As crianças hoje gastam metade de suas horas acordados usando tecnologia, o que ajuda a definir e moldar suas identidades e relações e afeta diretamente o ambiente escolar. Temos a responsabilidade de entender a segurança online por nós mesmos e, em seguida, ajudar a orientar as crianças a estarem mais seguras neste mundo conectado.

Como educadores, você pode ajudar os alunos a se tornarem cidadãos digitais éticos, responsáveis e resilientes. Não é preciso ter conhecimento técnico: use as dicas abaixo que dependem do bom senso e das práticas básicas de segurança online. 

1. Proteja seus dispositivos e informações

Siga essas etapas para proteger dispositivos contra alguém que tenta invadir, representar ou espiar você, enganar você ou usar software mal-intencionado para destruir ou roubar suas fotos, listas de contatos e outras informações.

  • Mantenha todos os softwares (especialmente seu navegador da web) atualizados com as atualizações e patches mais recentes.

  • Instale software antivírus e software antispyware legítimo.

  • Confirme se o firewall do seu dispositivo está ativado.

  • Proteja seu roteador sem fio com uma boa senha e use unidades flash com cautela. Para obter mais informações, consulte Be safer over wireless connections.

  • Pense duas vezes (mesmo que você conheça o remetente) antes de abrir anexos ou clicar em links no email, mensagens de texto SMS ou em mídias sociais. Para obter mais informações, consulte Proteja-se contra phishing.

  • Use senhas fortes e NÃO COMPARTILHE- nem mesmo com seu melhor amigo. Também não reutilize senhas; use uma senha diferente em cada site. Para obter mais informações, consulte Create and use strong passwords.

  • Use o recurso de bloqueio de tela do telefone para impedir que qualquer pessoa faça chamadas, mensagens de texto ou acesse suas informações pessoais sem sua permissão.

2. Compartilhar com cuidado

As informações que você compartilha online sobre você ou os comentários que você publica podem se tornar públicos. Eles podem permanecer em busca de resultados por anos futuros, potencialmente visíveis para um futuro empregador ou oficial de admissões universitárias.

Siga este conselho para evitar que alguém use suas informações contra você para intimidar, se passar por você, roubar sua identidade ou engana você.

  • Não compartilhe fotos ou vídeos sugestivos. 

  • Torne suas páginas de redes sociais privadas. Uma maneira é procurar por Configurações ou Opções no site social para gerenciar quem pode ver seu perfil ou fotos marcados com seu nome, como as pessoas podem pesquisar por você, quem pode fazer comentários e como bloquear pessoas.

  • Crie páginas de perfil e endereços de e-mail que não revelem nada pessoal e não sejam sugestivos.

  • Seja exigente ao adicionar novos amigos em sites sociais ou em jogos.

Para obter mais informações, consulte Os perigos do compartilhamento em excesso.

3. Seja um verdadeiro amigo

  • Se você não a usaria em uma camiseta, não compartilhe.

  • Defenda seus amigos. Os cyberbullies têm menos probabilidade de atingir alguém que tem um grupo forte de amigos e geralmente param quando os amigos da vítima se reúnem ao redor dele ou dela. (Cyberbullies podem se surpreender ao saber que suas ações podem ser crimes).

  • Não compartilhe detalhes pessoais de amigos e familiares sem a permissão deles.

4. Conexão com sinceridade e cuidado

  • Não baixe música com direitos autorais, jogos de vídeo etc.— isso é ilegal. Além disso, os arquivos piratas são frequentemente usados para distribuir vírus e spyware sem o conhecimento do usuário.

  • Não copie textos da web ou compre ensaios ou relatórios acabados. Quando você copia, você não aprende o material, e o que importa é o aprendizado. Além disso, muitas escolas e professores agora têm ferramentas que podem detectar automaticamente documentos plagiados, então as chances de serem pegos são maiores do que você poderia esperar.

  • Encontrar pessoalmente um “amigo” online pode ser arriscado. Se você vai conhecer alguém que só conhece online, proteja-se: sempre traga um dos pais, um adulto de confiança ou um amigo e encontre-se em um lugar público movimentado.

Conselhos para pais

Os pais experimentam diariamente a conexão constante que seus filhos têm com a tecnologia e como ela molda sua realidade. É por isso que os pais podem desempenhar um papel vital em ajudar seus filhos a desenvolver as habilidades e a ética de que precisam para tomar suas próprias decisões informadas. Em suas conversas com os pais sobre questões online, sugira que eles prestem atenção ao que as crianças fazem e com quem elas se encontram online. É particularmente importante que os pais negociem diretrizes claras para o uso da web e de jogos online que se ajustem tanto à maturidade de seus filhos quanto aos valores da família. 

Saiba mais

Ajuda e aprendizado de segurança da Microsoft

Precisa de mais ajuda?

Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Microsoft Insider

Essas informações foram úteis?

Qual é o seu grau de satisfação com a qualidade do idioma?
O que afetou sua experiência?

Obrigado pelos seus comentários!

×