Este artigo aborda os tipos de arquivo multimídia aos quais o Microsoft Windows Media Player 12 oferece suporte. (Como determinar a versão do Windows Media Player).

Observação:  Formatos de arquivo adicionais poderão ter suporte se você instalar novos codecs no Windows. Para obter mais informações, consulte Codecs: perguntas frequentes.

  • Formatos do Windows Media (.asf, .wma, .wmv, .wm)

  • Metarquivos do Windows Media (.asx, .wax, .wvx, .wmx, .wpl)

  • Microsoft Digital Video Recording (.dvr-ms)

  • Pacote de Download do Windows Media (.wmd)

  • Audio Visual Interleave (.avi)

  • Moving Pictures Experts Group (.mpg, .mpeg, .m1v, .mp2, .mp3, .mpa, .mpe, .m3u)

  • Interface de Instrumento Musical Digital (.mid, .midi, .rmi)

  • Audio Interchange File Format (.aif, .aifc, .aiff)

  • Sun Microsystems e NeXT (.au, .snd)

  • Áudio para Windows (.wav)

  • Faixa de Áudio do CD (.cda)

  • Indeo Video Technology (.ivf)

  • Skins do Windows Media Player (.wmz, .wms)

  • Arquivo do QuickTime Movie (.mov)

  • Arquivo de Áudio MP4 (.m4a)

  • Arquivo de vídeo MP4 (.mp4, .m4v, .mp4v, .3g2, .3gp2, .3gp, .3gpp)

  • Arquivo de áudio do Windows (.aac, .adt, .adts)

  • Arquivo de vídeo MPEG-2 (.m2ts)

  • Free Lossless Audio Codec (.flac)

Informações detalhadas sobre os tipos de arquivo com suporte

 

Formato ASF (.asf) O Advanced Systems Format (ASF) é o formato de arquivo preferido do Windows Media. Com o Windows Media Player, se os codecs apropriados estão instalados em seu computador, é possível reproduzir conteúdo de áudio, conteúdo de vídeo ou ambos, que são compactados com uma ampla variedade de codecs e que são armazenados em um arquivo .asf. Além disso, é possível reproduzir fluxos de áudio e vídeo com o Windows Media Services, ou empacotar esse conteúdo com o Windows Media Rights Manager.

O ASF é um formato de arquivo extensível que armazena dados de multimídia sincronizados. Ele oferece suporte à entrega de dados através de uma ampla variedade de redes e protocolos. Ele também é indicado para reprodução local. O ASF oferece suporte a capacidades de multimídia avançadas incluindo tipos de mídia extensíveis, download de componentes, tipos de mídia escalonáveis, priorização de fluxo específico por autor, suporte a múltiplos idiomas e capacidades bibliográficas que incluem gerenciamento de documentos e conteúdo.

Normalmente, os arquivos ASF com conteúdo de áudio compactados com o codec Windows Media Audio (WMA) usam a extensão .wma. Da mesma forma, os arquivos ASF com conteúdo de áudio, conteúdo de vídeo ou ambos, compactados com os codecs Windows Media Audio (WMA) e Windows Media Video (WMV) usam a extensão .wmv. Finalmente, o conteúdo que é compactado com qualquer outro codec usa a extensão genérica .asf. Para obter mais informações sobre o ASF, visite o seguinte site da Microsoft:

Arquivos ASF (Advanced Systems Format)

Windows Media Audio (.wma) Os arquivos Windows Media Audio (.wma) são arquivos Advanced Systems Format (.asf) que incluem áudio compactado com o codec Windows Media Audio (WMA). Ao usar uma extensão separada, os usuários podem instalar vários players nos computadores e associar alguns deles à extensão .wma para reproduzir apenas as fontes de áudio.

Windows Media Video (.wmv, .wm) Os arquivos Windows Media Video (.wmv) são arquivos Advanced Systems Format (.asf) que incluem áudio, vídeo ou ambos, compactados com os codecs Windows Media Audio (WMA) e Windows Media Video (WMV). Usando uma extensão separada, você pode instalar vários players no computador e associar determinados players a uma extensão .wmv para reprodução de fontes de áudio e vídeo.

 

Advanced Stream Redirector (.asx) Os arquivos Advanced Stream Redirector (.asx), também conhecidos como Metarquivos do Windows Media, são arquivos de texto que fornecem informações sobre um fluxo de arquivos e sua apresentação. Os arquivos ASX vão além da simples tarefa de definir listas de reprodução para fornecer ao Windows Media Player informações sobre como apresentar os itens de mídia específicos da lista de reprodução.

