela do Power Query Editor, selecione Fechar e Aplicar.

  9. Navegue até a exibição do seu modelo e crie relacionamentos conforme necessário com sua nova entidade e a entidade de Projetos.

Observação: Os relacionamentos que você criar dependerão do seu cenário específico. Neste exemplo, conectamos a tabela Issues à tabela Projetos (Project ID em Projetos para cr512_msdyn_project em Problemas).

O painel Projetos à esquerda tem a ID do Projeto selecionada. O painel Problemas à direita tem cr512_msdyn_project selecionado. Há linhas horizontais se estendendo de cada painel. A linha à esquerda é um pouco menor do que a linha à direita. Entre as duas linhas existe uma caixa com uma seta apontando para cima. Essas linhas com a seta ajudam a mostrar que uma conexão está sendo estabelecida entre as duas tabelas representadas pelos dois painéis.

Usando os dados e relacionamentos adicionais, você pode criar um gráfico de rosca usando Projetos, Nome e Problemas do Projeto, Contagem de cr512_issueid. O gráfico mostra que os dois projetos com mais problemas são o projeto Sensor de Rastreamento Automatizado e o Power BI projeto Migração, cada um com uma contagem de 4 problemas.

Um gráfico circular no centro tem nomes de projetos que aparecem ao longo da parte externa do círculo. Cada nome de projeto tem um número associado a ele para mostrar o número de problemas que ele tem. Na parte superior direita do círculo, estão dois projetos que têm o número 4 ao lado deles. Os nomes desses projetos e o número associado a eles têm uma borda retangular ao redor deles.

Alternativamente, o recurso de Detecção Automática de relacionamentos pode frequentemente localizar novos relacionamentos em seus dados. Na faixa de opções da tela principal do Power BI, selecione Gerenciar Relacionamentos e, em seguida, selecione o botão Detecção Automática na parte inferior. O Power BI descobrirá os novos relacionamentos de dados no relatório. Quando concluído, ele exibirá quantos novos relacionamentos ele encontrou, agora que os novos dados e colunas foram adicionados. Você vai querer analisar esses novos relacionamentos para garantir que o modelo de dados resultante seja o que você espera.  

À medida que você adiciona mais conexões (consultas) ao relatório, pode optar por permitir que o Power BI serviço forneça insights de seu conjunto de dados.  

Além disso, anexação de exibições em um painel pode levar ao uso de perguntas e respostas no Power BI serviço para obter insights adicionais do conjunto de dados.  

Precisa de mais ajuda?

Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Microsoft Insider

Estas informações foram úteis?

Qual é o seu grau de satisfação com a qualidade da tradução?

O que afetou sua experiência?

Algum comentário adicional? (Opcional)

Obrigado por seus comentários!

×