A Segurança do Windows disponibiliza opções de segurança incorporadas que ajudam a proteger o seu dispositivo contra ataques de software malicioso.

Para aceder às funcionalidades descritas abaixo, toque no botão  Iniciar do Windows, escreva segurança do windows, selecione-a a partir dos resultados e, em seguida, selecione Segurança do dispositivo.

Notas: O que vê na página de segurança do dispositivo pode variar dependendo do suporte do seu hardware.

Isolamento do núcleo

O isolamento do núcleo fornece proteção adicional contra software maligno e outros ataques, isolando os processos do computador do seu sistema operativo e do dispositivo. Selecione Detalhes de isolamento do núcleo para ativar, desativar e alterar as definições das funcionalidades de isolamento do núcleo.

Verifique os detalhes do isolamento do núcleo

Integridade da memória

A integridade da memória é uma funcionalidade do isolamento do núcleo. A ativação da definição Integridade da memória pode ajudar a impedir que código malicioso aceda a processos de alta segurança em caso de ataque.

Detalhes da integridade da memória com o isolamento do núcleo

Para saber mais sobre o Isolamento de Núcleos e a integridade da memória, consulte Isolamento do núcleo. 

Processador de segurança

O seu processador de segurança fornece encriptação adicional ao seu dispositivo.

Detalhes do processador de segurança

Ligação para os detalhes do processador de segurança

Aqui, poderá encontrar informações sobre o fabricante do processador de segurança e os números de versão, bem como informações sobre o estado do processador de segurança. Selecione Detalhes do processador de segurança para mais informações e opções.

Nota: Se não vir uma entrada de Processador de segurança neste ecrã, é provável que o seu dispositivo não tenha o hardware TPM (Trusted Platform Module) necessário para esta funcionalidade ou que o mesmo não esteja ativado no UEFI (Extensible Firmware Interface Unificado) Verifique junto do fabricante do dispositivo se o dispositivo suporta TPM e, se for o caso, os passos para o ativar.

Se o processador de segurança não estiver a funcionar corretamente, pode selecionar a ligação Resolução de problemas do processador de segurança para ver quaisquer mensagens de erro e opções avançadas. Para obter mais informações, consulte: Resolução de problemas do processador de segurança.

Arranque seguro

O arranque seguro impede o carregamento de um tipo de malware sofisticado e perigoso, denominado rootkit, ao iniciar o dispositivo. Os rootkits utilizam as mesmas permissões que o sistema operativo e iniciam antes deste, o que significa que podem ficar completamente ocultos. Os rootkits são geralmente uma parte de um conjunto completo de malware que pode ignorar inícios de sessão locais, gravar palavras-passe e batimentos de teclas, transferir ficheiros privados e capturar dados criptográficos.

Poderá ser necessário desativar o arranque seguro para executar algumas placas gráficas, hardware ou sistemas operativos do PC, como o Linux ou versões anteriores do Windows. Para obter mais informações, consulte Como desativar e ativar novamente o arranque seguro.

Capacidades de segurança de hardware

Uma das seguintes mensagens será apresentada na parte inferior do ecrã de segurança do Dispositivo, indicando as capacidades de segurança do seu dispositivo.

O seu dispositivo cumpre os requisitos relativos à segurança de hardware padrão.

Isto significa que o dispositivo suporta integridade da memória e isolamento do núcleo e também tem:

  • TPM 2.0 (também denominado processador de segurança)

  • Arranque seguro ativado

  • DEP

  • UEFI MAT

O seu dispositivo cumpre os requisitos relativos à segurança de hardware avançada

Isto significa que para além de cumprir todos os requisitos de segurança de hardware padrão, o seu dispositivo também tem a integridade de memória ativada.

O dispositivo excede os requisitos relativos a segurança de hardware avançada (Observação: No Windows 20H2 esta mensagem dirá: "O seu dispositivo tem todas as funcionalidades de PC com seguro núcleo ativada")

Isto significa que para além de cumprir todos os requisitos de segurança de hardware avançada, o seu dispositivo também tem a proteção SMM (System Management Mode) ativada. 

Segurança de hardware padrão não suportada

Isto significa que o seu dispositivo não cumpre, pelo menos, um dos requisitos de segurança de hardware padrão.

Melhorar a segurança de hardware

Se não está satisfeito com as capacidades de segurança do seu dispositivo, pode ter de ativar determinadas funcionalidades do hardware (como o arranque seguro, se for suportado) ou alterar as definições do BIOS do sistema. Contacte o fabricante de hardware para saber que funcionalidades o hardware suporta e como ativá-las.

Saiba mais

Ajuda e aprendizagem sobre a segurança da Microsoft

Precisa de mais ajuda?

Aumente os seus conhecimentos
Explore as formações
Seja o primeiro a obter novas funcionalidades
Aderir ao Microsoft insiders

As informações foram úteis?

Quão satisfeito está com a qualidade do idioma?
O que afetou a sua experiência?

Obrigado pelo seu feedback!

×