Os Metarquivos do Windows Media são baseados na sintaxe do XML e podem ser codificados nos formatos ANSI ou UNICODE (UTF-8). Eles são compostos de vários elementos com suas tags e atributos associados. Cada elemento em um metarquivo do Windows Media define uma configuração ou ação específica no Windows Media Player.

Os arquivos ASX podem apontar para qualquer tipo de arquivo de mídia que o Windows Media Player reconhece e oferece suporte.


Para obter mais informações sobre os Metarquivos do Windows Media, visite o seguinte site da Microsoft:

Metarquivos do Windows Media 

Windows Media Audio Redirector (.wax) Os arquivos do Windows Media Audio Redirector (.wax) são Metarquivos do Windows Media que fazem referência aos arquivos do Windows Media Audio (.wma).

Windows Media Video Redirector (.wvx) Arquivos do Windows Media Video Redirector (.wvx) são Metarquivos do Windows Media que fazem referência aos arquivos do Windows Media Video (.wmv)

Windows Media Redirector (.wmx) Versões do Windows Media Player que oferecem suporte a este tipo de arquivo: Os arquivos do Windows Media Redirector (.wmx) são Metarquivos do Windows Media que fazem referência a arquivos Windows Media Audio (.wma), Windows Media Video (.wmv) ou ambos.

Windows Media Player Playlist (.wpl) Os arquivos Windows Media Player Playlist (.wpl) são listas de reprodução executadas do lado do cliente que são escritas em um formato proprietário. A Microsoft introduziu esse formato de arquivo no Windows Media Player 9 Series. O formato .wpl pode criar listas de reprodução de forma dinâmica, ao passo que os formatos .asx e .m3u não podem. No Windows Media Player 9 Series, o recurso de lista de reprodução automática usa o formato .wpl. O .wpl é o formato de arquivo padrão usado para playlists salvas no Windows Media Player 9 Series.

 

No Microsoft Windows XP Media Center Edition, a Microsoft introduziu o formato de arquivo *.dvr-ms para armazenar conteúdo de TV gravado. Da mesma forma que os arquivos *.asf, aprimoramentos no arquivo *.dvr-ms permitem funcionalidade de Personal Video Recorder (PVR), incluindo alternância de tempo, pausa ao vivo e gravação e reprodução simultâneas. O vídeo contido em um arquivo *.dvr-ms é codificado como um fluxo de vídeo MPEG-2, e o áudio contido em um arquivo *.dvr-ms é codificado como um fluxo de áudio MPEG-1 Layer II.

Para reproduzir arquivos *.dvr-ms desprotegidos em computadores com base no Windows XP, é necessário ter os seguintes componentes hardware e software:

  • Service Pack 1 (SP1) do Microsoft Windows XP ou mais recente.

  • A atualização documentada no seguinte artigo na Base de Dados de Conhecimento Microsoft precisa ser instalada no computador:
    Para obter informações adicionais, clique no número abaixo para ler o artigo na Base de Dados de Conhecimento Microsoft (a página pode estar em inglês):

    810243 Suporte de reprodução do DirectShow para arquivos gravados com o Windows XP Media Center Edition
     

  • Um decoder de DVD compatível com o Windows XP.

Para obter mais informações sobre arquivos *.dvr-ms, visite o seguinte site da Microsoft:

Sobre o Formato de Arquivo dvr-ms

 

Os pacotes Windows Media Download (WMD) combinam skins do Windows Media Player, informações de listas de reprodução e conteúdo multimídia em um único arquivo baixável que usa a extensão .wmd. Um pacote .wmd pode incluir um álbum inteiro de vídeos de música que também exibe propaganda na forma de marcas gráficas e links para o site de um revendedor de músicas online.

Para baixar um pacote .wmd de um site da web, clique no link para o pacote. Quando um pacote é baixado no seu computador, o Windows Media Player extrai automaticamente os arquivos contidos no pacote, adiciona as playlists no pacote, adiciona o conteúdo à Biblioteca de Mídia, exibe a aparência da borda no
painel Em Execução do Windows Media Player (no modo de tela inteira) e depois reproduz o primeiro item na playlist. Para obter informações adicionais sobre os arquivos .wmd, consulte o seguinte site da Microsoft:

Criando um Pacote de Download do Windows Media (preterido)

 

O Audio Video Interleave (AVI) é um caso especial de Resource Interchange File Format (RIFF). O AVI é definido pela Microsoft. O formato de arquivo .avi é o mais comum para dados de áudio e vídeo em um computador.

O conteúdo de áudio ou vídeo compactado com uma ampla variedade de codecs pode ser armazenado em um arquivo .avi e reproduzido no Windows Media Player, desde que os codecs apropriados estejam instalados no computador. Os codecs de vídeo normalmente usados em arquivos .avi incluem os seguintes codecs:

  • DivX codec

    Para obter mais informações, acesse o seguinte site da DivX:

    DivX

  • Cinepak codec

    Para obter mais informações, acesse o seguinte site da Cinepak:

    Cinepak

  • Indeo codec

    Para obter mais informações, acesse o seguinte site da Ligos:

    Ligos Corporation 

  • DV codec

  • MJPEG codec

  • Codec RGB descompactado ou YUY2

Os codecs de áudio normalmente usados em arquivos .avi incluem os seguintes codecs de áudio:

  • MP3 codec

  • Microsoft Adaptive Differential Pulse Code Modulation (MS ADPCM)

  • Codec Pulse Code Modulation (PCM) descompactado

 

O Moving Picture Experts Group desenvolve os padrões de Moving Picture Experts Group (MPEG). Esses padrões são um conjunto de padrões em desenvolvimento para compactação de vídeo e áudio.

MPEG-1 (.mpeg, .mpg, .m1v) Este padrão permite a codificação de vídeo progressivo a uma taxa de transmissão de aproximadamente 1,5 milhões de bits por segundo (bps). Este formato de arquivo foi desenvolvido especificamente para uso com mídias Video-CD e CD-i. A implementação mais comum do padrão MPEG-1 fornece uma resolução de vídeo de 352 x 240 a 30 frames por segundo (fps). Ao utilizar este padrão, você recebe um vídeo que é de qualidade um pouco inferior aos vídeos VCR comuns.

Os arquivos que usam a extensão .m1v são normalmente fluxos MPEG-1 básicos contendo somente informação de vídeo. Os arquivos que usam as extensões .mpg ou .mpeg são normalmente fluxos MPEG-1 de sistema que contêm vídeo codificado como MPEG-1 e áudio codificado como MPEG-1 Layer II (MP2).

Entretanto, as extensões .mpg e .mpeg não são de uso exclusivo dos fluxos de sistema MPEG-1. Fluxos de programa MPEG-2 também usam freqüentemente as extensões .mpg e .mpeg, mas contêm vídeo codificado como MPEG-2. Como os sistemas operacionais Microsoft Windows fornecem somente um decoder de vídeo MPEG-1, o Windows Media Player não pode reproduzir fluxos de programa MPEG-2 sem que um decoder adicional de vídeo MPEG-2 (também conhecido como um pacote de decoder de DVD) esteja instalado. Para obter mais informações sobre compra de pacotes de decodificadores de DVD, acesse o seguinte site da Microsoft:

Downloads para Windows

MPEG Audio Layer III (.mp3) Este padrão também de desenvolveu a partir dos primeiros trabalhos com o MPEG. Ele é uma tecnologia de compactação de áudio que é parte das especificações do MPEG-1 e MPEG-2. O Fraunhofer Institute desenvolveu o MP3 na Alemanha em 1991. O MP3 usa a codificação de áudio perceptual para compactar o som com qualidade de CD com quase a mesma fidelidade.

MPEG Audio Layer II (.mp2, .mpa) O MPEG Audio Layer II é um padrão de codificação de áudio originalmente desenvolvido como parte da especificação MPEG-1 e foi posteriormente atualizado para a especificação MPEG-2.

M3U (.m3u) Um arquivo .m3u é uma lista de reprodução em metarquivo que faz referência a arquivos .mp3 e oferece metadados adicionais aos itens da playlist.

 

O Musical Instrument Digital Interface (MIDI) é um protocolo padrão para o intercâmbio de informação musical entre instrumentos musicais, sintetizadores e computadores. Este padrão define os códigos para um evento musical que inclui o início de uma nota, seu tom, comprimento, volume e atributos musicais, tais como o vibrato. Também define códigos para vários ajustes de botão, discagem e pedal usados nos sintetizadores.

 

A Apple Computer desenvolveu o formato de arquivo Audio Interchange File Format (AIFF). Você pode usar esse formato para armazenar informações de instrumentos musicais e amostras de áudio de alta qualidade.

 

Os arquivos Unix Audio (.au) são arquivos de som gerados pelo UNIX.

Um arquivo de som (.snd) é um formato de arquivo de som intercambiável usado em computadores Sun, NeXt e Silicon Graphics. O arquivo normalmente contém dados de som brutos seguidos por um identificador de texto.

 

O Windows usa o formato de arquivo Wave Form Audio (WAV) para armazenar sons como formas de onda. Um minuto de som codificado como Pulse Code Modulation (PCM) pode ocupar tanto um quantidade pequena de armazenamento, como 644 quilobytes (KB), quanto uma quantidade maior, como 27 megabytes (MB). O tamanho do espaço de armazenamento irá depender da freqüência de amostragem, do tipo de som (mono ou estéreo) e do número de bits que são usados para a amostra.

Da mesma forma que os formatos AVI e ASF, o WAV é somente um contêiner de arquivo. O conteúdo de áudio compactado com uma ampla variedade de codecs e armazenado em um arquivo .wav pode ser reproduzido no Windows Media Player, desde que os codecs apropriados estejam instalados no computador. Os codecs de áudio mais comuns usados nos arquivos .wav são o MS ADPCM (Microsoft Adaptive Differential Pulse Code Modulation) e o PCM (Pulse Code Modulation) descompactado.

 

As faixas do CD de áudio (.cda) são arquivos de áudio armazenados em uma mídia de CD. Somente é possível reproduzir arquivos .cda a partir de um CD-ROM. Em função disso, um arquivo de amostra não pôde ser incluído neste artigo para ser reproduzido. Para testar um arquivo .cda, tente reproduzir um arquivo .cda diferente a partir do seu CD-ROM ou tente reproduzir o arquivo .cda a partir de outro CD-ROM. Os arquivos .cda são representações das faixas de áudio do CD e não contêm a informação real de pulse code modulation (PCM). Você não pode reproduzir o arquivo se copiar um arquivo .cda do CD-ROM para o disco rígido.

 

Os Indeo Video Files (IVF) são arquivos de vídeo codificados usando o codec Indeo da Ligos Corporation. Os padrões do Indeo podem mudar com freqüência. Para ter certeza de que você pode reproduzir arquivos que são codificados com esse codec, certifique-se de que você tem o pacote Indeo mais recente. Para verificar se você tem o pacote Indeo mais recente, entre em contato com a Ligos Corporation. Para fazer isso, visite o seguinte site da Ligos:

Ligos Corporation Para reproduzir um arquivo .ivf, baixe o arquivo no disco rígido antes de reproduzi-lo. Para fazer isso, siga estas etapas:

  1. Clique com o botão direito do mouse no arquivo .ivf e clique em
    Salvar Destino como.

  2. Especifique um local no seu disco rígido onde deseja salvar o arquivo.

  3. Clique duas vezes no arquivo que você salvou no seu disco rígido para reproduzí-lo.

Para obter informações adicionais, clique no número abaixo para ler o artigo na Base de Dados de Conhecimento Microsoft (a página pode estar em inglês):

281919 Mensagem de "Erro não especificado" ao executar um arquivo IVF (Indeo Video Format)
 

 

Um arquivo de definição Windows Media Player skin (.wms) é um documento de texto XML que define os elementos que serão apresentados em uma aparência, as suas relações e suas funcionalidades. Um gerador de script cria um arquivo de definição de aparência (.wms) e quaisquer arquivos JScript (.js) associados que incorporam os elementos artísticos e adicionam funcionalidade à aparência.

Um arquivo .wmz é um arquivo compactado Zip que contém um arquivo de definição de aparência do Windows Media Player, os arquivos Jscript associados e os seus arquivos gráficos de suporte (em inglês).

 

A Apple Computer desenvolveu o formato de arquivo QuickTime para criar, editar, publicar e exibir arquivos multimídia. O formato QuickTime pode conter vídeo, animação, imagens e conteúdo 3D e de realidade virtual (VR). Somente os arquivos QuickTime com versão 2.0 ou anterior podem ser reproduzidos no Windows Media Player. As versões mais recentes do QuickTime necessitam do player proprietário Apple QuickTime Player. Para obter mais informações, acesse o seguinte site da Apple:

Suporte do QuickTime Player

 

O.m4a (somente áudio) é compactado com a codificação AAC (com perdas), mas também pode estar no formato sem perdas da Apple.

 

O MPEG-4 é uma especificação da ISO (Organização Internacional para Padronização) que abrange muitos aspectos da apresentação multimídia, incluindo compactação, criação e entrega. Embora a compactação de vídeo e a definição do contêiner de arquivo sejam duas entidades separadas e independentes da especificação MPEG-4, muitas pessoas erroneamente acreditam que as duas são intercambiáveis. É possível implementar apenas partes da especificação MPEG-4 e continuar compatível com o padrão.

O formato de arquivo MPEG-4, como definido pela especificação do MPEG-4, contém vídeo codificado como MPEG-4 e conteúdo de áudio codificado como Advanced Audio Coding (AAC). Ele usa normalmente a extensão .mp4. O Windows Media Player não oferece suporte à reprodução do formato de arquivo .mp4. Você pode reproduzir arquivos de mídia .mp4 no Windows Media Player após a instalação de pacotes de decoder MPEG-4 compatíveis com o DirectShow. Os pacotes de decoder MPEG-4 compatíveis com o DirectShow incluem o Ligos LSX-MPEG Player e o EnvivioTV.

Para obter mais informações sobre o Ligos LSX-MPEG Player, acesse o seguinte site da Ligos:

Ligos Corporation Para obter mais informações sobre o EnvivioTV, acesse o seguinte site da Envivio:

Ericsson Portfolio A Microsoft optou por implementar a parte de compactação de vídeo do padrão MPEG-4. A Microsoft produz atualmente os seguintes codecs de vídeo com base no MPEG-4:

  • Microsoft MPEG-4 v1

  • Microsoft MPEG-4 v2

  • Microsoft MPEG-4 v3

  • ISO MPEG-4 v1

O conteúdo de vídeo MPEG-4 pode ser codificado e armazenado em um contêiner de arquivo .asf usando o Windows Media Tools e o Windows Media Encoder. Desta forma é possível reproduzir esses arquivos no Windows Media Player. Para obter mais informações sobre suporte da Microsoft e MPEG-4, visite o seguinte site da Microsoft:

Obter o Windows Media Player O formato de arquivo .m4v é um formato de arquivo de vídeo desenvolvido pela Apple e é muito próximo ao formato MP4. As diferenças são a proteção de cópia DRM da Apple opcional e o tratamento de áudio AC3 (Dolby Digital) que não está padronizado para o contêiner MP4.

O arquivo .mp4v é o arquivo de vídeo MPEG-4.

O .3gp (formato de arquivo 3GPP) é um formato de contêiner de multimídia definido pelos serviços de multimídia do Third Generation Partnership Project (3GPP) para 3G UMTS. Ele é usado em telefones celulares 3G, mas também pode ser executado em alguns telefones 2G e 4G.

O .3g2 (formato de arquivo 3GPP2) é um formato contêiner de multimídia definido pelos serviços de multimídia 3GPP2 para 3G CDMA2000. É bastante semelhante ao formato de arquivo 3GP, mas possui algumas extensões e limitações em comparação ao 3GP.

O tipo de arquivo .3gp2 é principalmente associado a '3GPP2' .

 

O Advanced Audio Coding (.aac) é um esquema padronizado de compactação com perda de dados e codificação para áudio digital. Desenvolvido para ser o sucessor do formato MP3, o AAC geralmente alcança melhor qualidade de som do que o MP3 em taxas de bits semelhantes.

O Audio Data Transport Stream (.adts) será usado se os dados forem transmitidos em um fluxo de transporte MPEG-2, consistindo em uma série de quadros, cada um com um cabeçalho seguido dos dados de áudio AAC.

 

.m2ts é uma extensão de nome de arquivo usada para o formato de arquivo contêiner Blu-ray Disc Audio-Video (BDAV) MPEG-2 Transport Stream (M2TS). Ele é usado para a multiplexação de áudio, vídeo e outros fluxos. Ele se baseia no contêiner do fluxo de transporte MPEG-2. Este formato de contêiner é comumente usado para vídeo de alta definição no Blu-ray Disc e AVCHD.

Informações adicionais

Os produtos de terceiros mencionados neste artigo são produzidos por empresas independentes da Microsoft. A Microsoft não oferece nenhuma garantia, implícita ou não, do desempenho ou da confiabilidade desses produtos.

Precisa de mais ajuda?

Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Microsoft Insider

Essas informações foram úteis?

Qual é o seu grau de satisfação com a qualidade do idioma?
O que afetou sua experiência?

Obrigado pelos seus comentários!

×